Matérias » Crimes

Joseph DeAngelo, o serial killer que se escondeu durante 40 anos

Mais conhecido como Assassino do Estado Dourado, os conhecimentos do criminoso o ajudaram a passar décadas impune

Caio Tortamano Publicado em 03/09/2020, às 18h00

Assassino do Estado Dourado no tribunal, em trailer da série Golden State Killer: Main Suspect
Assassino do Estado Dourado no tribunal, em trailer da série Golden State Killer: Main Suspect - Divulgação/Youtube/Oxygen

Escapando de investigadores por mais de 40 anos, o Assassino do Estado Dourado tinha uma explicação muito boa para ter passado tanto tempo sem ter sido pego, sabia exatamente como esconder as evidências uma vez que era um policial.

Joseph James DeAngelo era um ex-policial aposentado que morava perto de Sacramento, na Califórnia, quando em 2018 foi acusado de diversos crimes atrozes, mais precisamente 50 estupros e 12 assassinatos. Todos esses delitos teriam sido cometidos durante as décadas de 1970 e 1980, mas até então o responsável por eles não tinha sido encontrado.

Origem

Tendo servido ao exército estadunidense na Guerra do Vietnã por quase dois anos, DeAngelo voltou para sua terra natal condecorado como veterano de guerra. Não somente entrou na faculdade, como conseguiu transferência para uma mais bem colocada no ranking nacional, a Estadual da Califórnia, em Sacramento.

Joseph se formou em justiça criminal, no ano de 1972, e se casou no ano seguinte com Sharon Marie Huddle. Nesse mesmo período começou a trabalhar como policial em Exeter, onde ficou três anos, tendo se mudado depois para a polícia de Auburn, onde ficou outros três anos.

Joseph DeAngelo enquanto policial / Crédito: Wikimedia Commons

 

Porém, sua história na polícia terminou mal, uma vez que foi pego roubando uma loja de conveniência perto de sua própria casa. Os itens roubados eram um martelo e um repelente de cachorro, mas nada poderia indicar que ele era uma pessoa má, muito pelo contrário, parecia ser um rapaz sério e era muito educado.

Tudo isso contribuiu para criar não somente um perfil assassino, mas seu histórico em uma das guerras mais violentas da história recente, além de seus conhecimentos criminalistas, o tornaram um serial killer praticamente indetectável.

Os crimes

Joseph começou supostamente suas ações criminosas com roubos em domicílios, na região de Visalia. O saqueador de Visalia — como o ladrão ficaria conhecido — não tem comprovação de que seja, de fato, DeAngelo, mas os intervalos de tempo com a mudança do policial de cidades coincide.

Já em 1976, uma onda de estupros começaram a acontecer em Sacramento, sendo as vítimas geralmente mulheres que moravam sozinhas, que não tinham muitas rotas de escape em suas próprias residências, como janelas e portas. O criminoso recebeu o apelido de Estuprador da Zona Leste.

O então estuprador já invadia a casa das mulheres como forma de reconhecer o lugar do ataque e preparava algumas coisas. Por exemplo, se ele encontrava alguma arma, fazia questão de tirar toda a munição de dentro dela, além de destravar janelas para que pudesse fugir com facilidade.

As vítimas eram geralmente abordadas de madrugada, enquanto dormiam. As mulheres acordavam com uma lanterna e uma arma apontada para suas cabeças, e depois eram amarradas. Quando se tratava de um casal, depois de amarrar o homem, o estuprador colocava uma pilha de pratos em cima das costas dele, e falava que não mataria ninguém se não houve o barulho dos pratos.

Enquanto isso, ele estuprava as mulheres. Os ataques aparentemente tiveram fim em 1979, e investigadores não tinham sequer a ideia de relacionar os roubos feitos pelo saqueador com os estupros.

Isso tudo teve fim quando, coincidentemente, surgiu o chamado Perseguidor Noturno Original, um criminoso que protagonizou uma série de assassinatos na região sul da Califórnia, em 1979. Esse perseguidor tinha um modus operandi parecido com os estupros de Sacramento, com a diferença que terminavam com tiros. Foram pelo menos 10 as vítimas desse assassino.

O Assassino do Estado Dourado

O apelido de Assassino do Estado Dourado só seria adotado anos depois, quando o FBI, percebendo que poderia se tratar de uma só pessoa os roubos, assassinatos e estupros, unificou os crimes em um suspeito.

Em 1989, três anos depois do Perseguidor Noturno ter feito a sua última vítima, DeAngelo começou a trabalhar como mecânico de caminhões. A profissão dele durante os anos 80 não é certa, aumentando ainda mais as evidências contra o homem.

Foi como mecânico, inclusive, que ele trabalharia até se aposentar, em 2017 — essa foi a mesma época que investigadores retomaram os casos das décadas de 70 e 80. Os vizinhos do senhor de 74 anos de idade tinham algumas dúvidas quanto ao caráter do homem, que apesar de tudo não incomodava muito a vizinhança.

À esquerda retrato falado de Joseph, e 40 anos depois sua mughsot / Crédito: Wikimedia Commons

 

Alguns vizinhos notavam que Joseph tinha consideráveis acessos de raiva, mas que nunca tinha fugido do controle ou praticado algo suspeito, exceto por uma vez. Um dos moradores do quarteirão de DeAngelo, Eddie Verdon, afirmou que o homem o atormentava um pouco, especialmente depois que o viu rondando a sua casa, desde então nunca mais confiou tanto na imagem de um idoso pacato — o que se mostrou uma grande mentira.

Investigação e descoberta

Além do modus operandi, não tinha nada que ligasse todos os crimes cometidos por Joseph, que tratava de limpar as cenas do crime, e tomar todas as precauções possíveis. Foi somente em 2001 que conseguiram relacionar o DNA dos crimes do Estuprador da Zona Leste com o Perseguidor Noturno. Porém, todos os suspeitos possíveis para esses crimes estavam já mortos ou teriam morrido antes dos últimos crimes terem sido cometidos.

Graças aos avanços na base de dados em material genético das pessoas, geralmente obtidos por meio de empresas que conseguem traçar árvores genealógicas complexas com base nessas informações, as buscas por possíveis autores dos crimes ficou cada vez mais estreita. Ao ponto que chegaram a Joseph.

A partir do DNA de DeAngelo retirado da maçaneta de seu carro, perceberam que era exatamente o mesmo das cenas dos crimes da década de 70 e 80. Tinham encontrado seu Assassino do Estado Dourado.

Com poucos pontos a seu favor, e poucas chances de inocência, Joseph assumiu os crimes, sendo declarado culpado por 13 assassinatos e sequestros em junho de 2020. Em agosto desse mesmo ano, o serial killer foi sentenciado à inúmeras prisões perpétuas, onde irá viver seus últimos anos.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Psicopata Americano, de Bret Easton Ellis (2020) - https://amzn.to/34yE1t1

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W