Matérias » Família real

'Fui ensinada a me sentar e calar a boca', diz prima de Elizabeth II sobre recentes polêmicas da realeza

Olga Romanoff comentou em recente entrevista sobre a postura da rainha diante de recentes escândalos

Vinicius Barbosa de Lima Publicado em 12/05/2021, às 11h23

Princesa Olga Romanoff durante festa
Princesa Olga Romanoff durante festa - Getty Images

Para muitos, a vida de um membro da família real é provida de poder e status. Esses fatores podem até ser verdade, porém a responsabilidade e a imagem que devem ser mantidas, resultam num fardo gigantesco a ponto de gerar críticas por aqueles que não concordam com os protocolos e comportamentos da realeza.

A princesa Olga Romanoff, durante a última segunda-feira no programa “Lorraine”, conforme repercutido pelo site Monet, comentou sobre a rainha e sua família. Olga é prima de Elizabeth II e está na produção de um documentário que conta sua relação com os mesmos, chamado de “The Queen and Her Cousins” (A rainha e seus primos, em tradução livre).

Durante a conversa, a apresentadora Lorraine questiona a princesa sobre as reações da realeza após as polêmicas envolvendo Harry e Meghan ao desabafar com a Oprah, e também sobre os comentários do príncipe Andrew e a polêmica ligação com JeffreyEpstein, acusado de diversos crimes tétricos nos Estados Unidos. 

"A rainha tem isso, não tem? Ela nunca reclama. Nunca explica. Isso também vem da rainha-mãe. Mas seus filhos e netos deram extensas entrevistas na TV. Nós vimos isso. Você acha que esse é o caminho a seguir para modernizar a família real? Ou você acha que as pessoas deveriam apenas se calar?", questiona Lorraine.

Então, a princesa respondeu: "Bem, eu fui ensinada a me sentar e calar a boca e nunca lavar sua roupa suja em público, não importa o que seja. Eu acho que a Rainha faz certo", disse. Lorraine concordou com a cabeça: "Sim. Ela simplesmente segue em frente".

A recente polêmica envolvendo Harry e Meghan, atraiu a atenção do mundo diante da acusação de racismo, os bastidores que envolveram um conflito entre Kate Middleton e Markle, que considerou tirar a própria vida diante da pressão vivida enquanto membro da realeza.