Matérias » Personagem

Frederick Valentich, o piloto que desapareceu após avistar um OVNI

Segundo relatou por rádio, uma grande aeronave parecia orbitar ao seu redor — minutos depois, a comunicação foi perdida

Fabio Previdelli Publicado em 09/05/2020, às 12h45

Frederick Valentich ao lado de sua aeronave
Frederick Valentich ao lado de sua aeronave - Wikimedia Commons

Em 1978, um piloto de 20 anos chamado Frederick Valentich desapareceu enquanto praticava um voo de treinamento sobre o estreito de Bass — que separa a Tasmânia do sul da Austrália. Pilotava um Cessna 182L, uma aeronave leve, e era considerado um condutor com experiência moderada, afinal, já havia feito cerca de 150 horas de voo.

Na noite de 21 de outubro, partiu do subúrbio australiano de Moorabbin e tinha como destino a Ilha de King Island — um percurso de cerca de 250 quilômetros. Às 19:06, Valentich transmitiu um rádio para o Serviço de Voo de Melbourne para denunciar uma aeronave não identificada que o seguia a 4.500 pés.

Foto de Frederick Valentich e mapa do trajeto que ele voaria / Crédito: Creative Commons

 

O serviço afirmou que não havia tráfego perto dele no momento. Mas o piloto insistiu que podia ver uma grande aeronave desconhecida se aproximando, que parecia ter quatro luzes de pouso brilhantes, todas acesas. Ele alegou que passava 1.000 pés acima dele, movendo-se em alta velocidade.

Por mais cinco minutos, relatou os movimentos da aeronave, alegando que a mesma se movia em sua direção — o que lhe fez pensar que poderia ser outro piloto que estava brincando de orbitar ao seu redor. A única descrição, além das quatro luzes de pouso, que Valentich foi capaz de dar era que o exterior da aeronave era brilhante e meio metálico, além de emitir uma luz verde.

Poucos minutos após a primeira transmissão por rádio do Serviço de Voo de Melbourne, Frederick relatou que estava tendo problemas no motor. E então os funcionários da rádio pediram para que identificasse mais uma vez a outra aeronave. "Não é uma aeronave", ele conseguiu responder, logo antes da transmissão ser interrompida. O último som que os funcionários da rádio ouviram foi um “estridente barulho metálico”.

Funcionários da rádio do Serviço de Voo de Melbourne presumiram que Frederick Valentich tivesse caído, mas uma busca inicial no mar e pela região em que ele foi contatado pela última vez não resultou em nada.

Um Cessna 182 semelhante à aeronave de Valentich / Crédito: Wikimedia Commons

 

O Departamento de Transportes da Austrália investigou o desaparecimento de Valentich, mas não conseguiu ter nenhum sinal evidente que pudesse solucionar o caso. Entretanto, foram coletados alguns relatos de civis que viram os aviões sobrevoando, mas no final o desaparecimento foi considerado inconclusivo e o caso foi encerrado. Mas o desenrolar estava longe de terminar.

Cinco anos depois de Valentich desaparecer, uma tampa do capô do motor apareceu na praia de Flinders Island. O Bureau of Air Safety Investigation observou que a peça era do mesmo tipo de aeronave que Frederick estava pilotando e que tinha números de série dentro da mesma faixa da classe do avião.

Após o desaparecimento misterioso, o público soube de Guido Valentich, o pai de Fred, que o filho era um “crente fervoroso” de que OVNIs existiam e muitas vezes se mostrou preocupada em ser atacado por um.

Também se revelou que Frederick Valentich havia se candidatado duas vezes à Força Aérea Real Australiana e foi rejeitado pelas duas vezes por experiência educacional inadequada. Ele também estava estudando para ser piloto comercial, mas havia falhado nos exames em duas ocasiões. Além do mais, também recebeu vários avisos por sobrevoar zonas restritas em Sydney.

O escritor e ufologista Jerome Clark, a Ground Saucer Watch argumentou que as imagens mostravam "um objeto voador desconhecido, de dimensões moderadas, aparentemente cercado por um resíduo de vapor — uma exaustão semelhante a uma nuvem", embora as imagens não fossem claras o suficiente para identifique o objeto.

Uma reportagem de jornal sobre o desaparecimento de Valentich / Crédito: Divulgação

 

Apesar dos relatos recorrentes de avistamentos de OVNIs, e os ufologistas insistindo que o desaparecimento de Fred Valentich é extraterrestre, não houve explicação real por trás de seu sumiço, e o mistério continua assombrando os teóricos da conspiração da Austrália hoje.


+Saiba mais sobre ufologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

UFOs: OVNIs - Militares, pilotos e o governo abrem o jogo, de Leslie Kean (2011) - https://amzn.to/2WCs4gi

Óvnis: Uma história da atividade alienígena dos avistamentos às abduções até a ameaça global, de Rupert Matthews (2011) - https://amzn.to/2WwzX6I

Céus abertos, mentes fechadas: Pela primeira vez, um homem do governo, expert em óvnis, fala sobre o assunto, de Nick Pope (2011) - https://amzn.to/3chIAJh

O Enigma UFO: Conheça a Verdadeira História de OVNIS, ET´s, Alienígenas, Óvnis, Discos Voadores, Aliens, Abduções, Ufologia e a Agenda Secreta Para o Planeta Terra, de Steven Lawrence (Ebook) - https://amzn.to/35JxvOC

UFO - O Visitante Inesperado: Avistamentos de objetos voadores não identificados no Rio de Janeiro - Brasil, de Anderson Oliveira (Ebook) - https://amzn.to/35H6zyY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W