Matérias » Pré-História

Humanos pré-históricos competiram com hienas, lobos e ursos para dormir em cavernas

Segundo estudo, nossa espécie lidava com animais ferozes para encontrar abrigo

Joseane Pereira Publicado em 27/09/2019, às 08h00

Suposta feição do Homo Denisovan
Suposta feição do Homo Denisovan - Reprodução

Um estudo indicou que humanos pré-históricos foram forçados a competir com hienas, lobos e ursos para se abrigar na famosa caverna Denisova, na Sibéria. A primeira evidência física para essa hipótese foram excrementos fósseis de animais, carvão vegetal de incêndios antigos e fragmentos de ossos.

Segundo o professor Roberts, da Universidade de Wollongong, na Austrália, “Usando análises microscópicas, nosso estudo mostra visitas esporádicas de hominídeos à caverna, ilustradas por traços do uso do fogo, mas com o uso contínuo do local por carnívoros que vivem em cavernas, como hienas e lobos”.

Coleta de vestígios microscópicos na caverna / Crédito: Reprodução

 

 “Excrementos fósseis indicam a presença persistente de habitantes não humanos, sendo muito improvável que eles tenham se habituado aos seres humanos usando a caverna como abrigo”, acrescentou Roberts.

Os cientistas usaram técnicas geo-arqueológicas para descobrir novos detalhes sobre a vida cotidiana no complexo da Caverna Denisova. O autor principal do estudo, Dr. Mike Morley, da Universidade Flinders, na Austrália, disse: “Esses grupos de hominídeos e grandes carnívoros como hienas e lobos deixaram uma variedade de traços microscópicos que iluminam o uso da caverna nos últimos três ciclos glacial-interglaciais”.