Matérias » Drogas

De Marilyn Monroe a Edgar Allan Poe: 10 nomes históricos que eram dependentes químicos

Diversos personagens célebres da história mundial também tiveram que conviver com o vício

Alana Sousa Publicado em 07/10/2019, às 08h00

None
- Reprodução / Klimbim

10. Edgar Allan Poe (1809 – 1849)

Crédito: Wikimedia Commons

 

Foi uma das figuras mais importantes do movimento romântico americano. Considerado o pa” do gênero, muitas de suas obras lidavam com o terror e o macabro. Poe tinha um grande vício em álcool, o que leva historiadores a acreditarem que o hábito tenha ligação com sua misteriosa morte, que até hoje levanta teorias entre seus leitores.

9. Sigmund Freud (1856 –1939)

Crédito: Wikimedia Commons

 

O pai da psicanálise era um grande entusiasta da cocaína, recomendando seu uso para diversas doenças e sintomas. Freud sabia dos efeitos da droga como anestésico, e começou a fazer uso próprio para tratar sua depressão e crises de enxaqueca. Como resultado, Freud teria criado a teoria psicanalítica sob efeito da cocaína.

8. Ulysses S. Grant (1822 – 1885)

Crédito: Wikimedia Commons

 

O 18° presidente dos EUA, Ulysses S. Grant, era conhecido por ser um alcoólatra durante a Guerra Civil. Grant já havia sido disciplinado anteriormente enquanto estava no exército por beber em excesso, o que pode ter sido um fator determinante que resultou no vício do ex-presidente.

7. Marilyn Monroe (1926 – 1962)

Crédito: Wikimedia Commons

 

A lendária atriz americana é conhecida por suas performances e sua notável beleza. Entretanto, o lado triste de sua história era o vício em pílulas para dormir, para tratar uma insônia crônica. O vício resultou em sua morte por overdose de barbitúricos.

6. Aleister Crowley (1875 – 1947)

Crédito: Wikimedia Commons

 

Um dos mais famosos ocultistas do século 20 era um experiente usuário de drogas. Entre as substâncias que Crowley fazia uso estão heroína, mescalina, cocaína, maconha e álcool. Crowley descreveu suas experiências como sendo mágicas, e ficou conhecido por se rebelar contra a sociedade da Inglaterra Vitoriana.

5. Ernest Hemingway (1899 –1961)

Crédito: Wikimedia Commons

 

O escritor e ganhador do Prêmio Nobel era dependente do álcool. Viu seu vício se agravar nos seus últimos anos de vida, o que resultou em uma confusão mental e, posteriormente, depressão.

4. Stephen King

Crédito: Wikimedia Commons

 

O autor Stephen King escreveu várias das obras mais vendidas dos últimos tempos, entre elas It, O Iluminado e Cujo. Entretanto, além do sucesso, o vício em drogas o acompanha há anos. King já admitiu ter feito uso de cocaína, xanax, valium, álcool, tabaco e maconha. Afirmou em entrevista que usava tantas substâncias que não se lembra de ter escrito o livro Cujo.

3. Thomas Edison (1847 – 1931)

Crédito: Wikimedia Commons

 

O inventor americano fazia uso da cocaína. Edison utilizava a droga em forma de elixir enquanto trabalhava. Por vezes também bebia vinho misturado com cocaína.

2. Charles Dickens (1812 – 1870)

Crédito: Wikimedia Commons

 

O mais conhecido escritor do movimento romancista da Inglaterra Vitoriana, tinha o ópio como dependência. Chegando a frequentar tocas de ópio em Shadwell, Londres. Dickens morreu de derrame, que se acredita ter sido causado pela droga.

1. Benjamin Franklin (1706 – 1790)

Crédito: Wikimedia Commons

 

Um dos líderes da Revolução Americana fazia uso abundante do ópio e álcool. O que era para ser parte do tratamento de dor e outras doenças acabou deixando Franklin viciado.


Saiba mais sobre a vida desses artistas através das obras abaixo:

10. Edgar Allan Poe: o Mago do Terror,  Jeanette Rozsas - https://amzn.to/2VlAhnT

9. Freud: uma vida para o nosso tempo, Peter Gay - https://amzn.to/2o9EwHf

8. The Personal Memoirs of Ulysses S. Grant, Vários autores - https://amzn.to/31TJSVJ

7. Marilyn Monroe, Anne Plantagenet - https://amzn.to/2p2Joh6

6. A Magia de Aleister Crowley, Lion Milo Duquette - https://amzn.to/2okRxO8

5. As Cartas de Ernest Hemingway,  Sandra Spanier - https://amzn.to/30RIbGM

4. Stephen King - A Biografia, Lisa Rogak - https://amzn.to/33chD4J

3. Thomas Edison, Joan Stoltman - https://amzn.to/2oYHRc2

2. Charles Dickens: A Life, Claire Tomalin - https://amzn.to/2pSIkgt

1. Benjamin Franklin: Uma vida americana, Walter Isaacson - https://amzn.to/2OrPwuj

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.