Matérias » Galeria

Franz von Bayros: O impactante sexo lésbico através da tela

A exposição Contos da Penteadeira tornou-se um clássico do erotismo no início do século 20

Alana Sousa Publicado em 29/08/2019, às 16h00

None
- Crédito: Franz von Bayros

Franz von Bayros foi um pintor e ilustrador austríaco, nasceu em 1866, e ao longo de sua vida criou mais de duas mil obras. Em 1911 expôs seu controverso portfólio intitulado Contos da Penteadeira, que reunia imagens eróticas de relações entre mulheres, além de figuras fantasmagóricas. A obra lhe colocou na prisão e posteriormente teve que se mudar da Alemanha, onde residia desde 1897.

Seu talento não foi reconhecido em vida — algo comum entre os grandes artistas que hoje são prestigiados —, encontrou o sucesso nos primeiros anos de carreira, com pinturas do movimento impressionista e naturalista.

A decadência veio após optar por focar suas obras em temas eróticos. A exposição Contos da Penteadeira foi alvo de censura, pelo preconceito da época, principalmente em relação ao sexo homoafetivo.

Voltou para sua terra natal, Viena, mas sempre considerou sua vida um exílio. Morreu de hemorragia cerebral em abril de 1924.

No dia da visibilidade lésbica, confira imagens da clássica exposição.

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros

 

Crédito: Franz von Bayros