Matérias » Personagem

Há 478 anos, a rainha Catarina Howard era brutalmente executada acusada de trair Henrique VIII

A quinta esposa do monarca inglês foi declarada culpada de adultério aos 19 anos, sendo morta na Torre de Londres

André Nogueira Publicado em 13/02/2020, às 11h00

Catarina, quinta esposa de Henrique VIII
Catarina, quinta esposa de Henrique VIII - Wikimedia Commons

Um dos principais azares que alguém da nobreza britânica poderia ter era o de se casar com Henrique VIII, o infame monarca responsável pela execução de diversas esposas em sua jornada em busca de um primogênito. Uma jovem garota, Catarina Howard, foi uma delas, chegando a ser executada por adultério em 1542.

Catarina foi a quinta esposa do declarado Pior Rei da História da Inglaterra, e Rainha Consorte do reino por pouco mais de um ano. A menina casou-se com Henrique aos 17 anos e era prima de Ana Bolena, a segunda mulher do rei.

Filha de um casal relacionado com a nobreza do interior da Inglaterra, Catarina passou muito tempo sozinha quando criança. Quando o pai tornou-se governador de Calais, ela passou a morar com a avó, que não lhe dava muita atenção, permitindo que ela vivesse uma vida mais livre e tivesse relacionamentos amorosos precoces.

Henrique VIII / Crédito: Wikimedia Commons

 

Em 1539, ela se tornou aia da terceira esposa de Henrique VIII, Ana de Cleves, atraindo a atenção do rei que se encantou muito mais com Catarina do que com a própria esposa. Então, Henrique se divorciou e pediu a servente em casamento. Ataram a união em 1540.

Catarina era mimada e adorada em seu casamento, mas nunca encontrou verdadeira felicidade em sua relação com Henrique. Passou então a frequentar a cama de outros homens, em busca de satisfação. Um caso famoso foi o de Thomas Culpepper, cuja relação com a rainha não é clara, mas com quem trocou muitas cartas usadas mais tardes para incriminá-la de adultério.

Outro nome de peso na vida sexual de Catarina era Francisco Dereham, um antigo amigo dela com quem teve casos, mesmo quando ele se tornou secretário particular dela enquanto monarca. Porém, apenas depois de um ano de relacionamentos extraconjugais da rainha, Henrique VIII começou a suspeitar que a esposa se entretinha com outros homens. A partir de 1541, começou a investigar.

Desenho de Catarina Howard / Crédito: Wikimedia Commons

 

O mais bizarro é que Henrique recusou-se por um bom tempo a acreditar nas evidências do adultério de Catarina, preferindo acreditar na fidelidade da esposa. Porém, quando as cartas dela com Culpepper foram encontradas, o rei a retirou do cargo de consorte e mandou prendê-la na Abadia de Middlesex. Rapidamente, foi ordenado que seus amantes fossem executados.

Dizem que a ex-rainha passou um tempo de seu cárcere ensaiando sua própria execução, pois ela seria uma mulher bastante excêntrica e fútil, No início de 1542, deu-se início ao julgamento de Catarina, que era acusada de adultério e, por consequência, traição ao rei. Com pouco tempo de discussão, ela foi declarada culpada e executada na Torre de Londres em 13 de fevereiro de 1542.


+ Para saber mais sobre Henrique VIII:

As seis mulheres de Henrique VIII, Antonia Fraser, 2009 - https://amzn.to/2tNL9BV

A famosa história da vida do rei Henrique VIII: 30, William Shakespeare, 2016 - https://amzn.to/2S2wXNw

Os Ultimos Dias de Henrique VIII Conspirações, traições e heresias na corte do rei tirano, Robert Hutchinson, 2010 - https://amzn.to/2RznyxS

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.