Matérias » Curiosidades

Há 183 anos, primeira imagem da Lua era capturada

O dia 2 de janeiro de 1839 entrou para a história da fotografia mundial; entenda

Penélope Coelho Publicado em 02/01/2022, às 09h00

Imagem meramente ilustrativa da Lua
Imagem meramente ilustrativa da Lua - Divulgação/ Pixabay/ Ponciano

Há exatos 183 anos, o pintor e inventor francês Louis Jacques Mandé Daguerre entrava para história por conseguir o feito de registrar a primeira imagem fotográfica da Lua.

No dia 2 de janeiro de 1839, o homem — que hoje em dia é considerado um dos pais da fotografia — realizou o registro do satélite natural através de um dos primeiros processos fotográficos, o daguerreótipo.

Retrato de Louis Jacques Mandé Daguerre / Crédito: Divulgação/Wikimedia Commons/Domínio Público

 

A invenção 

De acordo com informações da Agência Brasil, a invenção criada pelo próprio Daguerre foi o primeiro equipamento fotográfico a ser anunciado e comercializado para o público. Seu funcionamento consiste na produção de uma imagem fotográfica sem negativo.

O aparelho funciona com uma placa de cobre revestida com prata, polida e sensibilizada a partir de vapores de iodo. Através de uma câmara escura, a imagem é capturada, sendo revelada por meio de vapores de mercúrio.

Imagem de um daguerreótipo / Crédito: Divulgação/Wikimedia Commons/Domínio Público

 

Para chegar neste resultado, o inventor francês precisou de muitas tentativas. Antes do equipamento em questão, Louis realizou um trabalho em parceria com outro inventor, Nicéphore Niépce, que produziu outro processo pioneiro da fotografia, a heliografia.

Após a morte de Niépce, Daguerre continuou realizando experimentos até que chegou ao resultado do daguerreótipo.

Com o equipamento pronto, o francês apresentou sua criação para a Academia de Ciências de Paris e teve a invenção anunciada ao público. A patente foi comprada pelo governo francês e é apontada como o marco inicial da fotografia no mundo.

Captura da Lua 

Para divulgar a sua invenção, o pintor teve a ideia de capturar uma imagem da Lua, sendo uma das primeiras realizadas pelo daguerreótipo. O registro feito por Louis Jacque também foi a primeira captura de uma imagem do satélite. O retrato, contudo, infelizmente se perdeu com o tempo.

Alguns anos depois, em 1840, o cientista John W. Draper decidiu usar a técnica de Louis para tentar efetuar outro registro imagético da Lua. Na ocasião, o químico teve mais sucesso que Daguerre.

Segundo especialistas, para que a fotografia tivesse mais qualidade, o homem manteve o aparelho em direção à Lua por 20 minutos e ainda contou com a ajuda de um telescópio refletor de 13 polegadas. Por esses motivos, a foto tirada por John foi o primeiro registro imagético da astronomia que permaneceu.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras a seguir, disponíveis na Amazon:

Neil Armstrong: A biografia essencial do primeiro homem a pisar na Lua, Jay Barbree, (2018) - https://amzn.to/2sI1sPS

100 passos até uma pegada: A incrível jornada cósmica do ser humano desde a antiguidade rumo à conquista da Lua, Lauro Henriques Jr., (2019) - https://amzn.to/2ZQbx9v

O Primeiro Homem: A vida de Neil Armstrong, James R. Hansen (Autor), Donaldson M. Garschagen (Tradutor), Renata Guerra (Tradutor), (2018) - https://amzn.to/2uiRp4x

Nenhum sonho está longe demais: Lições de vida de um homem que andou na lua, Ken Abraham (Autor), Buzz Aldrin (Autor), (2018) - https://amzn.to/2sJjAsM

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W