Matérias » Personagem

Execuções, proibições e concubinas: O peculiar sultão Murad IV

O soberano que começou seu reinado aos 11 anos de idade eliminava publicamente seus inimigos — e parentes

Vanessa Centamori Publicado em 10/05/2020, às 08h00 - Atualizado às 08h20

O sultão Murad IV
O sultão Murad IV - Wikimedia Commons

Em vez de passar uma infância comum brincando com outras crianças, o sultão Murad IV viveu parte dela reinando o Império Otomano. Ele tinha apenas 11 anos quando uma conspiração o ajudou a subir no trono, no lugar de seu tio Mustafa I — considerado neurótico e incapaz demais pela corte otomana. 

O plano de colocar um garotinho precoce no reino foi liderado pelo ministro Kemankes Ali e por Shayk Al-Islam, em 10 de setembro de 1623.  Mas, como o novo sultão era apenas uma criança, a sua mãe, a sultana Kösem teve enorme influência, governando por ele. 

Primeiros anos de governo

No início do reinado, a confiança do público na administração política do governo diminuia diariamente, devido a algumas questões como a perda do território de Bagdá e a derrota das forças otomanas para os safávidas.

Aos 16 anos de idade, em 1628, Murad IV entrou em rivalidade e mandou matar seu cunhado, o ex-governador do Egito, Kara Mustafa Pasha, executado sob a justificativa de que ele supostamente teria feito algo "contra a lei de Deus".

Kösem, sultana mãe de Murad IV / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Em meio à execuções públicas como as do cunhado do sultão, o Império Otomano caiu em um anarquia e o norte da província otomana de Anatólia eclodiu em revoltas. Em 1631, os janízaros (tropas do sultão otomano) invadiram o palácio e mataram vários membros da corte.

Murad IV, foi se tornando mais maduro, ficou desconfortável com essa situação e não gostou da influência de sua mãe sobre ele e os assuntos do estado. Naquele mesmo ano, tomou controle do seu próprio império.

Resolveu deslocar o estadista Hüsrev Pasha, que havia fracassado no cerco a Bagdá, e colocou no lugar dele Müezzinzâde Hafız Pasha. Porém, o último foi morto por janízaros e o antigo ministro foi colocado de volta ao posto. 

Execuções e guerras

Os estadistas não ficaram satisfeitos com a tomada do poder do sultão Murad IV e tentaram impedí-lo. Porém, depois de um tempo, ele forçou seus janízaros a fazerem um juramento de lealdade, intimidando-os com proibições. Proibiu tabaco e bebidas, fechou os cafés e pubs. 

Quem desobedecesse às ordens seria executado publicamente. Ilyas Pasha, um rival que dominou os lados de Manisa e Balikesir, foi capturado, trazido para Istambul e executado em frente ao sultão.

O sultão Murad IV / Crédito: Wikimedia Commons 

 

O soberano partia, enquanto exercia seu poder, para conquistar territórios na região da Polônia em 1634. Acabou depois assinando um tratado de paz e retornou a Istambul. A seguir, esteve em uma campanha no Irã, tentando recuperar terras perdidas com seu exército. 

Entre várias campanhas bélicas, o reinado de Murad IV ficou conhecido pela Guerra Otomano-Safávida contra a Pérsia (atual Irã), que durou 16 anos e teve fim em 1639. Os desdobramentos das batalhas, que resultaram na vitória das forças otomanas na conquista do Azerbaijão, acabaram estabelecendo as atuais fronteiras entre Turquia, Iraque e Irã.

Consortes e casamentos

O líder do Império Romano deixou inúmeros filhos — 13 deles confirmados. Não se sabe muito sobre as concubinas do soberano, só que ele pode ter tido de apenas uma — Ayşe Sultan, supostamente a favorita de Murad IV — até várias amantes. 

De qualquer forma, era bem comum que os imperadores tivessem incontáveis mulheres, senão grandes haréns. Como resultado de suas relações amorosas, o sultão teve apenas três filhas mulheres sobre as quais existem registros, embora ele possa ter tido mais algumas meninas. São elas Kaya, Safiye e Rukiye. 

Pintura representando Murad IV durante jantar / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Avanços culturais

Ao longo dos seus 17 anos de governo, Murad IV colocou ênfase no desenvolvimento da arte e literatura. Escrevia poemas usando o pseudônimo Muradî. Ele apoiava os poetas mais ilustres do Império Otomano, como Shayk Al-Islam Yahya, Nef'î e Ganizâde Nadiri.

No entanto, executou Nef'î ao descobrir que o poeta continuava escrevendo sátiras, embora ele já tivesse conversado com ele para não mais escrevê-las. Devido aos numerosos problemas políticos e econômicos do império, algumas atividades musicais tiveram que ser interrompidas no século 16, mas foram retomadas pelo sultão. 

Declínio e sucessão

Ibrahim, irmão e sucessor de Murad IV / Crédito: Wikimedia Commons 

 

No final da década de 1630, o imperador começou a adoecer. Circularam boatos de que, prestes a morrer, ele teria ordenado mais uma vez a execução do seu próprio irmão, Ibrahim, que sofria de perturbações psicológicas.

O sultão já havia mandado matar quatro de seus irmãos. Ibrahim, por sorte, viveu preso por toda a infância, embora sempre com medo de ser morto. Só sobreviveu até a juventude, graças a interferência da mãe, Kösem. 

Murad IV, morreu por cirrose, em 1640, aos 27 anos de idade, antes que Ibrahim pudesse ser assassinado. O irmão sobrevivente só aceitou usar a coroa após muita persuasão e depois de ver as provas de que o antigo imperador estava realmente morto. 


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras da Amazon: 

O Império Otomano: das Origens ao Século XX - https://amzn.to/2C3ZeeT

Declínio e queda do império Otomano - https://amzn.to/36q7qUy

A Ascensão e Queda do Império Otomano: A História da Criação do Império Turco e Sua Destruição Mais de 600 Anos Depois - https://amzn.to/3248la4

O expresso Berlim-Bagdá: O Império Otomano e a tentativa da Alemanha de conquistar o poder mundial 1898-1918 - https://amzn.to/2WztW93

A Ascensão do Império Otomano: a História do Estabelecimento do Império Turco através do Oriente Médio e Leste Europeu - https://amzn.to/34r2nlb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W