Matérias » Brasil

2021 marca os 20 anos do incêndio do Xuxa Park, tragédia que chocou o Brasil

O cenário era altamente inflamável e fez com que o fogo se espalhasse rapidamente

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/01/2021, às 00h00

O momento do incêndio
O momento do incêndio - Divulgação/ Youtube

Xuxa é, sem dúvida, um dos maiores nomes da história da televisão brasileira, e seu rosto, para muitas pessoas, remete diretamente à programas de auditório infantis. Foi inclusive neste capítulo de sua carreira que o Brasil se viu diante de uma tragédia eternizada na memória dos brasileiros.

Isso porque em 11 de janeiro de 2001era gravada uma nova edição do programa Xuxa Park, voltado para o público infantil. Exibido nas manhãs de sábado, misturava brincadeiras e apresentações musicais. 

Aquele quase foi um dia comum de gravações. Foi apenas nos minutos finais do programa que ocorreu o acidente trágico que transformaria os sorrisos das crianças ao redor de Xuxa em gritos. 

Isso porque um curto-circuito terminou por gerar um incêndio em meio ao cenário - que, como logo foi percebido pelos presentes, era todo feito de materiais altamente inflamáveis. “Nunca vi o fogo pegar tão rápido", comentou Paulo Netto, diretor do Xuxa Park, em entrevista à revista IstoÉ em 2001. “Mais cinco minutos e ela teria morrido”, completou, referindo-se à Rainha dos Baixinhos. 

A tragédia 

Trecho de gravação do programa mostrada pelo Jornal Nacional / Crédito: Divulgação/ Youtube 

 

No fim de todo programa, Xuxa se despedia entrando na réplica de uma aeronave nos fundos do cenário. Naquela que se tornou a última edição, ela cantava uma de suas músicas mais famosas, “Ilariê”, quando se deparou com o incêndio. 

As Paquitas, suas dançarinas, que ficavam mais ao fundo, foram as primeiras a repararem que algo fora do normal estava acontecendo. Elas pararam de dançar, alarmadas, e começaram a se afastar.

Algumas das crianças se levantaram, mas foi apenas depois que a própria Xuxa parou de cantar e começou a dizer para as pessoas saírem do local. Os que estavam presentes logo correram em direção às saídas de emergência. 

Vítimas 

Havia 300 pessoas no local naquele dia, sendo 200 delas crianças, e o restante adultos responsáveis por elas e funcionários envolvidos na produção do programa. Um dos seguranças, Leonilson de Oliveira, acabou se destacando por seu heroísmo naquele dia. 

Embora pudesse ter deixado o estúdio muito antes, decidiu voltar para resgatar os pequenos que ficaram para trás, como a pequena Thamires Gomes Valleja, de apenas 7 anos de idade, que por estar em cima da roda gigante aos fundos do cenário, não conseguia sair sozinha. 

Ela foi a última a ser resgatada, e teve 40% de seu corpo coberto por queimaduras de segundo e terceiro grau. Já Leonilson teve 100% de suas vias respiratórias comprometidas por exposição à fumaça. 

Os dois estavam entre as sete vítimas que saíram do incidente em estado grave. No total, 26 pessoas se feriram, sendo muitas delas crianças. A emissora Rede Globo financiou os cuidados médicos de todos. 

Outra imagem do incêndio que tomou o estúdio em segundos / Crédito: Divulgação/ Youtube 

 

Outras consequências 

O incêndio acabou fazendo com que o Xuxa Park não fosse mais exibido. Assim, os seis episódios que já estavam gravados na época nunca foram ao ar, em respeito às famílias das vítimas. A própria apresentadora, embora não tenha se ferido fisicamente, ficou muito abalada pelo episódio. 

Xuxa tem estado abatida, chora constantemente e não consegue dormir direito", contou a reportagem da IstoÉ da época. Ela visitou diversas vezes as vítimas, e teria também “rezado por elas”.

Relembre o momento do incêndio abaixo.


+Saiba mais sobre a televisão brasileira através de grandes obras disponíveis na Amazon:

A Hollywood Brasileira: Panorama da Telenovela no Brasil, de Mauro Alencar (2002) - https://amzn.to/2I4p05S

Biografia da televisão brasileira, de Flávio Ricco e José Armando Vannucci (2017) - https://amzn.to/2I33IoX

101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil, de Patrícia Kogut (Ebook) - https://amzn.to/2T6sZF0

Almanaque da telenovela brasileira, de Rodolfo Rodrigues (Ebook) -https://amzn.to/2TrzzFn

Prólogo, ato, epílogo: Memórias, de Fernanda Montenegro (2019) - https://amzn.to/2PAEbI6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W