Matérias » Personagem

George Washington era pai de um escravizado?

História sugere que o “Pai da Pátria” pode ter sido também pai de West Ford, filho de uma escrava de seu irmão

Fabio Previdelli Publicado em 20/03/2022, às 09h00

Pintura de George Washington
Pintura de George Washington - Domínio Público via Wikimedia Commons

Primeiro presidente da história dos Estados Unidos, George Washington se tornou um dos fundadores de seu país após conduzir as forças patriotas à vitória na Guerra da Independência

Por esse motivo, Washington recebeu a alcunha de “Pai da Pátria”. Entretanto, o que torna o apelido curioso é que o primeiro presidente norte-americano nunca teve um filho de sangue. 

Casado com Martha Dandridge Custis Washington, George ajudou na criação dos dois filhos da amada: John e Patsy; frutos da relação de Martha com Daniel Parke Custis — os dois tiveram quatro filhos, mas apenas dois chegaram à fase adulta. A mulher também ficou viúva muito cedo, aos 25 anos. 

West Ford em Mount Vernon em seus últimos anos/ Crédito: Enciclopédia Digital Mount Vernon

Dito isso, esses dois são os únicos ‘filhos’ reconhecidos oficialmente de George Washington. Mas essa versão é contestada pela família Ford, que diz que West Ford, filho de uma mulher escravizada, também tem Washington em suas raízes. 

Filho de Washington?

A história sobre a paternidade de West ganhou força novamente depois de uma matéria investigativa publicada pela revista The New Yorker. Segundo os descendentes de Ford, ele nasceu em algum momento entre 1784 e 1785, sendo filho de uma escravizada chamada Vênus — que trabalhava na plantação do irmão e da cunhada de George Washington, Augustine e Hannah.

Desde então, a história oral sobre o nascimento do sujeito vem passando de geração em geração. À publicação, Linda Allen Hollis, tataraneta de Ford, disse que quando Hannah Washington perguntou para Vênus quem era o pai de seu filho, a escrava “identificou o velho general”.

Ronald Chase, outro parente distante de Ford, também diretor fundador da sociedade histórica e museu em Gum Springs — a cidade dos libertos que Ford fundou —, explica que a “mãe de Ford lhe disse quem era seu pai. As pessoas de Gum Springs conhecem a história.”

Esboço que retrata West Ford/ Crédito: Enciclopédia Digital Mount Vernon

Um ponto que pode corroborar com a história, segundo a reportagem, é o fato de que Ford recebia um tratamento especial da família Washington. Quando Hannah morreu, por exemplo, ela deixou uma passagem em seu testamento dedicada à West

É o meu mais sincero desejo que este rapaz West seja o mais rápido possível vacinado contra a varíola. Depois disso, ele ficará vinculado a um bom comerciante até a idade de vinte e um anos, após os quais ele estará livre pelo resto de sua vida”.

É fato que HannahWashington libertou West Ford, mas apenas ele, afinal, seus outros 35 escravos permaneceram sendo obrigados a trabalhar na plantação. Outra coisa que chama a atenção é que Ford parecia nutrir laços extremamente estreitos com a família Washington

A comunidade de Gum Springs/ Crédito: Enciclopédia Digital Mount Vernon

Uma história popular aponta que ele aprendeu a ler e escrever, além de acompanhar George Washington em passeios e na igreja. O sobrinho de Washington e filho de Hannah, Bushrod, também presenteou Ford com 160 acres após sua morte, em 1829. Ford vendeu essa terra para fundar a comunidade de Gum Springs.

Há quem diga que não

As contestações dos Ford, porém, recebem certa resistência dos funcionários de Mount Vernon — marco americano e antiga residência de Martha e George Washington, que hoje é responsável por manter seu legado. 

Douglas Bradburn, presidente e CEO da Mount Vernon, é enfático em relação ao assunto: “George Washington não era pai de ninguém”.

No site oficial de Mount Vernon, a instituição acrescenta que não encontrou “nenhuma documentação que corrobora com a tradição oral [da família West Ford]. Embora respeitemos as crenças da família West Ford, precisamos analisar todas as informações disponíveis, tanto orais quanto escritas.”

O site da instituição vai além e aponta que Washington se quer conheceu Vênus. “Como George Washington não estava na Virgínia entre novembro de 1781, após a vitória em Yorktown, e seu retorno a Mount Vernon na véspera de Natal de 1783, no final da Revolução Americana, ele não estava próximo de Vênus e não gerou West Ford”.

Ilustração de West Ford/ Crédito: Enciclopédia Digital Mount Vernon

Entretanto, Henry Wiencek, autor do livro ‘An Imperfect God: George Washington, His Slaves, and the Creation of America’, identificou que Hannah visitou Mount Vernon em 1784.

Assim, existe a possibilidade de Vênus tê-la acompanhado. Mas Wiencek, apesar disso, não acha que Ford é filho do primeiro presidente dos Estados Unidos.

As histórias de que George Washington levou West Ford para ir à igreja são plausíveis, mas apenas se Ford não fosse seu filho”, disse Wiencek. “Washington não teria exibido provas de uma indiscrição pelo condado.”

Então, quem é o pai de West Ford?

Com duas narrativas tão conflitantes, é possível determinar quem era o pai de West Ford? Os dois lados discordam sobre isso também.

“Também pode-se afirmar que West Ford é da linhagem de Washington, e nós, Fords, estamos confiantes em quem é seu pai. No entanto, essa determinação será resolvida por futuras análises de DNA”, disse Hollis.

Apesar dessa expectativa, Mount Vernon afirmou: “De acordo com os especialistas que consultamos, é impossível determinar conclusivamente que George Washington foi o pai de West Ford”.

O Mount Vernon argumenta que um teste de DNA só poderia sugerir que West Ford foi gerado por um Washington; não necessariamente por George Washington. E, de fato, historiadores como Wiencek postularam que o pai de Ford era, provavelmente, o marido de Hannah e o irmão de Washington, John Augustine, ou até mesmo um de seus filhos.


+Saiba mais sobre George Washington por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Rules of Civility & Decent Behavior In Company and Conversation (Edição Inglês), de George Washington (2017) - https://amzn.to/2zOysJw

Washington: A Life (Edição Inglês), de Ron Chernow (2011) - https://amzn.to/3bPmRra

George Washington (Edição Inglês), de William Roscoe Thayer (2019) - https://amzn.to/2LEfzvt

A História não Contada dos Estados Unidos, de Oliver Stone (2015) - https://amzn.to/3fZA3Nf

Uma breve história dos Estados Unidos, de James West Davidson (2016) - https://amzn.to/2X7k72V

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W