Matérias » Personagem

Francisca de Bragança: a princesa esquecida da família real brasileira

Casada com Francisco, Príncipe de Joinville, esta nobre teve um importante papel para a História brasileira

Victória Gearini Publicado em 31/05/2020, às 17h28

Pintura de Francisca de Bragança por Franz Xaver Winterhalter
Pintura de Francisca de Bragança por Franz Xaver Winterhalter - Wikimedia Commons

Sendo a quarta filha do imperador D. Pedro I com a imperatriz Maria Leopoldina, Francisca de Bragança foi uma princesa brasileira que, posteriormente, se casou com Francisco, Príncipe de Joinville, assumindo este novo título.

Nascida no dia 2 de agosto de 1824, no Palácio de São Cristóvão, localizado no Rio de Janeiro, Francisca de Bragança teve uma juventude regada de luxo, ao lado dos irmãos D. Pedro de Alcântara, Paula Mariana e Januária. Acredita-se, ainda, que seu nome tenha sido escolhido por seu pai, em homenagem ao rio São Francisco. 

Aos três anos de idade, sua mãe Maria Leopoldina veio a falecer, e Francisca passou a ser criada por D. Pedro I e sua madrasta, Amélia de Leuchtenberg. No entanto, quando tinha apenas sete anos, a princesa viu seu pai, sua irmã mais velha e sua madrasta se mudarem para Portugal

Retrato de Francisca de Bragança feita por Franz Xaver Winterhalter / Crédito: Wikimedia Commons

 

Educação rígida e o casamento real

Sem os pais ao lado, Francisca e seus irmãos foram criados a base de uma educação extremamente rígida. Em 1837, conheceu o Príncipe de Joinville, chamado Francisco Fernando de Orléans. Na ocasião, o rapaz tinha acabado de desembarcar no Brasil, em busca do corpo de Napoleão Bonaparte, que deveria ser entregue a corte francesa. 

Durante a sua estadia, o príncipe se reuniu com o até então imperador do Brasil, D. Pedro II, que lhe apresentou a sua irmã Francisca. Em 1843, o rapaz voltou ao Brasil, casando-se com a princesa brasileira. Após a união, o casal partiu em direção a França.

Conhecida como La Belle Françoise, Francisca se tornou uma das princesas mais queridas e populares da corte europeia. Durante seu processo de adaptação ao novo lar, a jovem contou, ainda, com a ajuda da Condessa de Barral, que mais tarde se tornou sua melhor amiga. 

Fim da monarquia e últimos anos de vida

Após a monarquia ser extinta na França, em 1848, a família Orléans foi enviada para o exílio em Claremont, na Inglaterra. Acredita-se que o destino da realeza só não tenha sido pior graças a Francisca, que negociou fervorosamente com os republicanos. 

Francisca de Bragança, Princesa de Joinville, em 1880 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Embora morasse na Europa, a princesa manteve contato com o irmão. No entanto, ele não pode ajudá-la quando o marido foi à falência. Com dificuldades financeiras, Francisco Fernando de Orléans negociou as terras catarinenses com a Companhia Colonizadora Alemã, fato que mais tarde originou a Colônia Dona Francisca, atualmente chamada de Joinville.

Engajada na política, Francisca lutou o resto de sua vida contra o avanço da república no Brasil e defendia, ainda, o combate aos republicanos e a oposição. Em 27 de março de 1898, a princesa veio a falecer, em Paris, aos 73 anos de idade.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Coleção Princesa Isabel. Fotografia do Século XIX , de Bia Correa do Lago e Pedro Correa do Lago (2013) - https://amzn.to/34ue8aO

Retratos do Império e do Exílio, de Vários Autores (2011) - https://amzn.to/35PKgWP

Pedro: Imperador do Brasil e rei de Portugal, de Eugénio dos Santos (2015) - https://amzn.to/34ySFO6

O Brasil colonial (Vol. 1), de João Luís Ribeiro Fragoso e Maria de Fátima Gouveia (2014) - https://amzn.to/3b15Gmx

O Brasil colonial (Vol. 2), de João Luís Ribeiro Fragoso e Maria de Fátima Gouveia (2014) - https://amzn.to/3aWgGlg

A Formação da Elite Colonial no Brasil, de Rodrigo Ricupero (2020) - https://amzn.to/34zGamg

A conquista do Brasil, de Thales Guaracy (2015) - https://amzn.to/2VlkbLC

História do Brasil colônia, de Laima Mesgravis (2015) - https://amzn.to/2ww5AV7

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W