Matérias » EUA

Equipe que encontrou destroços do Titanic busca avião de Amelia Earhart

Desaparecido em 1937, avião pertencia a norte-americana que realizava volta ao mundo

Joseane Pereira Publicado em 15/08/2019, às 14h17

None
- Reprodução

Em dois de julho de 1937, o mundo conhecia Amelia Earhart. Com objetivo de se tornar a primeira piloto feminina a circunavegar o globo de avião, Amélia desapareceu no Pacífico com seu navegador, Fred Noonan, de forma ainda pouco explicada. Após buscas contínuas, a Marinha dos EUA acabou por concluir que os dois tinham falecido.

Mas Robert Ballard, cientista de renome mundial que encontrou os destroços do Titanic, acredita ter a resposta para o caso: uma fotografia tirada em 1937 pode ser o elemento chave para que o paradeiro do avião seja desvendado.

Pistas no Pacífico

Tirada às margens de Nikumaroro, pequena ilha no Oceano Pacífico, a fotografia foi submetida a analistas de Inteligência do Pentágono. Nela, foi detectado o trem de aterrissagem de um modelo Lockheed Electra L-10, o mesmo pertencente a Amélia Earhart.

Amélia e sua aeronave / Crédito: Reprodução

 

Com base na imagem, Ballard, explorador de 77 anos que trabalha para a National Geographic, está usando seu navio Nautilus para localizar destroços do avião na costa da Ilha. “Não é o Monstro do Lago Ness, não é o Pé Grande. Esse avião existe, o que significa que vou encontrá-lo", afirmou Ballard em entrevista.

A fotografia foi tirada pelo oficial britânico Eric Bevington em outubro de 1937, três meses após o desaparecimento da aviadora. Caso Ballard e sua equipe localizem a aeronave, um dos maiores mistérios do século 20 estará desvendado.

Além desse, outro trabalho poderá avançar no caso Amelia Earhart: um estudo de Richard L. Jantz, professor do Departamento de Antropologia da Universidade do Tennessee. Denominado Amelia Earhart and the Nikumaroro Bones (Amelia Earhart e os ossos de Nikumaroro), o estudo considera que ossos encontrados em 1940 e originalmente pertencentes a um homem, podem ser na verdade os de Earhart.