Matérias » Personagem

Helen Morgan, a modelo forçada a renunciar o título de Miss Mundo

Dona de uma beleza única e de uma carreira promissora, a jovem teve de entregar sua coroa após se envolver em um escândalo

Pamela Malva Publicado em 16/07/2020, às 16h30

Helen Morgan em ensaio fotográfico
Helen Morgan em ensaio fotográfico - Divulgação/Youtube

O universo dos concursos de beleza é muito mais vasto do que parece. Muito além das competições regionais e nacionais, o mundo das disputas ainda conta com quatro grandes eventos, amplamente conhecido pelos entusiastas.

O maior deles, assistido por milhares de pessoas todos os anos, é o Miss Universo. Junto com ele, no entanto, existem mais três grandes concursos internacionais de beleza: o Miss Mundo, o Miss Internacional e o Miss Earth.

Diferentes entre si, tais competições são o sonho de muitas jovens modelos que anseiam pela coroa. Enquanto algumas se contentam com apenas um dos títulos, outras buscam conquistar as quatro grandes faixas premiadas.

Era nesse contexto que vivia Helen Morgan, uma modelo britânica nascida em Walsall, em setembro de 1952. Sem nunca ter sonhado com um título de miss, a jovem chegou às passarelas, mas sequer imaginou os obstáculos que encontraria em seu caminho.

Helen Morgan em categoria do Miss Mundo / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Recém-chegada

Nascida em uma família comum do Reino Unido, Helen não sabia qual profissão deveria escolher. Assim, na idade adulta, começou a trabalhar em um banco e, de vez em quando, participava de competições de modelagem.

Dessa forma, a bela jovem foi apresentada ao universo das misses. Em 1974, então, ela ganhou os títulos de Miss Wales e, em seguida, de Miss Reino Unido. Com a segunda coroa, representou o País de Gales no Miss Universo.

Dona de uma beleza inconfundível, Helen acabou ficando em segundo lugar na competição internacional. A vencedora, Amparo Muñoz, da Espanha, por sua vez, renunciou como Miss Universo antes do final de seu reinado. A coroa, no entanto, não foi transferida para a vice-campeã da Inglaterra, como era esperado.

Helen e mais duas competidoras esperando o resultado do Miss Mundo de 1974 / Crédito: Divulgação/Youtube

 

O amado pódio

Poucas semanas depois da derrota no Miss Universo, a jovem recebeu um convite da  Miss Reino Unido. Impossibilitada de participar do Miss Mundo, a modelo britânica queria que Helen representasse seu país na competição.

Sem pensar duas vezes, aos 22 anos, a jovem de Walsall aceitou o pedido e subiu no palco novamente, ainda em 1974. Dessa vez, no entanto, a participação de Helen fez com que ela chegasse ao topo do pódio, conquistando a tão sonhada coroa.

Agora vencedora do Miss Mundo, Helen sentia orgulho por ser a segunda mulher galesa a vencer o concurso. A alegria da modelo, no entanto, duraria muito menos do que o esperado e um imprevisto estava prestes a bater em sua porta.

Helen sendo coroada Miss Wales / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Coroa usurpada

Mãe de um bebê de 18 meses, Helen cumpria todos os pré-requisitos para a competição. Quando a mídia descobriu que ela era uma mãe solo, entretanto, a polêmica virou um escândalo e o nome dela estampou todos os jornais.

A fim de evitar mais embaraços, a organização do Miss Mundo decidiu que Helen teria de renunciar sua cora. Quatro dias depois do início do seu reinado, então, a jovem foi forçada a entregar sua faixa, graças às manchetes negativas.

Tudo piorou quando a esposa do pai do bebê de Helen concedeu entrevistas para os tablóides da época. A pressão aumentou e o Miss Mundo concedeu o título de campeã para Anneline Kriel, da África do Sul, que tinha ficado em segundo lugar.

Helen sendo coroada Miss Mundo, em 1974 / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Frustração e vida comum

Eternizada como a primeira vencedora do Miss Mundo a renunciar e a segunda a não terminar seu reinado, Helen abandonou os concursos. A jovem demitiu-se do banco onde trabalhava, manteve seus outros dois títulos e iniciou uma carreira como atriz.

Em meados dos anos 1980, Helen casou-se com Ronny Lamb e, junto do marido, mudou-se para Surrey. No condado, o casal teve mais dois filhos e, longe das passarelas, a mulher seguiu sua vida sem muitas preocupações.

Mais tarde, Helen disse adeus ao Reino Unido e viajou para a Espanha, onde vive com a família até hoje. Em 2004, a ex-miss voltou para o concurso de Miss Wales, agora como júri, e comemorou o trigésimo aniversário de sua vitória na competição.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Miss Universo: um Olhar Antropológico, de Ana Maria Fonseca de Oliveira Batista (2013) - https://amzn.to/347bQNI

The art of being your beautiful self, de Raquel Pelissier (2018) (eBook) - https://amzn.to/2DXSZdB

História social da moda, de Daniela Calanca (2008) - https://amzn.to/381XIcu

História da moda no Brasil: Das influências às autorreferências, de Joao Braga (2019) - https://amzn.to/2CvB28y

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W