Matérias » Hollywood

Acusação de abuso e polêmicas: A controversa relação da atriz Joan Crawford com seus filhos

A icônica estrela era mãe de quatro crianças adotivas, e após sua morte, foi divulgado que o relacionamento materno era, no mínimo, questionável

Paola Churchill Publicado em 13/11/2020, às 15h00

Joan Crawford com sua filha mais velha, Christina
Joan Crawford com sua filha mais velha, Christina - Divulgação

Joan Crawford morreu em 1977, por conta de um câncer no fígado. No começo dos anos 80, sua filha adotiva Christina Crawford, lançava o livro Mamãezinha Querida (Mommie Dearest). O relato autobiográfico mostra como era a vida dela e dos irmãos sendo criados por uma das maiores estrelas do cinema americano.

Faye Dunavam em sua atuação em Mamãezinha Querida / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Segundo Christina, a estrela era uma mulher difícil que maltratava os pequenos, além de ser alcoólatra. Na biografia, a narradora sempre aparece na defensiva, afirmando que a matriarca da família tinha inveja dela. Não demorou muito para que a obra se tornasse um sucesso de vendas e foi feita inclusive, uma versão cinematográfica com direção de Fran Perry.

A película foi lançada pela Paramount Picture, curiosamente, esse foi o único dos seis grandes estúdios da Era de Ouro do cinema Hollywood que Crawford nunca trabalhou. A adaptação foi estrelada Faye Dunaway, e a mesma afirma arrependimento por ter interpretado a estrela.

A interpretação de Dunaway virou ícone da cultura camp e até hoje é uma das favoritas a serem imitadas pelas drag queens do mundo todo.  

Um dos trechos mais famosos mostra o acesso de fúria de Joan que teria espancado a menininha após encontrar um cabide arame em seu armário onde só eram permitidos cabides de madeira. Ela ainda afirma que a atriz só adotou os filhos para melhorar sua imagem, já que odiava todos eles.

A atriz com seus filhos: Christina, Christopher, Cynthia e Caty/ Crédito: Divulgação 

 

Todos seus primogênitos foram adotados, após diversas tentativas pelos métodos naturais. Existem rumores de que a ganhadora do Oscar não conseguia conceber uma criança devido aos diversos abortos no começo da carreira e ao chegar a uma idade mais avançada,a situação era irreversível.

Joan era conhecida por ser uma mãe rígida, passando diversas tarefas para os pequenos. Dizia que não queria que eles crescessem sendo mimados.

Os outros irmãos de Christina, Christopher e as gêmeas Cathy e Cindy negaram todas as alegações de abuso e ainda concluíram que na verdade, sua irmã mais velha estava com raiva por Crawford não ter deixado nada para ela em seu testamento. Então, como forma de vingança, decidiu escrever algo para manchar a imagem da matriarca da família.

Em contrapartida, alguns colegas de diva, como Betty Hutton, Hellen Hayes e o diretor Vicent Sherman (que dirigiu três filmes estrelados por ela) já presenciaram os filhos sendo maltratados pela atriz.

Christina foi casada três vezes e em 1981 sofreu um derrame, levou cinco anos para se recuperar completamente. Ainda hoje, faz acusações sobre sua mãe, incluindo que tenha matado seu marido Al Steele. Todas as revelações foram bombásticas na época, mas que agora são consideradas difamatórias.

Christopher sempre foi um pouco problemático, fugiu de casa diversas vezes em busca da mãe verdadeira. Aos 19 anos casou-se com uma garçonete e virou salva-vidas. Teve quatro filhos, mas não tinha nenhum contato com eles, alegando ainda que não sabia nem onde estariam. Recusou durante a vida inteira falar sobre o relacionamento materno. Morreu em 2006, aos 62 anos.

As gêmeas Cathy e Cynthia tiveram uma infância agradável. Crawford nunca escondeu que elas fossem adotadas. As duas foram as únicas herdeiras que constavam no testamento de Joan, herdaram inclusive o Oscar de melhor atriz da mãe que decidiram leiloar em 1993. Cynthia morreu em 2007 em decorrência de uma tuberculose e sua irmã segue viva até hoje. Os irmãos não se falavam após a morte de Joan.


+Saiba mais sobre o tema através das obras disponíveis na Amazon

My Way of Life: Joan Crawford (2017) - https://amzn.to/2VMvFto

The Lonely Life: An Autobiography (English Edition) (1962) - https://amzn.to/3cCHDf1

As Mais Famosas Atrizes de Hollywood: 1940 a 1960 - Parte 1: Audrey Hepburn, Ingrid Bergman, Grace Kely, Debora Kerr, Ava Gardner, Claudette Colbert e outras, de Americo Luis Martins da Silva ( 2019) - https://amzn.to/2TuO24E

O que é o cinema?, de por André Bazin e Eloisa Araújo Ribeiro ( 2018) - https://amzn.to/2TJssrR

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W