Matérias » Oriente Médio

Neste dia, em 2006, Saddam Hussein era executado

Há 13 anos, o sanguinário mandatário do Iraque morria enforcado na mão de invasores ligados aos EUA. Imagens Fortes

André Nogueira Publicado em 30/12/2019, às 08h00

Saddam Hussein foi derrubado por forças estrangeiras
Saddam Hussein foi derrubado por forças estrangeiras - Getty Images

Saddam Hussein foi um ditador que comandou o Iraque por décadas, tendo liderado o país na guerra contra o Irã, nacionalizado os recursos naturais e encabeçado o genocídio curdo.

Seu governo foi derrubado após uma invasão estrangeira ilegal comandada pelos EUA em 2003, que, descumprindo decisões da ONU, tomou Bagdá sob a suposta alegação de que o país estava gerando armas nucleares.

Depois de um tempo desaparecido, Saddam foi encontrado maltrapilho, num buraco no chão, sendo preso pelas forças estrangeiras. Os EUA, então, condenam o ditador à morte por enforcamento, três anos após a invasão.

Saddam foi encontrado em situação deplorável / Crédito: Getty Images

 

Saddam foi enforcado num galpão fechado, gritando ofensas aos EUA, a Israel e ao Irã, enquanto seus antigos guardas debochavam de sua situação. Ele se recusou a ser encapuzado.

O tirano foi morto no dia 30 de dezembro, considerado Dia do Sacrifício nas festividades do Islã do Aid al Adha. Enquanto ele morria, testemunhas gritavam"Viva o ímã Baqr al Sadr!" e "Moqtada! Moqtada!", em referência a um opositor morto pelo regime ba’atista.

Os EUA fizeram a execução de Saddam de maneira sigilosa, porém, um vídeo amador foi feito e passou a circular na internet.

Segundo testemunhas, Hussein não demonstrou qualquer sinal de medo durante sua execução, que infringiu leis internacionais de soberania do Iraque. Antes de morrer, Saddam recitou uma oração a Allah, até que foi aberto o cadafalso.

Ditador desde 1979, o iraquiano estava morto, com o pescoço quebrado, às 6h10min. No iraque, os xiitas e cursos comemoravam dançando, enquanto a execução gerou uma onda de reprovação internacional.

A morte de Saddam Hussein expõe um dilema político importante: o fim de uma sangrenta ditadura se deu com a infração da soberania do país e o ditador foi morto na mão de uma invasão ilegal. Longe de ter sido derrubado pelo povo, Saddam, com sua morte, provou os males do imperialismo, mesmo quando ele destituiu um tirano.


+ Saiba mais sobre Saddam pelas obras abaixo:

1. Saddam Hussein: A Life From Beginning to End - https://amzn.to/37bRfdb

2. Saddam Hussein: A Political Biography - https://amzn.to/37lLdqH

3. Saddam Hussein: A Brief History of the "Butcher of Baghdad" - https://amzn.to/2PZuIdZ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.