Matérias » Entretenimento

O antigo — e polêmico — relacionamento do Bill Wyman, baixista dos Rolling Stones, com Mandy Smith, de 13 anos

A controversa relação da estrela, ocultado da imprensa, acabou em um casamento badalado

Wallacy Ferrari Publicado em 15/02/2020, às 10h00

Bill Wyman e Mandy Smith na escadaria da igreja onde o casamento foi realizado
Bill Wyman e Mandy Smith na escadaria da igreja onde o casamento foi realizado - Getty Images

Não é de hoje que um membro dos Rolling Stones tem um relacionamento polêmico: Mick Jagger propôs um ménage entre Rod Stewart e a então esposa, Bianca Jagger.

Posteriormente, Angie Bowie afirmou que Mick foi o motivo de sua separação com David Bowie: “Flagrei-o na cama com David e estavam nus”, contou em entrevsta The Sun. O guitarrista Keith Richards também não fica de fora; conheceu a atual esposa durante seu relacionamento anterior. Mas esses não foram os piores exemplos.

O baixista Bill Wyman seguiu os passos dos companheiros: chamou atenção da imprensa internacional com seu relacionamento amoroso com Mandy Smith. O relacionamento foi anunciado e oficializado quando a modelo completou 18 anos, quando foi pedida em casamento, mas foi iniciado cinco anos antes, quando ambos de conheceram no London's Lyceum Ballroom, em 1984.

Na ocasião, Wyman disse a Smith que “não sentia uma martelada tão forte há tanto tempo” quando a viu. Desde então, passou a indicar a jovem para diversos trabalhos, o que a aproximou.

No ano seguinte, aos 14 anos, eles tiveram seu primeiro relacionamento sexual, configurando crime no Reino Unido, onde a idade mínima é de 16 anos. Sua irmã, quando soube, fez uma denúncia. A polícia convidou o baixista para depor; ele confessou ter feito sexo com uma menor, mas foi liberado sem nenhum tipo de detenção.

Bill Wyman e Mandy Smith anuncia o casamento para a imprensa - Brendan Monks/Daily Mirror/Mirrorpix/Getty Images

 

Em 1989, o casal foi ao programa de televisão de Terry Wogan para anunciar o casamento. A cerimônia aconteceu com a massiva presença da mídia que, de acordo com Smith, em entrevista ao Daily Mail em 2010, “lhe tratavam como lixo”. A lua de mel já foi o primeiro motivo de briga: a mãe de Mandy decidiu se juntar ao casal para averiguar se a viagem ocorria de maneira saudável.

O relacionamento durou dois anos, com um divorcio amigável que se encerrou em  1993, rendendo 580 mil euros para Smith. Em entrevista no documentário “The Quiet One”, em 2019, Bill disse que se arrepende do casamento e justifica que foi causado por pura estupidez por parte dele: “Era do coração. Não era luxúria, que as pessoas estavam vendo. Eu era realmente estúpido. para pensar que poderia funcionar. Ela era jovem demais. Eu senti que ela tinha que sair e ver a vida um pouco” afirmou o baixista.