Matérias » Personagem

Hans Litten: o homem que pisou nos calos de Hitler

Por anos esquecido, ele parecia ter sido feito sob medida para ser o inimigo perfeito do líder nazista: era advogado, jovem, judeu e extremamente inteligente

Ingredi Brunato Publicado em 21/11/2020, às 10h30

Hans Litten à esquerda, e Adolf Hitler à direita
Hans Litten à esquerda, e Adolf Hitler à direita - Divulgação

Em 1931, O tribunal de Berlim pôde assistir, ao longo de três horas, Adolf Hitler perder as estribeiras. Quando começou seu interrogatório a respeito do assassinato de três pessoas por um grupo de membros do partido nazista, o então político em ascenção declarou que estava "100% comprometido com a legalidade"

Todavia, à medida que continuou a ser questionado, pode-se dizer que atitude do futuro ditador mudou radicalmente. Ele foi ficando com cada vez menos respostas para dar, e proporcionalmente a isso, com o rosto cada vez mais vermelho de raiva, até estar gritando a plenos pulmões. 

Quando entrou no tribunal naquele dia, Hitler ainda não sabia, mas estava prestes a encontrar um de seus maiores inimigos: um jovem advogado que não apenas era judeu mas também possuía uma inteligência sagaz, sendo capaz de encontrar as contradições e furos no discurso do líder nazista e então expô-los ao público brilhantemente - o que, é claro, teria sido uma experiência humilhante para o futuro ditador

 O advogado era Hans Litten, que passou muito tempo esquecido pela História, mas voltou aos holofotes nos últimos anos após a publicação de algumas obras inspiradas em sua trajetória. 

Quem era Litten 

Busto de Litten / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Durante a juventude de Litten, a despeito do fato de seu pai ter se convertido ao cristianismo anos antes, ele decidiu tomar um caminho diferente, abraçando sua religião e cultura. Assim, se juntou a um grupo de jovens judeus e também se dedicou ao aprendizado da língua hebraica. 

Em sua formação acadêmica, se especializou na defesa de trabalhadores e membros civis do Partido Comunista Alemão (KPD). Não que fosse simpático ao regime de Stalin, apenas tinha uma inclinação a servir de auxílio para pessoas em posições vulneráveis na sociedade. 

Quanto à personalidade de uma das figuras mais odiadas pelo Führer, Benjamin Carter Hett, que escreveu “Crossing Hitler: The Man Who Put the Nazis on the Witness Stand”, uma biografia sobre Hans Litten, disse em entrevista à BBC que: “Ele era um santo. Mas tenho a sensação de que, se me sentasse para tomar uma cerveja com ele, não gostaria dele". 

Isso porque o advogado seria “linha-dura” com suas visões e princípios, feito muito mais para o debate lógico do que para conversas amenas, onde demonstrava uma certa inabilidade social. 

Acima de tudo, é necessário dizer que Hans Litten era um grande anti-nazista, o que nos leva ao ponto seguinte. 

Como ele deixou Hitler furioso 

A brutalidade e violência ostentada pela SA, uma organização paramilitar nazista — o que significa que ela não integrada ao exército alemão, mas um grupo militar à parte — não era nenhum segredo nquele período da Alemanha. 

Então, quando membros da SA invadiram um salão de dança frequentado por comunistas e mataram três pessoas, Litten decidiu que era hora de agir, construindo um caso e chamando Adolf Hitler para o banco das testemunhas, com o plano de expor ao público quem o líder nazista realmente era. 

Fotografia de Hitler / Crédito: Divulgação 

 

Como dito antes, o futuro ditador foi aos poucos perdendo toda a compostura, e terminou gritando: "Essa é uma afirmação que nada pode ser provada!". Se referia à afirmação que o partido nazista desejava derrubar o Estado, o que não estaria de acordo com a legalidade. 

Sua birra não intimidou Litten, que havia trazido consigo um panfleto de propaganda do partido que falava em fazer uma revolução e “levar o parlamento ao diabo”. Essa foi apenas uma das evidências que o judeu levou ao tribunal naquele dia, deixando o futuro ditador gaguejando e “buscando convulsivamente por uma resposta", segundo jornais que relataram o caso no dia seguinte. 

“O que deixou Hitler furioso é que aqui está alguém levando-o com serenidade e calma através das evidências”, contou o historiador Laurence Rees em uma entrevista ao site da BBC em 2011. "Ele odeia esse tipo de argumento intelectual. Não é apenas o judaísmo de Litten. Se você fosse inventar uma pessoa que Hitler detestaria, seria ele."

Fim de sua vida

Principal entrada de Auschwitz, um dos mais conhecidos campos de concentração / Crédito: Wikimedia Commons

 

Quando os nazistas chegaram o poder na Alemanha, Litten foi um dos primeiros a serem capturados. Seus amigos o teriam aconselhado a deixar o país muito antes, mas o advogado foi teimoso: “Os milhões de trabalhadores não podem sair. Então eu devo ficar aqui também.”, teria dito ele. 

Foi assim que Hans, por ser preso político e judeu, passou 5 anos vivendo em campos de concentração, onde era tratado de forma especialmente cruel, uma vez que a rixa de Hitler com ele era conhecida pelos oficiais. Após tanto tempo de tortura e humilhação, Litten chegou a seu limite, tirando sua própria vida aos 34 anos de idade.

Apesar de sua morte, todavia, a figura do advogado judeu permanece como uma inspiração para aqueles que se opõe ao ódio, violência e intolerância. 


+Saiba mais sobre o tema através das obras disponíveis na Amazon

Secret Weapons: technology, science and the race to win World War II - https://amzn.to/2qKDrGQ

Hitler - Caixa - https://amzn.to/2Q6SpBt

A mente de Adolf Hitler: O relatório secreto que investigou a psique do líder da Alemanha nazista - https://amzn.to/2qCL8i5

Os fornos de Hitler: A história de uma sobrevivente de Auschwitz - https://amzn.to/2XdpXj3

Ascensão e queda do Terceiro Reich - https://amzn.to/2NAaLcs

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W