Matérias » Bizarro

A bizarra história real de Annabelle, a boneca amaldiçoada

Acusada de possessão demoníaca e pelo menos duas experiências de quase morte, o objeto maldito permanece até hoje no Museu dos Warren

Fabio Previdelli Publicado em 09/04/2020, às 12h00

Annabelle no filme de mesmo nome, lançado em 2014
Annabelle no filme de mesmo nome, lançado em 2014 - Divulgação

Ela está sentada em uma caixa de vidro com um instigante sorriso instigante e os cabelos tingidos de vermelho. Para os desinformados, ela pode parecer como qualquer outra boneca Raggedy Ann de tamanho grande que foi produzida no século 20, mas Annabelle é tudo menos isso.

Embaixo da caixa — que tem uma inscrição atalhada à mão com uma oração — há uma simples placa branca que diz: Warning, positively do not open. Ela já foi acusada de possessão e pelo menos duas experiências de quase morte. Obviamente, tamanho fascínio pelo sinistro brinquedo inspirou uma franquia milionária.

Mas o conto assombrado é real? Annabelle serviu mesmo como hospedeira para um espírito demoníaco em busca de um anfitrião humano, ou ela é simplesmente um brinquedo de criança usado como suporte para uma franquia de histórias de fantasma extremamente lucrativa?

A REAL HISTÓRIA DE ANNABELE

Embora não compartilhe da mesma pele de porcelana e características naturais de sua representação cinematográfica, a boneca Annabelle, que vive no museu oculto de Ed e Lorraine Warren, é ainda mais assustadora por sua simplicidade.

As feições costuradas da boneca, incluindo seu meio sorriso e nariz triangular laranja brilhante, evocam lembranças de brinquedos infantis mais simples, embora os Warren garantissem que os fortes avisos rabiscados na caixa de vidro são mais que necessários.

Muitos acreditam que Annabelle seja responsável por duas experiências de quase morte, um acidente fatal e uma série de atividades demoníacas que duraram quase 30 anos. A primeira dessas assombrações remonta, supostamente, a 1968, quando a boneca ainda era nova em folha.

Annabelle no museu dos Warren / Crédito: Wikimedia Commons

 

A história foi contada aos Warrens por duas jovens e depois foi recontada pela dupla por diversas ocasiões. Segundo os relatos, o objeto foi presente de aniversário de uma mãe para sua jovem filha enfermeira de apenas 28 anos. Aparentemente emocionada com o mimo, Donna (ou Deirde, dependendo da fonte), levou o regalo para o apartamento que compartilhava com uma colega chamada Angie.

No início, a boneca era um acessório agradável, sentada na sala e cumprimentando os visitantes. No entanto, em pouco ente, as duas passaram a relatar que Annabelle parecia se mover por vontade própria. Como uma vez que Donna a deixou no sofá quando saiu para trabalhar e quando regressou ela estava jogada em sua cama no quarto, que estava com a porta trancada.

Além do mais, as duas costumavam encontrar anotações deixadas em toda a casa, dizendo “me ajude”. Os recados eram escritos em papel vegetal, material que elas alegaram que não guardavam em casa.

Fora que o namorado de Angie, conhecido como Lou, estava sozinho no apartamento quando ouviu um farfalhar no quarto de Donna. Ele pensou que alguém tivesse invadido o local, mas descartou a possibilidade quando não encontrou nenhum sinal de entrada forçada. Mesmo assim, quando entrou no quarto, se deparou com Annabelle deitada de bruços no chão.

Imediatamente, ele sentiu uma dor latejante em seu peito e ao olhar para baixo, viu marcas de garras ensanguentadas correndo por ele. Dois dias depois, eles desapareceram sem deixar rastro.

Após a experiência traumática de Lou, as duas concordaram em convidar uma médium para ajudar a resolver seu problema aparentemente espiritual. A médium realizou uma sessão espírita e disse às mulheres que a boneca era habitada pelo espírito de uma criança falecida chamada Annabelle, cujo corpo havia sido encontrado anos antes no local onde o prédio foi construído.

A médium afirmou que o espírito era benevolente e simplesmente queria ser amado e cuidado. As duas jovens enfermeiras se sentiram mal pelo espírito e consentiram em permitir que ela residisse permanentemente na boneca.

Porém, para os Warrens, foi aí que começaram os problemas das jovens. Eles acreditam que realmente havia uma força demoníaca na boneca que estava em busca de um hospedeiro humano.

Entretanto, as jovens enfermeiras ainda não tinham conhecimento das pretensas intenções do demônio. Na tentativa de livrar sua casa do espírito da boneca Annabelle, eles chamaram um vigário episcopal, conhecido como padre Hegan. Hegan contatou seu superior, um padre Cooke, que alertou os Warrens.

Imediatamente, os Warrens alegaram saber o que estava acontecendo. Eles notaram todos os sinais de possessão demoníaca, incluindo teletransporte (a boneca se movendo por conta própria), materialização (as anotações e papel vegetal) e a marca da besta (gravados no peito de Lou).

Os Warren, posteriormente, ordenaram que o exorcismo do apartamento fosse realizado pelo padre Cooke. Então, eles levaram Annabelle para fora do apartamento e para seu local de descanso final no Museu Oculto, na esperança de que seu reinado demoníaco finalmente terminasse. Porém, mais tarde eles afirmariam que estavam errados.

OUTRAS ATIVIDADES PARANORMAIS

Após a remoção do apartamento de Donna e Angie, os Warrens notaram várias outras experiências paranormais envolvendo a boneca — as primeiras minutos depois que ele a tomaram como posse.

[Colocar ALT]
Lorraine Warren com Annabelle em seu colo / Crédito: Wikimedia Commons

Após o exorcismo do apartamento das enfermeiras, os Warrens prenderam Annabelle no banco de trás do carro e juraram não pegar a estrada, caso a boneca ainda tivesse algum tipo de poder, isso seria muito perigoso para eles. No entanto, mesmo as estradas secundárias mais seguras se mostraram arriscadas demais para o casal.

No caminho para casa, Lorraine alegou que os freios pararam ou falharam várias vezes, o que quase resultou em um desastroso acidente. Lorraine afirmou que, assim que Ed tirou a água benta de sua bolsa e colocou a boneca nela, o problema com os freios desapareceu.

Ao chegarem em casa, Ed e Lorraine colocaram a boneca no escritório. Lá, eles relataram que a boneca levitou pela casa. Mesmo quando colocados no escritório trancado em um prédio externo, os Warrens alegavam que ela apareceria mais tarde dentro da casa.

Então, os Warrens decidiram prender Annabelle definitivamente. Eles construíram uma caixa de vidro e madeira especialmente fabricada, sobre a qual inscreveram algumas orações. Pelo resto da vida, Ed repetia periodicamente uma prece obrigatória sobre a caixa, garantindo que o espírito sinistro e a boneca permanecessem calmos e presos.

Desde que foi presa, Annabelle não se moveu novamente, embora seja alegado que seu espírito encontrou maneiras de alcançar o plano terrestre. Certa vez, um padre que estava visitando o museu dos Warrens pegou a boneca e desconsiderou suas habilidades demoníacas.

Ed avisou o padre sobre zombar dos demônios de Annabelle, mas o jovem padre riu dele. No caminho para casa, o sacerdote se envolveu em um acidente quase fatal que totalizou seu carro novo. Ele alegou ter visto Annabelle em seu espelho retrovisor pouco antes do acidente.

Ao longo dos anos, os Warren continuaram a narrar esse e outros contos como prova dos horríveis poderes da boneca, embora nenhuma dessas histórias pudesse ser corroborada — afinal, o nome do padre nunca foi revelado e nem Donna ou Angie apresentaram suas versões da história. O mesmo aconteceu com os padres Cook e Hegan, que nunca mais mencionaram a sessão de exorcismo.

Embora Ed e Lorraine Warren tenham morrido, o legado dos dois foi continuado por sua filha Judy e seu marido Tony Spera. Até sua morte, em 2006, Ed Warren considerava Spera sua demonologia protegida  a quem confiou a continuação de seu trabalho, que incluía cuidar de seus artefatos ocultos, incluindo Annabelle.

Ed Warren morreu em 23 de agosto de 2006 e Lorraine em 18 de abril de 2019 / Crédito: Getty Imagens

 

Apesar de nunca provado as verdadeiras façanhas da boneca demoníaca, Annabelle continua mexendo com o imaginário de quem a visitou ou assistiu os filmes que foram inspirados em sua história.


+Saiba mais sobre Annabelle e os Warren através de obras disponíveis na Amazon

1. Ed & Lorraine Warren: Vidas Eternas - https://amzn.to/2Nir505

2. Ed & Lorraine Warren: Lugar Sombrio: Segundo livro de Ed & Lorraine Warren aprofunda a pesquisa do sobrenatural - https://amzn.to/330GQzy

3. Ed & Lorraine Warren - Demonologistas: Arquivos Sobrenaturais: - https://amzn.to/2PBvePF

4. Invocadores do Mal - https://amzn.to/2Wn0vqK

5. Annabelle (filme) - https://amzn.to/2Nj1Pqp

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W