Matérias » Estados Unidos

Intruso do Tennessee: o garoto que vivia no sótão de uma família

Em junho de 2019, Matthew Castro encontrou uma forma bizarra de manter a proibida relação com sua namorada de 14 anos

Pamela Malva Publicado em 02/02/2021, às 12h30

Mugshot de Matthew Castro já na cadeia
Mugshot de Matthew Castro já na cadeia - Departamento de Polícia de Mt. Juliet

Uma família viaja por alguns dias, a fim de sair da rotina. Ao retornar, no entanto, eles percebem que sua casa foi invadida e que, durante toda sua ausência, o visitante inesperado desfrutou das roupas, alimentos e regalias presentes na residência.

O pesadelo atinge um nível ainda mais desesperador quando percebem que o invasor não foi embora — e continua morando no sótão da propriedade. Assustadora e criada para gelar a espinha, essa é a narrativa de Hangman, um filme lançado em 2015.

Por mais inacreditável que pareça ser, algo muito parecido aconteceu com uma família do Tennessee, nos Estados Unidos, em 2019. A pior parte, no entanto, é que, além de viver no sótão da casa, o invasor ainda mantinha relações com a filha dos proprietários.

Imagem meramente ilustrativa do filme Hangman / Crédito: DIvulgação

 

Um amor proibido

Moradores da rua Karen Drive, um trecho sem muros, com belos jardins e sobrados clássicos, a família norte-americana levava uma rotina tranquila no subúrbio. Até que o estilo de vida foi interrompido por uma intensa revolta da filha do casal.

Em meados de 2019, a menina de 14 anos passava por uma fase complexa da adolescência, normalmente marcada por rebeldia. Foi mais ou menos nesse período que ela conheceu Matthew Castro, um jovem de 18 anos que lhe prometia muitas coisas.

Foi assim que a vida suburbana da família levou o primeiro golpe. Nos primeiros meses daquele ano, a jovem adolescente desapareceu e voltou depois de algum tempo, alegando ter fugido com seu namorado quatro anos mais velho.

Planos fracassados

Na época, o desespero da família foi tamanho que eles denunciaram Matthew, o que rendeu ao jovem um registro na polícia e uma ordem de medida protetiva. O problema é que os dois amantes apaixonados não estavam dispostos a se separar tão fácil.

No dia 2 de junho de 2019, o garoto chegou a visitar a casa da menina mais uma vez, mas acabou preso por violar a ordem restritiva. Impossibilitado de ver sua namorada, o garoto de 18 anos teve uma ideia, por mais absurda que ela fosse.

No final das contas, o plano criado por Matthew mudaria sua vida por completo. Mas ele parecia não se importar muito quando, no meio da noite, invadiu a casa da família na rua Karen Drive e se escondeu no sótão da residência.

Imagem meramente ilustrativa de sótão abandonado / Crédito: Divulgação/Pixabay 

 

Um esconderijo infalível

Durante semanas, o jovem manteve-se em silêncio no cômodo secreto, saindo apenas de madrugada. Nesses momentos, além de esticar as pernas e se alimentar, ele ainda aproveitava para visitar o quarto da namorada, com quem mantinha uma relação.

A localização da porta do sótão, inclusive, facilitava a movimentação de Matthew. Isso porque, segundo os policiais responsáveis pela investigação, a pequena entrada para o cômodo ficava em cima do guarda-roupas da adolescente.

Matthew não esperava, todavia, que duas pessoas diferentes fariam seu plano cair por terra. Além do vizinho que teria visto o jovem caminhando pelas redondezas durante a noite, a própria mãe da adolescente descobriu o invasor em sua casa.

Descoberta ingrata

O fatídico encontro aconteceu no dia 13 de junho de 2019. Naquela tarde, a proprietária do sobrado voltou mais cedo do trabalho e, ao abrir a porta de sua casa, deu de cara com o invasor, que estava parado no topo das escadas.

Assustada, ela exigiu que Matthew se retirasse, mas o jovem de 18 anos se recusou. Após uma breve discussão, ele correu escada acima e escondeu-se no sótão mais uma vez. Quando chegou ao quarto da filha, a mulher não viu ninguém.

Alarmada pela situação pouco usual, a mulher rapidamente ligou para a polícia e denunciou o invasor. Os oficiais do Departamento de Polícia de Mt. Juliet, por sua vez, foram até o local, a fim de identificar Matthew novamente.

Fotografia de Matthew sendo preso, em junho de 2019 / Crédito: Departamento de Polícia de Mt. Juliet

 

O fim de um sonho

Ao chegarem na casa, os homens fardados verificaram que o jovem teria desaparecido pela porta do sótão e, assim, pediram que Matthew saísse do cômodo por livre e espontânea vontade. Quando isso não aconteceu, foram atrás dele.

Segundo nota publicada pelos policiais na época, “um dispositivo de controle eletrônico teve de ser usado para levá-lo sob custódia por ele resistir à prisão”. Matthew Castro, de Nashville, então, foi detido por violar a ordem de proteção e por invasão de propriedade.

Com o caso em mãos, a polícia denunciou o jovem e ainda abriu um inquérito para investigar a fuga da menina no começo do ano. Para a mãe de Matthew, no entanto, ele compreendeu que não deveria mais voltar para a casa de sua então namorada.


+Saiba mais sobre crimes por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W