Matérias » Inglaterra

Jovens encontram colossal fóssil de 155 milhões de anos, na Inglaterra

Dois universitários dedicados a encontrar fósseis nas praias inglesas fizeram uma descoberta única

Caio Tortamano Publicado em 15/06/2020, às 14h08

Fóssil de amonite encontrado por dupla de jovens
Fóssil de amonite encontrado por dupla de jovens - Divulgação

Um enorme fóssil foi encontrado por dois jovens universitários na Ilha de Wight, na Inglaterra. Trata-se do casco de um amonite, um grupo extinto de moluscos que viveram até o final do Cretáceo.

Jack Wonfor, de 19 anos, e Theo Vicker, de 21, trabalharam por 10 horas para retirar de forma intacta os restos fossilizados das pedras que estavam em volta. Encontrado pelos dois jovens que são fundadores da organização Wight Coast Fossils,— responsável por buscas de fósseis na região—, a idade do artefato foi estipulada em 115 milhões de anos. Além disso, Wonfor que o antigo animal era uma fêmea.

Fóssil demorou 10 horas para ser retirado a fim de ser limpo e preservado: Crédito: Divulgação 

 

A costa sul da Inglaterra é notável pela grande quantidade de fósseis, com muitas espécies tendo sido descobertas. Um trecho de 152 quilômetros chegou a ser apelidado de Costa Jurássica, e foi considerado um patrimônio histórico pela Unesco.

Em declaração conjunta, ambos disseram: “é um heteromorfo monstruoso e um exemplo impressionante de quão massivas algumas dessas amonites heteromorfas poderiam crescer”.