Matérias » Sexo

Revista Sex: A dose mensal de nudes, erotismo e tabus nos Loucos anos 1920

Em um dos maiores períodos de liberdade artística da história, a publicação buscava discutir assuntos picantes e publicar corpos nus

Pamela Malva Publicado em 28/12/2019, às 12h00 - Atualizado às 18h00

Toward sea and sky, uma das fotos publicadas na revista
Toward sea and sky, uma das fotos publicadas na revista - Reprodução/Revista Sex

Com o mundo se recuperando da Primeira Guerra Mundial e da gripe espanhola, os anos 1920 vieram como um período de renovação e efervescência. Estados Unidos, alguns países da Europa e o Brasil viviam um momento de liberdade artística pouco conhecido anteriormente.

De um lado, o dadaísmo e o surrealismo surgiam, surpreendendo pessoas desavisadas; do outro, as comédias de Chaplin conquistaram o público e o jazz e o blues cresceram. A Art Deco dominava a arquitetura e o Brasil vivia a Semana de Arte Moderna de 1922.

Foi nesse contexto dos Loucos anos 20 que nasceu a revista Sex, uma publicação norte-americana, quase uma avó da Playboy. Entre nudes — cliques de pessoas posando nuas — e fotos eróticas, o veículo tentava discutir assuntos picantes e levemente polêmicos.

Em suas capas, era comum encontrar chamadas para matérias como “chantagem legal” e “homens e mulheres podem ser amigos?”. No recheio, em contrapartida, a maioria das fotos publicadas era de mulheres nuas ou seminuas, em poses sensuais e legendas cômicas.

Prometendo conteúdos de arte, beleza, romance e filosofia, a publicação era mensal. Confira algumas das capas e fotos impressas pela revista:

Capas de dezembro de 1926 e fevereiro de 1927, respectivamente / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 

Capas de setembro e novembro de 1926, respectivamente / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 

Fotos eróticas publicadas em páginas inteiras / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 

Variação de nudes publicadas na revista / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 

Fotos de Orville Stamm, o homem mais forte do mundo é um dos poucos publicados / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 

Outras fotos que exploravam a nudez e os corpos femininos / Crédito: Divulgação/Revista Sex

 


+Saiba mais sobre nudez e sexualidade através dos anos com os livros abaixo

1. Relações étnico-raciais, de gênero e sexualidade, Aparecida de Jesus Ferreira (2014) - https://amzn.to/2t4AzFK

2. The Renaissance Nude, editado por Thomas Kren, Jill Burke e Stephen J. Campbell (2018) - https://amzn.to/35WHr6F

3. Ascensão e queda de Adão e Eva, Stephen Greenblatt (2018) - https://amzn.to/2MydhiB

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.