Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Cristiano Araújo

Há 7 anos, um trágico acidente tirava a vida de Cristiano Araújo

Cristiano Araújo ainda é nome importante do sertanejo universitário

Redação Publicado em 24/06/2022, às 08h00

Cristiano Araújo no Show da Virada - Divulgação/ TV Globo
Cristiano Araújo no Show da Virada - Divulgação/ TV Globo

Há 7 anos, falecia o cantor sertanejo Cristiano Araújo após acidente de carro na BR-153, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. O cantor foi um dos pioneiros do estilo sertanejo universitário, na mesma época do estouro de outras estrelas do gênero, como Jorge e Mateus e Gusttavo Lima.

O cantor conquistou um grande número de fãs em todo o país e sua morte chocou o país, em 2015, tanto pela idade (29 na época) quanto pelo enorme sucesso que fazia. Cristiano era dono de hits de grande sucesso, como “Efeitos” que atingiu a primeira colocação em várias rádios na época de seu lançamento.

O artista embalou muitas noites de dança e momentos românticos, além da famosa “sofrência”, muito comum no gênero sertanejo. “Caso Indefinido”, “Cê Que Sabe” e “Mente Pra Mim” são algumas de suas canções mais famosas. A música está na família Araújo há 4 gerações, sendo Felipe Araújo o representante mais novo da família ao entrar no ramo. O artista de 26 anos é irmão de Cristiano.

No último ano, João Reis, pai de Cristiano Araújo, compartilhou um desabafo no Instagram sobre os seis anos da morte do artista. 

"Há 6 anos vivi o pior momento da minha vida, senti a pior dor que um ser humano pode ter e as cicatrizes eternizaram no meu coração. Como me faz falta esse sorriso, como é doloroso ter que conviver com essas lembranças. Te amo meu filho , e sou muito orgulhoso de ser seu pai", escreveu João Reis. 

O acidente fatal                                          

Ao G1, o Corpo de Bombeiros disse que o sertanejo voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, por volta das 3h30, quando o veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou.

Depois disso, foi transferido para uma UTI móvel e quando chegou em Goiânia, foi de helicóptero até o Hugo (Hospital de Urgências de Goiânia), e apesar dos esforços, ele não resistiu e morreu no hospital.

O cantor estava junto com a namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, que também não resistiu e morreu no local. Na parte da frente do carro, estavam um dos empresários do cantor, Vitor Leonardo, e o motoristaRonaldo Miranda. Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados a um hospital na capital.

Cristiano Araújo e a namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes - Foto: Arquivo Pessoal

A polícia informou que o acidente se deu após o condutor perder o controle do automóvel. Os dados recolhidos da 'caixa preta' do veículo, conforme repercutido pelo G1 no ano passado, também revelaram que o carro fazia o trajeto a 179km/h segundos antes da tragédia.

O Ministério Público também determinou que Ronaldo fora 'imperito e negligente' por conduzir o carro acima da velocidade estabelecida para a rodovia. Como consequência, foi indiciado por homicídio culposo, ou seja, quando o responsável não tem intenção de matar. Em janeiro do ano de 2018 recebeu a condenação: 2 anos e 7 meses de detenção através do regime aberto.