Matérias » Bizarro

Sem encanto nem magia: Fatos bizarros sobre os parques da Disney

Inaugurado há 48 anos, o Disney World encanta milhares de pessoas — e guarda histórias tenebrosas

Letícia Yazbek e Alana Sousa Publicado em 01/10/2019, às 15h30

None
- Reprodução

Aberto em 1 de outubro de 1971, o Disney World atrai cerca de 40 milhões de turistas por ano. O Magic Kingdom foi o primeiro parque a ser inaugurado, e segue sendo até hoje o mais procurado pelos visitantes.

Ao longo dos anos, foram criados outros parques no resort, entre os quais Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom.

No entanto, muitos fatos bizarros marcaram a existência do mágico Disney World. Confira abaixo.

Richard Nixon, durante o discurso em 1973 / Crédito: Reprodução

 

1. Nenhum presidente dos Estados Unidos foi tão ligado à Disney quanto Richard Nixon. Visitante frequente dos parques, ele protagonizou um momento inesquecível no Walt Disney World Contemporary Resort. Em 17 de novembro de 1973, enfrentando o escândalo de Watergate, ele proferiu o famoso discurso “Eu não sou um bandido”.

2. Conhecido como um lugar de felicidade e diversão, a Disney já se mostrou o oposto para seus funcionários. Em 2010, após uma mudança na administração que aumentou a carga de trabalho, dois funcionários cometeram suicídio. Um deles, antes de se enforcar, rabiscou uma mensagem na parede: “Não quero voltar para a casa do Mickey”.

Em outra ocasião, gerentes descobriram que os trabalhadores estavam se referindo ao parque como Mousewitz, uma alusão ao campo de concentração de Auschwitz. Com a proibição do apelido, eles passaram a usar outro: Duckau, uma junção de Donald Duck e do campo de Dachau.

Cerca de 200 gatos caçam roedores no parque / Crédito: Reprodução

 

3. Quando os parques se fecham, centenas de funcionários começam um trabalho árduo para limpar a sujeira deixada pelos visitantes. Entre mergulhadores que coletam o lixo jogado nas atrações aquáticas e trabalhadores que varrem e desgrudam os chicletes das calçadas, gatos selvagens também ajudam na limpeza.

Cerca de 200 animais andam pelos jardins após o pôr-do-sol, caçando roedores. Os gatos são bem cuidados pela equipe de funcionários da Disney, e há locais com comida espalhados pelo resort.

4. Os Beatles se separaram em 1970, mas as disputas judiciais permaneceram até 1974. Tudo terminou oficialmente em 29 de dezembro, quando John Lennon, em uma viagem ao Walt Disney World Polynesian Resort com a família, finalmente assinou a papelada que separava os membros da banda para sempre.

Kim Jong-Un em um parque de diversões em Pyongyang, Coreia do Norte / Crédito: Reprodução

 

5. O atual governante da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, visitou com seu irmão Kim Jong-Chul, a Disneyland Tóquio, quando eram crianças, usando identidades falsas. Anos depois, em 2001, seu irmão mais velho, Kim Jong-Nam, foi pego tentando entrar no Japão para visitar o parque usando um passaporte da República Dominicana.