Matérias » Personagem

Casamento atrás das grades e cadáver disputado: neste dia, em 2017, morria o lunático Charles Manson

O psicopata influenciou uma série de assassinatos cometidos por seguidores de sua seita, a Família Manson, nos anos 60

Giovanna Gomes Publicado em 19/11/2020, às 11h53

Charles Manson
Charles Manson - Divulgação

Neste dia, em 2017, morria Charles Manson, um dos nomes mais polêmicos dos EUA. Lider fundador da seita Família Manson, ele motivou uma série de assassinatos. Como consequência, passou meio século na prisão devido à gravidade de seus crimes ao lado de jovens que cometiam horrores. 

Charles Milles Maddox nasceu em novembro de 1934 em Cincinnati, no estado de Ohio. Sua mãe, Kathleen Maddox, era uma jovem de 16 anos na época em que ele nasceu. No livro, Manson in His Own Words, ele relata que, quando era criança, a mãe chegou a realizar a proposta de trocá-lo por uma caneca de cerveja a uma garçonete.

Foi devido à relação conturbada com Kathleen, que mais tarde o guru passou a utilizar o nome de seu padrasto, Manson. Desde jovem já apresentava uma personalidade polêmica.

Ao longo de sua juventude, Charles passou por diversos reformatórios até que, em 1951, foi preso pela primeira vez por indicação de um grupo de psiquiatras. Na prisão, conheceu sua primeira esposa, a garçonete Rosalie Jean Willis, com quem se casou em 1955.

Charles Manson jovem - Divulgação

 

Dessa união, nasceu Charles Manson Jr, que posteriormente mudou seu nome para JayWhite. Ele se suicidou em 1993 com um tiro numa estrada do Colorado. Jason Freeman, neto de Manson, afirmou em uma entrevista à CNN que o pai se suicidou pelo fato de ser filho de um assassino.

Em 1959, o lunático se casou novamente. Era Leona Stevens com quem teve um segundo filho, chamado Charles Luther Manson

Assassinatos

O líder da seita Família Manson e seus seguidores foram condenados por uma série de assassinatos cometidos entre julho e agosto de 1969, sendo o mais famoso deles o caso da atriz Sharon Tate, esposa do cineasta Roman Polanski, que foi apunhalada 16 vezes.

Sharon Tate - Wikimedia Commons

 

Ela estava grávida de oito meses à época, de modo que o bebê também perdeu a vida. Com o sangue da mulher, os assassinos escreveram a palavra "porco" na porta da casa onde ela vivia. De tudo faziam para espalhar o terror. O grupo tinha como objetivo provocar uma guerra racial na qual deveriam conquistar um mundo dominado por pessoas negras.

Assim, deveriam assassinar brancos ricos e influentes e, em seguida, colocar a culpa em grupos da resistência negra, como os Panteras Negras. A ideia de Manson surgiu após ele ouvir a canção Helter Skelter dos Beatles, que, para ele, continha um significado oculto que o psicopata dizia ter decifrado.

Prisão

Em 1971, Charles Manson foi inicialmente condenado à morte. Porém, no ano seguinte, a pena foi alterada para prisão perpétua, já que a Suprema Corte dos EUA decidiu abolir temporariamente a pena de morte. Durante o julgamento, o assassino tatuou a suástica nazista em sua testa.

Ao longo de quase cinco décadas, Manson passou os dias jogando xadrez, lendo a Bíblia, e defendendo o ambientalismo.

Por diversas vezes ele tentou obter liberdade, tendo apresentado seu último recurso no ano de 2012, o qual foi rejeitado. Ele somente poderia realizar um novo pedido em 2027, mas acabou morrendo bem antes da data.

No final de 2014, enquanto se encontrava na prisão, o assassino pediu autorização para se casar com uma mulher de 26 anos, Afton Elaine Burton. Eles conseguiram uma certidão de casamento, mas a união nunca ocorreu de fato. Segundo um jornalista, o casamento seria apenas uma manobra da mulher para que ela pudesse ficar com o corpo de Manson quando ele morresse. 

Morte

No dia 16 de novembro, o criminoso foi levado até o hospital Mercy, em Bakersfield, onde recebeu tratamento para uma doença que não foi informada. Três dias depois, as autoridades ligaram Debra Tate, irmã de Sharon Tate, informando que Manson havia morrido às 20:13 (horário local).

Durante os primeiros dias após a morte do assassino, nenhum familiar apareceu para reclamar o corpo e decidir sobre as questões relativas ao enterro. Contudo, para evitar que Manson fosse enterrado como indigente, seu neto, Jason Freeman, decidiu ficar com o corpo e bens do avô.

Nas próximas semanas, no entanto, várias pessoas apareceriam para disputar o corpo do psicopata. Além de Jason, Michael Brunner, Michael Channels, Matthew Lentz e a ex-noiva de Manson, Afton, decidiram entrar na briga.

Enquanto Channels alegava ser amigo de Manson, Brunner e Lentz afirmavam ser filhos dele e solicitavam um teste para reconhecimento da paternidade. O pedido de Lentz foi negado pelo juiz, uma vez que ele não queria a posse do corpo de Charles, mas apenas os bens materiais.

Devido a essa disputa, o corpo de Manson foi armazenado em uma câmara fria durante mais de três meses. Em março de 2018, a justiça definiu que o neto do assassino deveria ficar com seus restos mortais. Diante da decisão e com o objetivo de evitar que o corpo do avô fosse saqueado, Jason então optou pela cremação. Assim terminou a saga da disputa do corpo do lunático.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W