Matérias » Personagem

Hans Steininger, o prefeito que morreu por causa de sua própria barba

Famoso por ter pelos faciais de quase dois metros de comprimento, Hans é tratado como herói na cidade que foi berço de Adolf Hitler

Fabio Previdelli Publicado em 21/04/2020, às 06h00

Estátua de Hans Steininger, o prefeito que foi morto por sua própria barba
Estátua de Hans Steininger, o prefeito que foi morto por sua própria barba - Creative Commons

A pequena cidade austríaca de Braunau am Inn é frequentemente lembrada por ser o local de nascimento de Adolf Hitler. Entretanto, apesar desse fato insólito em sua história, as autoridades locais preferem que a pitoresca vila seja lembrada por algo mais leve e um tanto quanto bizarro. Afinal, foi lá que Hans Steininger foi morto pela própria barba.

Pouco se sabe sobre a vida do ex-prefeito da cidade que era querido pelo povo. Um dos únicos fatos concretos é que Steininger era famoso por ter pelos faciais que mais pareciam um espetáculo de quase dois metros, que pendia de seu rosto e terminava com duas tranças bifurcadas.

Monumento em Braunau am Inn dedicado a Hans Steininger / Crédito: Wikimedia Commons

 

Normalmente Hans mantinha sua barba enrolada e a guardava cuidadosamente em seu bolso, afinal, os anos de dedicação para mantê-la com um ótimo tamanho e uma boa aparência não poderiam ser jogados fora. Isso porque existia o risco dela se manter suja arrastando no chão ou com o perigo de alguém tropeçar nela.

Infelizmente, foi exatamente assim que Hans Steininger faleceu em uma fatídica noite de outono. Reza a lenda que, em 28 de setembro de 1567, um incêndio eclodiu na cidade, o que gerou pânico em muitas pessoas. Por ser o prefeito de Braunau am Inn, Hans estava no centro de toda a confusão tentando acalmar os ânimos dos moradores. Foi nesse momento que sua barba pulou de seu pequeno bolso.

É claro que, como a cidade estava pegando fogo, ele não teve tempo de enrolá-la e simplesmente tentou deixá-la fora de seu caminho. A solução foi eficaz até certo ponto. Faltavam poucos passos para ele se salvar, mas ao chegar ao topo de um lance de escadas, no meio do caos, acabou pisando e tropeçando em seu próprio pelo facial. Ao escorregar, caiu por todo o lance de escadas e acabou quebrando seu pescoço no processo.

Após seu trágico fim, os moradores ergueram um monumento ao prefeito em um grande relevo de pedra ao lado da Igreja de Santo Estevão. Entretanto, a gigantesca estátua de pedra não foi o suficiente e eles escolheram outra forma de manter sua memória viva.

A barba de Hans em uma longa caixa de vidro no histórico museu da cidade / Crédito: Wikimedia Commons

 

Antes de ser enterrado, Hans teve sua barba cortada e colocada numa enorme estante vidro no histórico museu da cidade, garantindo que tudo o que ele cultivou por anos não fosse esquecido. Os enormes pelos faciais, que são quimicamente preservados, já atraíram centenas de visitantes ao longo dos últimos 450 anos.


++ Conheça mais mortes bizarras por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

20 mortes incomuns e bizarras, de Editora Paciência (Ebook) - https://amzn.to/2yndIYN

Funerais de matar de rir: As tradições e praticas funerárias mais loucas, assustadoras e bizarras de todos os tempos, de Kathy Benjamin (Ebook) - https://amzn.to/3aaUcfe

Guia Mortes Misteriosas, de On Line Editora (Ebook) - https://amzn.to/34NQDL0

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W