Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Reino Unido

Hamilton Palace: A mansão abandonada na Inglaterra que chama atenção

Localizada em East Sussex, a residência se tornou 'fantasma' e se encontra inacabada nos dias atuais

Wallacy Ferrari Publicado em 26/06/2022, às 12h44

Imagem aérea registra mansão abandonada - Divulgação / YouTube / Sussexy
Imagem aérea registra mansão abandonada - Divulgação / YouTube / Sussexy

A família real britânica é conhecida mundialmente por seus membros notórios, além da grandiosidade de eventos históricos e comemorativos até os dias atuais, amplificando suas atualizações diariamente através de tabloides espalhados pelo mundo.

Seus palácios não ficam de fora; sediam as principais decisões da monarquia e abrigam os integrantes em diversos endereços distribuídos em países que compõem o Reino Unido. O mais chamativo, devido aos grandes episódios atribuídos ao local, desde casamentos até escândalos, é o Palácio de Buckingham.

Localizado em Londres e inaugurado em 1705, a residência oficial é onde, atualmente, o monarca conduz as principais demandas de trabalho, além de receber milhares de visitantes diariamente — tanto na área externa quanto em seu jardim e em visitas guiadas, conta com 77.000 m² de área útil.

Divulgação / YouTube / Sussexy

Contudo, um palácio ainda maior do que o londrino chegou a ser a casa particular mais cara construída na Grã-Bretanha; trata-se do Hamilton Palace, localizado em East Sussex, se encontra inacabado.

Idealizada pelo multimilionário britânico Nicholas van Hoogstraten, a residência se tornou um 'fantasma' em meio ao marasmo.

Por trás do endereço

Sua construção foi iniciada em 1985 e, na época, estava avaliada em 40 milhões de libras, sendo um recorde nacional. Ocupando a extensão de uma rodovia inglesa, o local é rodeado de uma densa área arborizada, que pode ser vista de longe, mas, em sua entrada, contém os dizeres "Propriedade privada, mantenha-se longe", como informa o jornal local KentLive.

A mensagem clara alerta invasores que, de acordo com o veículo, entram em uma enrascada ao tentar acessar a residência; mesmo sem ocupantes, possui seguranças armados, cachorros preparados para atacar e alertas de circuito interno de câmeras. Com isso, as poucas imagens da mansão partem de registros aéreos e de drones.

Um dos poucos relatos de lá partiu de um repórter que acessou o local em 2000. Ele disse que, por dentro, o casarão não apenas poderia servir como uma residência tranquilamente, como conta com decorações em pisos de luxo e uma notória escadaria no saguão.

O motivo do abandono, no entanto, está diretamente ligado ao dono; Nicholas, atualmente com 76 anos, foi condenado após fraudes. Na década onde iniciou a construção, era dono de mais de 2 mil propriedades no país, deixando de ter 90% delas na década seguinte. Mesmo assim, ele não abdicou da mudança e negou ao KentLive que o palácio esteja caindo aos pedaços.

Divulgação / YouTube / Sussexy
O Hamilton Palace está longe de 'desmoronar' e foi construído para durar pelo menos 2.000 anos. O andaime permanece apenas como parte da manutenção de rotina contínua que tal propriedade exigiria até a conclusão", disse em nota enviada ao veículo, que atribui a manutenção aos filhos do empresário.