Matérias » Entretenimento

Implicância e guitarra 'caseira': 5 histórias não tão conhecidas do Queen

Mesmo após décadas de popularidade, ainda existem certas curiosidades sobre a banda de rock que podem surpreender os fãs!

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/02/2021, às 10h28

Retrato do grupo Queen durante sessão fotográfica para o single 'Bohemian Rhapsody'
Retrato do grupo Queen durante sessão fotográfica para o single 'Bohemian Rhapsody' - Divulgação

A banda Queen conquistou e continua conquistando fãs ao redor do mundo desde a década de 70, quando decidiu se juntar. Nem a trágica morte de Freddy Mercury, dono da poderosa voz que dá vida às músicas, foi capaz de abalar o legado construído pelo grupo britânico. 

Prova disso foi o sucesso de bilheteria do filme Bohemian Rhapsody, longa de 2018 que narrou a trajetória da banda e principalmente de Mercury

Descubra na lista abaixo algumas histórias sobre os membros do Queen que não são tão divulgadas! 

1. Michael Jackson 

É inegável que o single “Another One Bites the Dust” foi um fenômeno global, permanecendo por exemplo 15 semanas no top 10 da Billboard, que destaca as músicas mais populares do momento.  

O que nem todo mundo sabe, todavia, foi o papel que Michael Jackson teve no lançamento dessa obra-prima do Queen. 

De acordo com o Huffpost, a banda não tinha certeza a respeito do que fazer com a música escrita pelo baixista John Deacon, no entanto, após um show o Rei do Pop foi até eles e afirmou que os artistas seriam “loucos” se não lançassem o single, dando assim um ponto final à questão. 

2. Princesa Diana 

Fotografia de Princesa Diana / Crédito: Divulgação/ Youtube 

 

No livro “The Power of Positive Drinking” (Ou, em tradução livre “O poder de beber positivamente”) que foi lançado em 2013 pela comediante Cleo Rocco, ela narra uma noitada em que foi no Vauxhall Tavern, um bar gay londrino, com Freddie Mercury e a Princesa Diana

Tudo teria começado mais cedo naquele dia, quando o grupo estava assistindo o sitcom “The Golden Girls”, de 1987, e o vocalista do Queen contou que iriam sair mais tarde para esse clube. 

Lady Di acabou interessada em sair com eles, porém, para não ser importunada por paparazzi, decidiu ir à caráter: vestida como um “excêntrico homem gay”, como foi descrito por Rocco. Já no Vauxhall Tavern, ela e Freddie teriam rido como “crianças travessas”. 

3. Guitarra

Fotografia de Brian May quando jovem / Crédito: Wikimedia Commons

 

Segundo o “Brian May Guitars”, o site oficial de venda de guitarras projetadas pelo músico do Queen, o épico instrumento que Brian usou durante seus 30 anos com a banda foi construído manualmente por ele mesmo, no decorrer de dois anos de trabalho. 

A famosa guitarra feita com esmero ganhou ainda um nome, que é familiar os fãs do grupo de rock: “Red Special”. 

4. A bicicleta 

Na letra da música “Bicycle Race”, o astro fala sobre o quanto gostaria de andar de bicicleta e sentir a liberdade proporcionada pelo ato de pedalar por aí. Todavia, segundo repercutido pelo Huffpost, o guitarrista Brian May revelou em uma entrevista que Mercury não estava falando bem a verdade nessa canção. 

Isso porque o cantor estaria interpretando um personagem que tinha essas vontades. Já ele próprio preferia se locomover no banco de trás de um carro da Rolls Royce - que é uma marca de automóveis de luxo. 

5. Implicância

Fotografia de Freddie Mercury em 1983 / Crédito: Getty Images 

 

Em uma entrevista de 1974 para o já extinto jornal “Melody Maker” que foi repercutida pelo The Guardian em 2014, Mercury descreveu o Queen de uma maneira peculiar, ao falar sobre como era a dinâmica dos membros: 

“Nós tendemos a trabalhar bem sob pressão, mas minha querida, somos a banda mais implicante da Terra. Você teria que passar alguns dias conosco para ver. Estamos nas gargantas uns dos outros! Mas também, embora discordemos, conseguimos tirar algo bom no final”, disse o lendário vocalista. 


+Saiba mais sobre Freddie Mercury e o Queen através de grandes obras disponíveis na Amazon:

Freddie Mercury: A biografia definitiva, Lesley-Ann Jones (2013) - https://amzn.to/2RGcM9q

Queen nos bastidores, Peter Hince (2012) - https://amzn.to/2slRCm9

Queen, Phil Sutcliffe (2011) - https://amzn.to/2Pat1tC

A Verdadeira História do Queen, Mark Blake (2015) - https://amzn.to/2EaAjaE

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W