Matérias » Celebridades

Fezes e dedo decepado: as acusações insólitas do processo entre Amber Heard e Johnny Depp

Diversas acusações permeiam a briga judicial entre os dois atores

Redação Publicado em 07/05/2022, às 10h54

Montagem mostrando Amber Heard (à esq) e Johnny Deppp (à dir) durante seus respectivos testemunhos
Montagem mostrando Amber Heard (à esq) e Johnny Deppp (à dir) durante seus respectivos testemunhos - Divulgação/ Youtube/ Law&Crime Network

Em 2018, Amber Heard publicou um texto no jornal "The Washington Post" sob o título "Eu me manifestei contra a violência sexual – e enfrentei a ira de nossa cultura. Isso tem que mudar".

Nele, a atriz descreveu uma série de experiências de abuso vividas durante um relacionamento abusivo. Ela não citou nomes, porém, não era difícil adivinhar que falava de seu ex-parceiro, Johnny Depp, com quem esteve durante o período entre 2012 e 2016. 

Neste último ano, em que foi iniciado o divórcio, ela pediu uma ordem de restrição contra o ator — isto é, uma medida judicial que o proibia de se aproximar dela.

Crédito: Getty Images

No processo de difamação iniciado por Depp contra sua ex-parceira, ele argumenta que o artigo no The Washington Post continha alegações falsas que teriam prejudicado sua reputação e carreira profissional.

O processo, que começou no último dia 11 de abril, é julgado pelo Tribunal de Virgínia. Neste ponto, os advogados do ator da franquia de Piratas no Caribe já terminaram de chamar suas testemunhas, e a defesa de Heard está no processo de convocar as suas. 

Veja abaixo alguns dos momentos mais marcantes do julgamento até agora, a partir do que foi repercutido pelo G1. 

1. Dedo decepado

Em um dos primeiros dias da briga judicial, Johnny Depp teve a oportunidade de descrever seu relacionamento com a ex-parceira. Ele relatou que Heard o teria agredido em diversas ocasiões, incluindo uma em que, durante uma discussão, ela teria jogado duas garrafas de vodca na direção dele. 

A primeira se chocou contra a parede, conforme relatado pelo artista, e a segunda se espatifara contra sua mão, mutilando seu dedo médio.

Honestamente, eu não senti a dor a princípio (...) Eu senti um calor, e como se algo estivesse pendurado na minha mão. Então, eu olhei para baixo e percebi que a ponta de meu dedo tinha sido decepada, e eu estava olhando diretamente para meu osso, para a parte carnuda de dentro do dedo, e sangue estava se derramando", contou ele ao tribunal. 

Os advogados de Depp apresentaram fotografias e registros médicos do ferimento, que precisou ser tratado durante meses, incluindo durante a filmagem de um dos filmes de Piratas no Caribe. Na época, contudo, o ator alegou que a lesão fora provocada por um acidente com as portas de sua casa. 

2. Fezes na cama 

Em outro momento do julgamento, o artista relatou a respeito de incidente classificado por ele como "absurdo" e "grotesco". 

Ele contou que, enquanto estava fora de casa nos dias após uma discussão com Heard, uma funcionária que trabalhava fazendo a manutenção do local lhe enviou uma foto com fezes humanas ao lado dele da cama. 

Amber saindo do tribunal em abril /Crédito: Getty Images

Depp testemunhou que sua ex-parceira teria culpado o cachorro dos dois pela sujeira, mas que, para ele, pareciam ser fezes humanas, maiores que aquelas feitas pelo seu cão de pequeno porte. 

3. Revista íntima

Um dos relatos mais chocantes do depoimento de Amber Heard, por sua vez, é aquele em que ela descreve uma "revista íntima" realizada por seu ex-parceiro durante um episódio em que ele pensava que ela escondida a cocaína dele.

Conforme descrito pela atriz, Depp teria rasgado o vestido e roupa íntima da mulher durante a busca pela droga. Quando não encontrou, colocou os dedos dentro da vagina dela, o que chamou de "revista íntima" ou "busca de cavidade". 

"Eu estava me perguntando como eu, alguém que não usava cocaína e era contra o uso, até porque aquilo [a droga], por si só, estava causando problemas no nosso relacionamento, porque eu esconderia as drogas dele? Ele estava insinuando que eu estava usando ou o quê? Não fez nenhum sentido. E ele estava me dizendo 'nós vamos conduzir uma revista íntima', e só empurrou os dedos para dentro de mim", disse ela. 

4. Penetração com garrafa

Heard fez inúmeras alegações de violência física e sexual por parte seu ex-parceiro, com uma das mais marcantes ocorrendo em sua versão do episódio em que Depp relatou ter tido seu dedo decepado. 

Na ocasião, a atriz afirmou que foi o ex-parceiro que jogou garrafas de vodca e copos na direção dela. O ferimento no dedo dele, por sua vez, teria ocorrido quando ele "bateu um telefone de plástico com força contra a parede".

Depp fora da corte /Crédito: Getty Images

Em dado momento, o ator de Piratas no Caribe supostamente teria usado uma das garrafas para penetrá-la: 

"Eu só lembro de ficar muito quieta, não querendo me mover (...), porque eu não sabia se a garrafa dentro de mim estava quebrada. Eu não podia senti-la, eu não conseguia sentir dor, não conseguia sentir nada. Eu olhei ao meu redor, e tinha tanto vidro quebrado, eu não sabia se ele ia saber ou não se [a garrafa que segurava] estava quebrada", relatou Heard, acrescentando que não se lembrava como aquela noite havia terminado.