Matérias » África

Jack, o babuíno que trabalhou em uma estação de trem

No final do século 19, o primata foi comprado por um homem que visava buscar ajuda em seu trabalho como sinaleiro

Alana Sousa Publicado em 11/07/2020, às 10h59

James Wide e o babuíno, Jack
James Wide e o babuíno, Jack - Wikimedia Commons

James Edwin Wide era um trabalhador ferroviário do final do século 19, que passava seus dias sinalizando para mostrar aos trens qual direção deveriam seguir. Após um terrível acidente precisou amputar ambas as pernas e começou a usar duas próteses de madeira. Sua jornada diária passou a ficar cada vez mais difícil, já que o homem precisava andar um longo caminho para ativar as alavancas do trilho. Foi quando, ao ver um babuíno, teve uma brilhante ideia.

Certo dia, James avistou um macaco da espécie chacma, também conhecido como babuíno do Cabo. O animal estava dirigindo um carro de boi; impressionado, Wide decidiu comprar o primata e torná-lo seu assistente pessoal, em 1881. Deu lhe o nome de Jack.

Os talentos de Jack

Jack empurrando a cadeira de rodas de seu dono, James / Crédito: Wikimedia Commons

 

Para começar, James ensinou o babuíno a realizar a tarefa que necessitava de mais ajuda: o trabalho. Começou treinando Jack como empurrá-lo em uma cadeira de rodas até o sinal da estação de trem e, aos poucos, o macaco também passou a fazer tarefas simples de casa, como varrer o chão e retirar o lixo — algo que ele fazia sempre com cuidado e perfeição.

Em pouco tempo Wide decidiu ousar ainda mais, mostrou a Jack como era sua função como sinaleiro. Na estação de trem de Uitenhage, uma cidade africana localizada no Cabo Oriental, o babuíno aprendeu como usar as alavancas e botões para guiar os trens em seu caminho. Mais uma vez, o primata exerceu tudo com extrema habilidade, logo estava cuidando dos sinais sem supervisão.

James Wide usava este tempo para relaxar, de longe olhava seu animal de estimação, que passara de assistente para seu substituto. Jack passou a chamar atenção de outras pessoas, além de seu dono, os passageiros olhavam assustados e impressionados por ver um macaco trabalhando na estação. Até que um deles resolveu fazer uma reclamação.

Jack trabalhando como sinaleiro / Crédito: Wikimedia Commons

 

Os responsáveis pelo local ao invés de reprimir James por ter deixado um babuíno fazer seu trabalho, decidiram por contratar Jack oficialmente. Por dia ele recebia 20 centavos, e ao longo da semana, meia garrafa de cerveja.

Visto como um funcionário exemplar, o superintendente ferroviário George B. Howe, que visitou o babuíno no final da década de 1880 escreveu: “Foi muito emocionante ver sua afeição por seu mestre. Quando me aproximei, ambos estavam sentados no carrinho. Os braços do babuíno em volta do pescoço de seu mestre, o outro acariciando o rosto de Wide”.

Aquela compra de Wide, que não esperava receber um animal tão valioso — que rapidamente se tornou seu companheiro — ficou marcada na história local. Jack trabalhou na ferrovia durante nove anos, até que em 1890 morreu repentinamente. A causa do óbito foi determinada como tuberculose. Motivo de orgulho para todos da estação de Uitenhage, em quase uma década o babuíno jamais cometeu um erro como sinaleiro.


+ Saiba mais sobre a Evolução Humana por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Evolução humana: A História dos Processos de Evolução e Seleção Natural que Deram Origem aos Humanos Modernos, de Charles River Editors (Ebook) - https://amzn.to/2YWXC2F

O livro dos humanos: A história de como nos tornamos quem somos, de Adam Rutherford (2020) - https://amzn.to/2NPDQQo

Uma incrível história do Homem, de Évelyne Heyer (Ebook) - https://amzn.to/2VJKlbJ

Sapiens - Uma Breve História da Humanidade, de Yuval Noah Harari (2015) - https://amzn.to/2O5pyLP

A Origem das Espécies, de Charles Darwin (2018) - https://amzn.to/2C3i3lL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W