Matérias » Personagem

Envenenamento ou overdose? A conspiratória morte de Brittany Murphy

Os problemas familiares que envolveram o misterioso óbito resultou em diversas teorias macabras — estimuladas pelo outro lado da família

Wallacy Ferrari Publicado em 10/10/2020, às 10h00

Brittany em cena de filme
Brittany em cena de filme - Divulgação

Iniciando a carreira aos nove anos de idade no espetáculo Les Misérables, a jovem Brittany Murphy despontava como uma das atrizes de maior ascensão em Hollywood; aos 13, já tinha seu agente particular para os cuidados da carreira, conseguindo, no ano seguinte, seu primeiro papel como protagonista, do seriado Drexell's Class.

Além das várias participações em séries de sucesso, como Blossom e Boy Meets World, consagrou-se em sua atuação no filme "As Patricinhas de Beverly Hills", de 1995, rendendo diversos papeis aclamados posteriores — como em 8 Mile e Sin City. Não apenas se restringiu a atuação, como foi dubladora em Happy Feet, Futurama e no desenho ‘O Rei do Pedaço’ por mais de 200 episódios.

Buscando aumentar o currículo de filmes, foi especulada para participar de "Os Mercenários" ao lado de Sylvester Stalloneem 2010, mas deixou de ser relacionada pelos produtores, passando a trabalhar nos filmes The Caller e Abandoned.

A segunda produção chegou a ser concluída, mas a primeira teve a produção deixada de lado pela atriz que, de acordo com a imprensa, dificultava a convivência no set, além de parecer indisposta.

Brittany durante o lançamento de Happy Feet / Crédito: Wikimedia Commons

 

Momentos finais

Depois de largar The Caller em novembro de 2009, Brittany decidiu ficar reclusa com o marido e a mãe em sua residência, localizada em Los Angeles. Ao longo dos dias, reclamou diversas vezes com a mãe que estava excessivamente magra e preocupava os residentes com a dependência de remédios. O estopim foi na manhã do dia 20 de dezembro.

Às 8h00, o Departamento de Emergência do condado recebeu a solicitação para comparecer a casa em uma ligação chamada pela mãe da atriz, Sharon. De acordo com ela, Brittany estava desacordada no chuveiro e havia passado o dia no quarto, fazendo algumas viagens ao banheiro para vomitar. Ao chegarem, os bombeiros tentaram reanimar a jovem com massagem cardíaca, sem sucesso.

Brittany foi levada ao Centro Médico Cedars-Sinai, onde foi submetida a mais tentativas de reanimação, sem sucesso. Foi declarada morta às 10h04, após sofrer uma parada cardiorrespiratória aos 32 anos de idade. Apesar dos sintomas e da dependência, a causa primária atribuiu o óbito a uma pneumonia, somado a uma anemia por deficiência de ferro, causando espanto entre fãs e familiares.

Simon Monjack e Brittany Murphy em desfile da marca Diesel, em 2008 / Crédito: Getty Images

 

Após a morte

Enquanto o luto ainda era superado pelos familiares da estrela, um estranho ocorrido surpreendeu Hollywood; o marido da jovem, Simon Monjack, também foi encontrado morto na mesma casa, cinco meses após o falecimento da esposa.

O motivo foi atribuído a pneumonia aguda e anemia profunda, estranhamente contraditórios pelo porte físico e saúde mantida pelo roteirista — iniciando uma série de teorias da conspiração.

A primeira delas partiu de uma desconfiança do pai de Brittany com a morte do genro; De acordo com a Agência France-Presse em 2013, Angelo Bertolotti conseguiu solicitar amostras do cabelo da filha ao Tribunal Superior da Califórnia, contratando um laudo laboratorial particular.

No mesmo ano, a análise revelou que, tanto no cabelo da filha como no de Monjack havia níveis muito acima dos normais de metais pesados, indicando que ambos poderiam ter sido envenenados por alguém da casa.

Tony Bertolotti, meio-irmão da atriz, também acredita que Brittany foi assassinada, como afirmou em entrevista ao Daily Mail no aniversário de dez anos do falecimento: “Eu não acredito que Brittany e Monjack eram marido e esposa. Acredito que Monjack estava com Sharon. Eles estavam dividindo uma cama quando Brittany morreu. Eu ouvi que Monjack e Brittany estavam em um casamento de fachada e ele estava tentando ficar nos Estados Unidos”.

Diante das acusações, a mãe da artista se manifestou demonstrando grande indignação. Chamando o episódio de "loucura", Sharon afirmou que o pai da atriz morta estaria usando o nome da própria filha para ganhar atenção na mídia. Ela explicou que ele também era ausente. 


++Saiba mais sobre Hollywood por meio de grandes obras disponíveis na Amazon Brasil:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

O pacto entre Hollywood e o nazismo: Como o cinema americano colaborou com a Alemanha de Hitler, de Ben Urwand (2019) - https://amzn.to/2ViwOqO

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

O livro do cinema, de Vários autores (2017) - https://amzn.to/2VeOS52

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W