Matérias » Personagem

Tendências sadomasoquistas e vícios sexuais: o casamento insano da soberana britânica Caroline Matilde e Christian VII da Dinamarca

Tornar-se monarca por meio do matrimônio, aos 15 anos de idade, resultou em vida de infelicidade

Vanessa Centamori Publicado em 05/03/2020, às 08h00 - Atualizado às 09h00

Caroline Matilde, que tornou-se rainha aos 15 anos de idade
Caroline Matilde, que tornou-se rainha aos 15 anos de idade - Wikipedia Commons

Quando tinha apenas 15 anos de idade, a até então princesa Caroline Matilde, da Grã Bretanha, se casou com o Rei Christian VII, em um compromisso nada mais do que político para tornar-se rainha.

O acordo foi tão pouco afetuoso que foi consagrado por procuração - e a moça que era alteza real nem se quer esteve presente na cerimônia. Para representá-la, foi em seu lugar o irmão, Duque de York. 

Matilda chorou muito enquanto a ocasião ocorria à distância e seu outro irmão, chamado de príncipe William, teria quase desmaiado. Um segundo casamento, dessa vez presencial, para oficializar de vez a união da monarca com Christian VII, aconteceu só depois de um pouco mais de um mês, no dia 8 de novembro de 1766, em Copenhage, atual capital da Dinamarca. 

Como resultado, a princesa tornou-se rainha da nação, mas infelizmente não encontrou nenhum tipo de felicidade matrimonial. O seu cônjuge,Christian VII, sofria de distúrbios mentais severos que acabaram desgastando não só o casamento, como afastando os laços de Caroline Matilda com os demais membros da corte real.

Christian VII tinha vícios sexuais extremos e sofria com episódios de paranoia e mudanças de humor repentinas. Matilda logo descobriu que parte do comportamento do seu marido incluía se masturbar no banheiro com um retrato feito dela. 

Não por acaso, o Rei havia adquirido gosto por prostitutas, licor e más companhias desde muito novo. Durante à noite, ele andava com seus amigos pelas ruas de Copenhage destruindo lojas e bordéis. 

O Rei Christian VII em pintura do século XVIII/ Crédito: Wikipedia Commons 

 

O monarca também tinha uma enorme fascinação por execuções públicas - ele chegou a assistir dezenas delas. Mesmo com essas tendências sadomasoquistas visíveis, a população fora dos círculos da realeza nunca imaginou por quase 40 anos que o rei pudesse ser lunático ( muitos pensavam que na verdade ele era mantido como prisioneiro ou estava sendo maltratado). 

Não bastasse as loucuras do rei, o casamento entre Caroline Matilde e Christian VII sofreu bem mais quando um terceiro elemento entrou em cena. Um triângulo amoroso começou quando a rainha quis cuidar da saúde e conheceu o médico alemão Johann Friedrich Struensee. Um affair se iniciou entre o doutor e Matilde, em 1771. 

Devido ao adultério, a vida da monarca virou de ponta cabeça. No outono dinamarquês do próximo ano ela foi presa pela traição amorosa. Seu casamento com Christian VII foi desfeito e Matilde foi deportada, tendo que passar os últimos dias de sua vida em um castelo em Celle, na Alemanha.


++Saiba mais sobre o casamento de Caroline Matilde e Christian VII através das obras abaixo

A Queen of Tears, Caroline Matilde, Queen of Denmark and Norway and Princess of Great Britain and Ireland Volume 2, de Wilkins William Henry (1831) - https://amzn.to/3cscv1X

Christian VII.: Ein Narr auf dem Thron von Dänemark ( versão alemã, 2019) - https://amzn.to/32QG7Bo

O amante da rainha ( 2012) Prime Video, Dirigido por Nikolaj Arcel 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.