Matérias » Esportes

La Mano de Dios: Há 34 anos, Maradona fazia o polêmico gol irregular na Copa

O craque argentino revoltou os britânicos ao usar a mão direita para realizar o gol decisivo no campeonato de 1986

André Nogueira Publicado em 22/06/2020, às 07h00 - Atualizado às 08h47

A Mão de Deus, em arte
A Mão de Deus, em arte - Wikimedia Commons

Um dos únicos consensos que existem sobre o futebol é a irregularidade de se usar as mãos. Com exceção do goleiro, todos os jogadores devem restringir suas jogadas às demais partes do corpo que não excedem a região dos ombros (com foco nos “foots”, os pés, que dão nome ao esporte), e isso parece óbvio. No entanto, momentos célebres e conhecidos dessa arte nascem em contravenção à regra.

A mais famosa falta, pelo uso das mãos no jogo, que sequer foi relatada pelo juiz, foi o episódio que entrou para a História como A Mão de Deus. O inigualável astro argentino Diego Maradona, descaradamente, usou a mão direita para rebater uma bola em plena área e marcar um gol decisivo contra a Inglaterra nas quartas de final da Copa de 1986.

Responsável por dois gols naquele jogo, o ídolo da Argentina realizou a façanha ilegal aos seis minutos do segundo tempo, saindo do meio do campo e correndo para o interior da área, após driblar seus marcadores da defesa inglesa. Depois, receptando um passe feito por um colega, saltou com o punho direito fechado e erguido, ricocheteando a bola para o gol.

Maradona usando a mão / Crédito: Divulgação/YouTube

 

A alcunha nada modesta do feito foi definida pelo próprio Maradona ao sair de campo. Quando foi questionado pela imprensa em relação ao uso da mão, respondeu: “Marquei um pouco com a cabeça e um pouco com a mão de deus”. Rapidamente, o nome e o caso viralizaram.

O fato ocorreu no Estádio Azteca, na Cidade do México, e não foi percebido pelo árbitro do jogo, o tunisiano Ali Bin Nasser, mas foi denunciado pelo goleiro da Inglaterra, Peter Shilton. Todavia, o lance não foi anulado, o que gerou revolta entre torcedores e, principalmente, jogadores do time europeu. Já os argentinos trataram o caso com humor e descontração.

Rapidamente, o episódio inundou a mídia, se tornando até tema de filmes, livros e até obras de arte plástica. O ícone de Maradona usando a mão se tornou parte da memória do futebol. O jogador, famoso pelo tom jocoso e descontraído, não pestanejava em falar positivamente sobre o ato.

A Argentina foi a campeã daquele ano / Crédito: Wikimedia Commons

 

“Às vezes penso e parece que foi um sonho”, uma vez escreveu Diego Maradona sobre La Mano de Dios, em seu Instagram pessoal. O evento é até hoje lembrado pelos fãs de futebol, que ficam entre a decepção de uma violação das regras que passou impune e a descontração de um evento engraçado e icônico do esporte.

Não bastasse o feito revoltoso, Maradona também ficou famoso por repetir o uso da mão em outro jogo de Copa do Mundo. Dessa vez no evento de 1990, ocorrido na Itália, o argentino voltou a usar as mãos para, dessa vez, impedir um gol da seleção da URSS.

Novamente, o árbitro do jogo não percebeu a contravenção e nada fez no sentido de punição. Dessa vez, o responsável foi o juiz sueco Erik Fredriksson.

A Mão de Deus levou a FIFA a repensar suas estratégias de arbitragem e condução do futebol, criando o que é conhecido como Fair Play, um dos maiores legados do evento. 


+ Saiba mais sobre o futebol através de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Negro No Futebol Brasileiro, de Mario Filho (2002) - https://amzn.to/3ezKkOS

Bola fora: A historia do êxodo do futebol brasileiro, de Paulo Vinicius Coelho (Ebook) - https://amzn.to/3deRWGd

A pátria de chuteiras, de Nelson Rodrigues (Ebook) - https://amzn.to/2ZQEoNk

Quando é dia de futebol, de Carlos Drummond de Andrade (2014) - https://amzn.to/2Bffahf

Guia politicamente incorreto do futebol, de Leonardo Mendes Júnior (2014) - https://amzn.to/2XKqUzF

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W