Matérias » Antiguidade

Antigamente, as pessoas realmente acreditavam que a Terra é plana?

Pelo Twitter, Olavo de Carvalho, astrólogo e guru político do presidente Bolsonaro, reascendeu a polêmica que nega o formato em globo da Terra. Entenda de onde veio essa teoria!

Lucas Vasconcellos Publicado em 30/05/2019, às 10h00

None
Crédito: Reprodução

Pelo Twitter, Olavo de Carvalho, astrólogo e guru político do presidente Bolsonaro, fez uma declaração polêmica sobre a corrente que defende a teoria de que a Terra é plana.

“Não estudei o assunto da terra plana. Só assisti a uns vídeos de experimentos que mostram a planicidade das superfícies aquáticas, e não consegui encontrar, até agora, nada que os refute”, afirmou Olavo em sua conta oficial.

Ao contrariar um conhecimento que é confirmado há séculos, o tweet de Carvalho gerou uma grande discussão nas redes sociais. Entretanto, a teoria não é recente. Na Idade Média acreditava-se que a Terra era um disco.

Conta-se que, já na Renascença, Cristóvão Colombo foi aconselhado a abortar suas atividades desbravadoras para não cair na borda do mundo. E é provável que existissem essas pessoas – assim como hoje. 

Se você perguntasse a algum aldeão isolado, talvez ouvisse essa resposta. É intuitivo, afinal – você pode andar em qualquer direção e tudo vai parecer igualmente “plano”.

Mas ninguém realmente educado da época de Colombo pensava assim: a forma da Terra já havia sido estabelecida quase 2 mil anos antes (veja abaixo). E as pessoas educadas da Idade Média sabiam isso. O modesto padre do vilarejo do aldeão hipotético saberia. 

Como relembra Chris Fleming, professor e pesquisador da Universidade de Western Sydney, já no século 5 os cristãos assumiram a posição oficial que nosso planeta era esférico.

Ele cita o exemplos no monge inglês São Beda (século 7), e o grande teólogo e filósofo Tómas de Aquino (século 13). O historiador da Universidade da Califórnia, Jeffrey Burton Russell, é taxativo: poucos eram os instruídos após o século 3 que acreditavam em terra plana.

Segundo Fleming, a lenda da Terra Plana na era de Colombo foi invenção do escritor Washington Irving (1783-1859), uma sátira à suposta estupidez supersticiosa medieval. “Muitas vezes estamos excessivamente ansiosos para reconstruir o passado - ou nossa versão do que foi o passado – e em nossas tentativas de nos sentirmos melhor sobre o quanto somos iluminados e quão ignorantes eram nossos predecessores, possíveis inverdades são propagadas”, afirma o historiador.

Terraplanismo ontem e hoje

O movimento terraplanista moderno surgiu em 1956, com a Flat Earth Society (Sociedade da Terra Plana), iniciada por Samuel Shenton e conduzido por Charles K. Johnson a partir de 1972.

Johnson, por exemplo, dizia que o Programa Apollo falsificou as imagens do espaço. E que a visão correta do mundo é a tradicional cristã – que, de acordo com ele, prega que a Terra é plana.

A Bíblia jamais diz que a Terra é plana. Mas alguns versículos dão a entender que seus autores acreditavam nisso. Por exemplo, no Livro de Jó, 38:12-13:

“Você já deu ordens à manhã ou mostrou à alvorada o seu lugar,
para que ela apanhasse a terra pelas pontas e sacudisse dela os ímpios?”

Uma Terra com pontas é plana, dizem os literalistas bíblicos. Mas a visão cristã mais tradicional cristã é que esse e outros versos são simplesmente metáforas. 

Não é impossível que o autor do livro de Jó, escrito, acredita-se, no século 7 a.C., acreditasse que a Terra era plana. 

Ao longo da civilização humana, diferentes culturas, em diferentes épocas, tiveram suas próprias visões de mundo como um disco ou calota, e nem todas podem ser facilmente resumidas com a expressão “Terra plana”. Nem a ideia de uma Terra plana é algo exclusivo do mundo ocidental.

Diversas concepções indianas, como hinduísmo e budismo, vinculam sua cosmografia a imagens botânicas, com a Terra sendo composta por quatro continentes cercando uma montanha.

Na China e no Japão, só foi no século 16, com a chegada dos ocidentais, que passou-se a entender a Terra como esférica. O antigo pensamento nórdico pregava que a Terra era plana e circular, cercada por um mar habitado por uma serpente gigante.