Matérias » Personagem

Franz Reichelt: A missão suicida do homem que pulou da Torre Eiffel com asas de seda

Apesar de ter caído de uma altura de 45 metros, o impacto não foi a causa de sua morte

Daniela Bazi Publicado em 12/06/2020, às 08h00

Franz Reichelt com seu primeiro protótipo de paraquedas
Franz Reichelt com seu primeiro protótipo de paraquedas - Getty Images

No ano de 1911, um coronel do Aéreo Clube da França ofereceu aproximadamente 10 mil francos para aquele que conseguisse criar um paraquedas que não ultrapassasse 25 quilos. Foi então que o alfaiate Franz Reichelt decidiu criar seu protótipo, e provar sua eficiência pulando da Torre Eiffel.

O primeiro projeto envolveu a invenção de asas de seda que dobravam, sendo capazes de diminuir a velocidade e fazer um pouso tranquilo mas, infelizmente, tiveram que ser descartadas por estarem acima do peso permitido e serem grandes demais para caber em um avião.

O segundo protótipo levou o nome de traje paraquedas, que consistia em uma roupa padrão de voo, adaptado com um toldo de seda, botões e um forro de borracha. Inicialmente, todos os testes fracassaram, mas Franz acreditava ser apenas um problema de altura e decidiu ir mais alto.

A queda de Franz Reichelt / Créditos: Wikimedia Commons

 

Então, Reichelt passou a pedir a autorização ao Departamento de Polícia de Paris para que pudesse testar sua invenção no primeiro andar da Torre Eiffel. Franz foi rejeitado durante um ano até finalmente ser permitido, com a crença dos policiais de que o teste seria feito com bonecos. O que o homem não revelou é que ele mesmo pularia da torre.

Por volta das 8h da manhã do dia 4 de fevereiro de 1912, Franz Reichelt se encontrava no primeiro andar da Torre Eiffel, em uma temperatura de 0ºC, preparado para testar seu traje paraquedas.

No dia, diversas pessoas tentaram impedi-lo de cometer o ato, com o argumento de que ele estava em uma altura muito pequena para o paraquedas abrir. Em resposta, Franz disse “Vocês vão ver como meus 72 quilos e meu paraquedas darão a seus argumentos as mais decisivas negações”. Às 8h22 da manhã Franz pulou da torre.

Durante a queda, o paraquedas dobrou em torno de Reichelt e não diminuiu a velocidade, o fazendo cair 45 metros para o chão. O curioso é que o impacto não foi o que causou a morte de Franz. Segundo a autópsia o homem sofreu uma parada cardíaca ainda no ar e morreu antes de chegar ao chão.


+Saiba mais com as obras abaixo:

A Sensible Lunatic (English Edition) - https://amzn.to/2TaJqRl

Sobre o "caso Marie Curie": a Radioatividade e a Subversão do Gênero - https://amzn.to/2Tb8pnv

Birdflight as the Basis of Aviation: A Contribution Towards a System of Aviation - https://amzn.to/36JKWOb

Revolução, Política e Cultura em Alexander Bogdanov - https://amzn.to/2FP9KbX

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W