Matérias » Entretenimento

Kajuru vs. Marinho Soares: A tensa briga ao vivo do pugilista com o jornalista, em 2003

Após ser chamado de covarde, a briga gerou um tumulto capaz de fazer o diretor de jornalismo da emissora entrar no estúdio

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 08/05/2021, às 09h00

Marinho Soares e Kajuru, frente-a-frente durante o Esporte Total
Marinho Soares e Kajuru, frente-a-frente durante o Esporte Total - Divulgação / Band / YouTube

No início da tarde da quarta-feira, 28 de abril de 2004, os estúdios da TV Bandeirantes no bairro do Morumbi, em São Paulo, se tornavam palco para uma atração digna de evento principal de artes marciais; de um lado estava Marinho Soares, então campeão brasileiro na categoria do peso meio-pesado e no auge de sua forma física.

Do outro lado, no entanto, havia um desafiador nada usual; o jornalista Jorge Kajuru, que guiava o programa “Esporte Total” durante o horário do almoço. Momentos antes, o elenco do programa se reunia para comentar a participação do pugilista e, principalmente, o fato que havia ocorrido quatro dias antes — e havia chocado espectadores do boxe nacional.

Em um sábado, Marinho entrou no ringue contra Fábio Garrido, que pertencia a uma escola de lutas de tradição que rivalizava com o centro de treinamento onde Soares foi criado.

Dessa maneira, o esperado embate no Hotel Unique, na capital paulista, resultou em um violento nocaute do desafiante, que entrou em coma devido a uma hemorragia cerebral, ainda hospitalizado durante a visita do vencedor no programa esportivo.

Frames do soco de Marinho desferido contra Fabio Garrido / Crédito: Divulgação / Band / YouTube

 

Treta ao vivo

Sabatinado pelos membros, Kajuru decidiu opinar, na frente do pugilista, sobre a atuação, classificando como “covarde” por não entender a inconsciência do rival: “Você não precisava dar os dois últimos socos nele. Ele já estava caído”. O entrevistado confrontou, considerando a crítica “uma burrice” e manifestando estar ofendido.

Em sua direção, Marinho se levantou e ficou muito próximo do corpo do jornalista, o chamando de “frouxo” e outros palavrões de baixo calão enquanto a gritaria continuou sendo transmitida.

A gritaria na redação resultou na aparição do diretor de jornalismo da emissora no cenário, Fernando Mitre, que solicitou amparo de funcionários e participantes para apartar.

Fabio teve de ser segurado por membros da produção — incluindo o lendário narrador Silvio Luiz, que participava da atração. De acordo com a Folha de S. Paulo na época, o corte na transmissão ocorreu por volta das 12h35 e só voltou oito minutos depois, com Kajuru recomposto e Soares fora dos estúdios da emissora.

Após a briga

As reações foram divididas após a repercussão do caso.

De acordo com a revista Waves, o ídolo do boxe brasileiro, Eder Jofre, apoiou o pugilista durante a atração e compreendeu que Kajuru fez uma crítica sem conhecimento: “O Marinho só deve parar de agir quando o juiz decidir. Ele fez o papel dele”, afirmou.

Na época, o apresentador afirmou em nota que ambos erraram, mas acrescentou ao Yahoo Esportes, em 2012, que quase foi defendido por outro grande nome do MMA.

“Tenho paixão pelo Wanderlei Silva, que é meu amigo e que quando aquele lutador de boxe quis bater em mim ao vivo, ele foi lá ao estúdio da Bandeirantes para bater no cara, mas o boxeador já havia saído". 

Em entrevista ao UOL, em 2015, Marinho afirmou que ainda falavam sobre isso com ele semanalmente e que não ligava em comentar o assunto: "Ninguém me chama de covarde. Se chamar, vai ter que responder pelos seus atos. Ele afinou e acabei com a carreira dele", concluiu, em trecho retirado do livro ‘Em 12 Rounds’.


+Saiba mais sobre o tema através de grandes obras disponíveis na Amazon:

Biografia da televisão brasileira, de Flávio Ricco e José Armando Vannucci (2017) - https://amzn.to/2I33IoX

101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil, de Patrícia Kogut (Ebook) - https://amzn.to/2T6sZF0

Almanaque da telenovela brasileira, de Rodolfo Rodrigues (Ebook) -https://amzn.to/2TrzzFn

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W