Matérias » Personagem

Jovem cientista: Conheça Gitanjali Rao, a 'Criança do Ano' pela revista Time

A garota de 15 anos usa seus conhecimentos científicos para ajudar em causas sociais e ambientais e vem fazendo um trabalho notável

Penélope Coelho Publicado em 07/12/2020, às 16h35

Fotografia de Gitanjali Rao
Fotografia de Gitanjali Rao - Wikimedia Commons

A Time é uma das revistas mais conceituadas do mundo, conhecida há muito tempo por eleger ao final de cada ano as personalidades que fizeram a diferença durante esse período. A mais nova edição da revista trouxe, pela primeira vez, uma personalidade eleita com destaque para “Criança do Ano”: a escolhida foi Gitanjali Rao.

Mas, afinal de contas, o que a garota vem fazendo para conquistar tal posto?

Talento nato

Atualmente, aos 15 anos, GitanjaliRao é uma jovem cientista e inventora norte-americana com origens indianas. A menina realiza um trabalho notável na comunidade científica, usando a tecnologia com objetivo de resolver questões atuais, como: o cyberbullying, vício em opioides e a água potável contaminada.

Desde muito jovem, Rao é apaixonada por ciências e tecnologia, com um talento notável, a garotinha resolveu usar suas habilidades para ajudar aqueles que mais precisam.

Nascida em Lone Tree, Colorado, nos Estados Unidos, Gitanjali estuda em um colégio especializado em STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), a STEM School Highlands Ranch.

Gitanjali Rao em entrevista recente / Crédito: Youtube/Denver7 – The Denver Channel/4 de dez. de 2020

 

Em seus projetos de maior destaque estão: a invenção de um dispositivo batizado de Tethys, trata-se de um produto baseado em nanotubos de carbono, que consegue avaliar a qualidade da água e detectar se o líquido está de alguma forma contaminado.

Por sua invenção, a menina arrecadou mais de 25 mil dólares e no início do ano de 2019 começou a trabalhar com os profissionais que cuidam da água de Denver, nos Estados Unidos.

A jovem espera que logo possa ter um protótipo de seu dispositivo desenvolvido, para que ele auxilie outras regiões menos favorecidas.

“Eu espero que seja algo barato para que as pessoas em países de terceiro mundo possam identificar o que está em sua água” disse a menina em entrevista.

Além do Tethys, Rao também desenvolveu um sistema para colaborar com um problema muito atual vivido pelas pessoas que estão na sua faixa etária: o cyberbullying.

O aplicativo chamado Kindly é capaz de usar a inteligência artificial para identificar o bullying virtual em estágio inicial. “O objetivo não é punir. Como uma adolescente, eu sei que os adolescentes tendem a atacar às vezes. Em vez disso, dá a você a chance de repensar o que está dizendo para saber o que fazer na próxima vez”, afirma Gitanjali.

Atualmente, a jovem também trabalha em outro projeto, e está em fase de desenvolvimento de um produto que ajuda a detectar o diagnóstico de vício em opioides prescritos, através da produção de proteína do gene do receptor do composto.

A garota afirma que a área da genética é a que mais a interessa e ela pretende trabalhar com afinco esse aspecto.

Planos futuros

Depois de vencer o prêmio Discovery Education 3M Young Scientist Challenge, em 2017; palestrar na série de conferências TED por três vezes; ganhar o Prêmio de Juventude Ambiental do Presidente da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, em 2018 e além de ser reconhecida na Times, também ser destaque na lista da Forbes under 30 por suas invenções, Rao sabe exatamente onde quer chegar.

Gitanjali Rao em uma palestra TEDx / Crédito: Youtube/TEDx Talks/30 de ago. de 2018

 

Aos 15 anos de idade, a norte-americana é bem decidida sobre seus planos futuros. A menina tem o desejo de criar uma comunidade global envolvendo jovens que desenvolvam um sistema para resolver problemas ao redor do mundo.

Contudo, ela sabe que tantos prêmios e reconhecimentos podem representar muita pressão para as outras pessoas de sua idade. Por isso, Gitanjali reitera que qualquer atitude, não importa a grandeza, pode representar uma mudança positiva para o planeta.

 “Mesmo que seja algo tão pequeno quanto recolher o lixo. Tudo faz a diferença. Não se sinta pressionado a inventar algo grande”, diz Gitanjali Rao.


+Saiba mais sobre o assunto por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Sustentabilidade: O que é - O que não é, de Leonardo Boff (2016) - https://amzn.to/37dHXRd

Sustentabilidade empresarial e mercado verde: A transformação do mundo em que vivemos, de Ricardo Ribeiro Alves (2019) - https://amzn.to/3jehDJf

Gestão Ambiental - Responsabilidade Social e Sustentabilidade, de Reinaldo Dias (2017) - https://amzn.to/2T0XpYz

Educação ambiental e sustentabilidade, de Arlindo Philippi Jr (2013) - https://amzn.to/31eyc18

Meio Ambiente e Sustentabilidade, de André Henrique Rosa, Leonardo Fernandes Fraceto e Viviane Moschini-Carlos (2012) - https://amzn.to/2T0NCSf

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W