Matérias » México

Isla de las Muñecas: O macabro ponto turístico mexicano

Fruto do enlouquecimento de um habitante local, a sórdida região está repleta de assustadoras bonecas penduradas que farão você perder o sono

André Nogueira Publicado em 26/12/2019, às 13h30

Uma cabeça de boneca assombrada olha sem vida para a câmera na Isla de las Muñecas
Uma cabeça de boneca assombrada olha sem vida para a câmera na Isla de las Muñecas - Getty Images

O distrito mexicano de Xochimilco é entrecortado por diversos canais onde passam pequenos barcos coloridos, flutuando entre chinampas — blocos de terra feitos artificialmente. Em meio às ilhas que formam o distrito, uma delas se destaca por ser uma das atrações turísticas mais bizarras do planeta.

Trata-se de uma ilha repleta de bonecas assustadoras. Danificadas e sujas, os brinquedos são colocados lá. Estão penduradas em árvores, depositadas no chão, encostadas pelas paredes e enterradas pelo solo. O macabro lugar foi apelidado de Isla de las Muñecas (Ilhas das Bonecas).

Uma massa de bonecas pendurada pregada em uma cerca na Isla de las Muñecas / Crédito: Getty Images

 

Esse curioso hábito começou com um fazendeiro local, chamado Don Julian Santana Barrera, um homem solitário, que quase não era visto pelos arredores de Xochimilco.

Em uma manhã, Julian fez uma descoberta trágica. Flutuava no rio, em volta de sua casa, o corpo de uma garota que, segundo lendas da década de 1920, brincava na ilha quando caiu na água e se afogou.

Julian ficou perturbado com o ocorrido. Pouco tempo depois, numa situação parecida, ele encontrou uma boneca flutuando sobre a água. O homem, então, pegou a boneca e a pendurou em uma árvore, como uma forma pessoal de demonstrar respeito à falecida e apoio a seu espirito.

Mas uma boneca apenas foi insuficiente. Julian começou a ser assombrado pelo espirito da menina, o que impulsionou a continuar coletando bonecas para pendurá-las pela ilha, às vezes inteiras às vezes em partes espalhadas, em uma estarrecida tentativa de agradar seu fantasma.

Esse curioso hábito começou com um fazendeiro local, chamado Don Julian Santana Barrera / Crédito: Wikimedia Commons

 

Segundo pessoas próximas a ele, parecia que Julian estava sendo conduzido impensadamente por alguma força invisível que o fez mudar radicalmente. A lenda conta que ele ficou traumatizado por ter sido incapaz de salvar a garotinha da morte.

Julian coletou mais de 1.500 peças de bonecas espalhadas pela ilha. A primeira, que deu início a tudo isso, ainda está na árvore em frente ao galpão de entrada do local, sendo apelidada de La Moneca.

Essa coleção logo se tornou uma completa obsessão, fazendo com que ele fosse atrás de mais lixos quando, raramente, saia de casa. Hoje, ele troca suas frutas e legumes caseiros por mais bonecas.


+ Para saber mais sobre o assunto: 

1. A Ilha das Bonecas Mortas - https://amzn.to/353TP3G

2. La Isla de las Muñecas: una Historia Concisa de la Isla y Leyenda - https://amzn.to/2ZoXKGS

3. Island of the Dolls: The Real Story of the Muñecas Project - https://amzn.to/2ryaM8C

4. La Isla de las Munecas: 6x9 120 Pages Blank Lined Journal Horror Story Writing - https://amzn.to/35YEpi5

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.