Matérias » Personagem

Influência Romanov: a curiosa história por trás da maior criação de Coco Chanel

O famoso aroma do perfume Chanel Nº 5 teria sido criado após um jantar entre a estilista e o príncipe russo Dmitri Pavlovich

Victória Gearini Publicado em 31/01/2021, às 10h00

Coco Chanel em 1936
Coco Chanel em 1936 - Getty Images

Lançado porCoco Chanel durante a década de 1920, o famoso perfume Chanel Nº 5 foi criado com o intuito de levar sofisticação e sedução as freguesas da estilista.

Contudo, o que poucas sabem, é que um dos artigos de moda mais desejados do mundo, teve influência da família Romanov, como aponta a obra O segredo do Chanel N° 5, de Tilar J. Mazzeo.

O sucesso da lendária Coco Chanel foi baseado em muitos estudo e pesquisas, isto é, para produzir os produtos, a estilista consultava os mais renomados especialistas do mercado da moda, que sempre a orientavam antes de lançar qualquer mercadoria. 

Coco Chanel em 1920 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Após o fim da Primeira Guerra Mundial, a empresária expandiu seus negócios. Depois do conflito global, artigos, que até então eram considerados de luxo, se tornaram uma válvula de escape para reerguer uma parcela da sociedade europeia. 

Com o passar do tempo, a empreendedora tornou-se um dos nomes mais reconhecidos entre a elite francesa. A partir disso, a estilista decidiu expandir seus produtos, para uma fragrância diferente das demais. Contudo, os planos de fazer um perfume inovador, foram interrompidos no fim de 1919, após a morte de seu grande amor, Artur Capel. 

Ainda abalada com a trágica perda, a jovem conheceu o príncipe russo Dmitri Pavlovich, com quem viveu um breve romance — na ocasião ele havia sido exilado na França. O que Chanel não sabia, é que a partir daquele verão de 1920, sua carreira tomaria outros rumos e a consagraria na indústria da moda internacional. 

Influência Romanov 

Na época, o herdeiro lhe apresentou um frasco do perfume Rallet Nº 1, que havia sido feito especificamente para a família Romanov. A fragrância russa tinha sido produzida pelo perfumista Ernest Beaux, que até então trabalhava na A. Rallet and Company — uma empresa conceituada localizada ao sul da França.

Coco Chanel no ano de 1928 / Crédito: Wikimedia Commons

 

De acordo com a obra O segredo do Chanel N° 5, ela teria procurado pelo perfomista, afirmando ter encontrado o equilíbrio perfeito entre o cheiro da sofisticação e o da sedução — que fariam suas clientes sentirem-se sedutoras. 

Assim como combinado, Ernest Beaux levou algumas amostras para a francesa, que acabou optando pela de número cinco — por coincidência, Chanel foi criada em um orfanato e os monges do local acreditavam que este dígito teria energias poderosas. 

O sucesso

O Chanel Nº 5 era composto pela mistura de rosa de jasmim, maio, sândalo e ylang ylang. No entanto, para destacar seu perfume dos demais produzidos na época, ela utilizou aldeídos de maneira exagerada.

Em seguida, a estilista exigiu que o frasco tivesse o mesmo formato das garrafas de whisky Boy Capel. Contudo, ao longo das décadas, o frasco foi modificado. 

Chanel em 1970 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Ao longo de 1920, Beaux ficou encarregado de aperfeiçoar o produto até chegar na fórmula que conhecemos atualmente. O lançamento ocorreu em um conceituado restaurante da Riviera Francesa. No entanto, segundo o site GZH, o evento contou apenas com um seleto grupo de amigos influentes da empresária.

Tempos depois, o perfume passou a ser oficialmente comercializado em suas lojas e, em pouco tempo, tornou-se um sucesso de vendas, sendo uma das maiores invenções da estilista, que hoje em dia, é reverenciada em diversas faculdades de moda pelo mundo. 


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

O segredo do Chanel N° 5, de Tilar J. Mazzeo (2012) - https://amzn.to/3osWJs7

O Evangelho de Coco Chanel, de Karen Karbo (2015) - https://amzn.to/2Yogfvq

Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor, de Marly Michelle (2018) - https://amzn.to/3aeDbCL

História social da moda, de Daniela Calanca (2008) - https://amzn.to/36lDiLW

Como compreender moda, de Fiona Ffoulkes (2012) - https://amzn.to/3prEBAi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W