Matérias » Personagem

Ignorado pela família e tomado pela tristeza: Joaquín Arteaga, o Gigante de Altzo

Diagnosticado com acromegalia, sua condição chamou a atenção dos europeus e de Phil Barnum, empresário no ramo de entretenimento

Nicoli Raveli Publicado em 26/05/2020, às 17h30

Mãos de um gigante segurando uma cabeça que está apoiada em seu peito
Mãos de um gigante segurando uma cabeça que está apoiada em seu peito - Divulgação

A infância de Joaquín Eleizegui Arteaga foi como outra qualquer. Gostava de brincar com os amigos e reservava os domingos para frequentar uma igreja próxima a sua casa. Em contraponto, sua adolescência foi marcada por uma doença que, no século 19, não era nem mesmo conhecida entre os médicos, tampouco estava presente em sua família.

O gigantismo foi logo descartado, já que os especialistas alegavam que sua infância não indicou qualquer suspeita de crescimento excessivo. Foi somente no final do mesmo século que os profissionais levaram outro distúrbio em consideração, a acromegalia.

A doença — que é semelhante ao gigantismo — tem suas primeiras manifestações no início da puberdade e provoca o crescimento excessivo, mudanças anatômicas e faciais. Mas nem todos encaravam essa disfunção como algo negativo. Foi então que José Arzadun teve uma ideia que solucionaria todos os problemas. O vizinho da família logo procurou pai de Arteaga para contar a novidade.

Sabendo da condição dos Arteagas, o homem propôs a Miguel Antonio que utilizasse a anomalia de seu filho como uma fonte de lucro, tudo para tirar aquelas pessoas da miséria. E foi dessa maneira que, aos 20 anos de idade, Joaquín conquistou os europeus.

Estátua do Gigante de Altzo / Crédito: Divulgação 

 

O sucesso de Arteaga

O Gigante de Altzo — como ficou conhecido — ganhou o coração das pessoas da pequena cidade espanhola. Entre as apresentações, seu comprimento chamou a atenção de Phil Taylor Barnum, um showman e empresário de entretenimento norte-americano.

Não demorou a que o visionário fizesse uma proposta a Miguel: em troca de dinheiro, Barnum poderia exibir Joaquín em diversas turnês pela Espanha. Sem pensar duas vezes, o pai de Arteaga aceitou o acordo, mas exigiu que seu filho tivesse os domingos livres para frequentar a igreja.

Foi então que o garoto seguiu caminho para Bilbao, local onde faria sua primeira aparição no freak show como o Maior Homem do Mundo. Diante tamanho sucesso, o Gigante ficou conhecido em todo o país e se apresentava em feiras, palcos e até mesmo nos palácios reais distribuídos pela Europa, surpreendendo Luis Felipe da França, María da Glória de Portugal, Vitória I da Inglaterra e Isabel II.

Cena do filme Handia, de 2017, que conta a história de Joaquín Eleizegui Arteaga / Crédito: Divulgação 

 

O homem por trás do gigante

Seu sucesso, porém, o custava muito. Joaquín gastava o pouco dinheiro que recebia com comidas, bebidas e impostos — já que 10% de seu salário eram debitados todo mês. Diante dessa realidade também enfrentava episódios de tristeza e solidão.

Longe da família, o artista se via desamparado e sentia-se diferente dos outros devido a sua anomalia, e ainda tinha que lidar com as consequências da acromegalia: dores de cabeça devido ao excesso hormonal e dores nas articulações.

Cena do filme Handia, inspirado na trajetoria do Gigante de Altzo / Crédito; Divulgação 

 

Devido a tantas apresentações e a rotina cansativa, sua saúde foi cada vez mais debilitada. Dessa maneira, o Gigante de Altzo foi diagnosticado com tuberculose pulmonar, o que resultou em sua morte aos 43 anos de idade em 1861. Ele não parou de crescer até o dia de sua morte, e alcançou, em média, 2,40 metros.

Sua trajetória, que já era muito conhecida na Europa, ficou mundialmente famosa após o filme Handia, de 2017, que fora premiado mais de dez vezes.


++Saiba mais sobre o tema através de obras disponíveis na Amazon

Freak Show: Presenting Human Oddities for Amusement and Profit (English Edition) (2014) - https://amzn.to/37c0Ssx

Le Monde Bizarre, de Vários Autores (eBook) (2019) - https://amzn.to/2WZBbJU

O Circo do Dr. Lao, de Charles G. Finney (2011) - https://amzn.to/39Dttry

Geek Love: Todos nós temos um lado freakshow, de Katherine Dunn (2018) - https://amzn.to/3dCtJtQ

Circo Mecânico Tresaulti, de Genevieve Valentine (2016) - https://amzn.to/3bIdg5s

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W