Matérias » Curiosidades

O peculiar livro que previu o desastre do Titanic — mais de dez anos antes da tragédia

O Naufrágio do Titan: Além da premonição, coincidências assustadoras cercam um dos maiores acidentes marítimos de todos os tempos

Fabio Previdelli Publicado em 25/12/2020, às 09h00

A icônica cena do filme Titanic (1997)
A icônica cena do filme Titanic (1997) - Divulgação/Paramount Pictures

Todos conhecem a história do Titanic, o navio britânico que naufragou em sua viagem inaugural e acabou sendo responsável pela morte de centenas de pessoas. A narrativa ficou ainda mais famosa depois que Leonardo Di Caprio protagonizou o filme homônimo baseado na tragédia.

Com a direção de James Cameron, o longa conquistou 11 estatuetas do Oscar – incluindo melhor filme e melhor diretor – e ainda possui uma das maiores bilheterias da história do cinema.

No entanto, uma das maiores curiosidades sobre o caso é desconhecida de grande parte do público. E não, não estamos falando do porquê a Rose não abrigou o Jack em seu destroço do barco que ficou a deriva no meio do Atlântico Norte.

Ilustração do Titanic afundando, por Willy Stoewer / Crédito: Getty Images

 

14 anos antes do acidente, em 1898, o escritor Morgan Robertson lançou o conto Futility, or the Wreck of the Titan – que no Brasil foi publicado pela editora Vermelho Marinho com o nome de Futilidade ou o Naufrágio do Titan – no qual relata a história do transatlântico Titan que afunda no Atlântico Norte depois de bater em um iceberg.

Tá, mais é só isso? Claro que não, as coincidências estão só começando.

Se não bastasse o enredo premonitório, algumas características das embarcações são praticamente iguais. A primeira entre as coincidências é o nome do capitão, nas duas ocasiões ele se chama Smith. O mês em que os acidentes aconteceram também é o mesmo, em abril.

Outros detalhes técnicos também são bem próximos uns dos outros, como comprimento do navio, velocidade em que ele navegava, número de botes e compartimentos à prova d’água, até mesmo o número de vítimas são parecidos.

 A diferença entre os enredos é com o que aconteceu no pós-acidente. No livro, depois de sobreviver à colisão, o ex-oficial da Marinha Inglesa John Rowland passa por uma série de aventuras, inclusive lutando com um temeroso urso polar. Bem, talvez nessa parte o autor possa ter sonhado demais. O que justifica a obra só ganhar notoriedade após o naufrágio do navio verdadeiro.

Capa do livro Futilidade ou o Naufrágio do Titan / Crédito: Divulgação

 

Mas será que nenhuma outra pessoa escreveu um enredo parecido? Em 1892, o jornalista inglês William Thomas Stead seguiu os mesmo passos da história, que ganhou o nome de “From the Old World to the New”, mas nessa versão o barco que se chama Magestic recolhe os sobreviventes de outro navio que havia colidido com o iceberg. Vinte anos depois, ele partiu da Inglaterra para um congresso de Paz nos Estados Unidos, mal sabia que embarcara em sua última viagem. Ele estava à bordo do Titanic.

Foto de William Thomas Stead / Crédito: Wikimedia Commons

 

O último caso de coincidência envolvendo o acidente marítimo mais conhecido da história aconteceu em 1935. Nesse ano, o cargueiro Titanian transportava carvão da Inglaterra para o Canadá. O marinheiro responsável pela vigia era William Reeves.

À medida que o barco se aproximava do local que o Titanic afundou, Reves disse ter um pressentimento que deveria mandar parar o barco. De início, ele hesitou, mas se lembrou que nasceu no mesmo dia que o Titanic afundou e com isso mandou parar o barco. Tal ato evitou uma colisão da embarcação com icebergs que estavam mais adiante do trajeto. Coincidência?


+Saiba mais sobre o naufrágio do Titanic através das obras disponíveis na Amazon 

Titanic. A Verdadeira e Trágica História e os Atos de Heroísmo de Seus Passageiros, de Rupert Matthews - https://amzn.to/2JFJ4fW

Titanic: Minuto a minuto, de Jonathan Mayo - https://amzn.to/34kLDfd

Titanic - a história completa, de Philippe Masson - https://amzn.to/2NvHZbF

Titanic, Vários autores - https://amzn.to/2pHYKIF

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du