Matérias » Nazismo

Livro que pertenceu a Adolf Hitler indica planos para um holocausto americano

Obra de sua coleção pessoal trazia detalhes sobre os judeus vivendo nos EUA e Canadá, o que indica seus planos caso conquistasse os países

Letícia Yazbek Publicado em 01/08/2019, às 12h00

None
- Livro escrito pelo pesquisador nazista Heinz Kloss / Crédito: Reprodução/ Biblioteca e Arquivos do Canadá

O raro livro Statistik, Presse und Organisationen des Judentums in den Vereinigten Staaten und Kanada (Estatísticas, Mídia e Organizações de Judeus nos Estados Unidos e no Canadá), que pertenceu a Adolf Hitler, revela planos de levar o holocausto ao continente americano.

Publicada em 1944 pelo pesquisador nazista Heinz Kloss — que viveu nos Estados Unidos —, a obra de 137 páginas fornece detalhes sobre a população judaica em grandes cidades dos EUA e do Canadá, como Nova York e Montreal.

No livro, Kloss, que trabalhou para o Terceiro Reich, utilizou dados dos anos 1930, fornecidos por uma extensa rede de contatos de simpatizantes do nazismo, para classificar os judeus americanos por origem étnica e linguística.

A contracapa, marcada com as palavras ex libris Adolf Hitler — expressão que indica posse —, revela que a obra pertenceu à coleção pessoal do líder nazista.

Livro fornecia dados sobre judeus que moravam na América do Norte / Crédito: Reprodução/ Biblioteca e Arquivos do Canadá

Os especialistas acreditam que Hitler planejava se infiltrar na América do Norte e tornar o holocausto um evento que abrangesse outros continentes — em 1943, por exemplo, os alemães estabeleceram uma estação meteorológica na atual região de Terra Nova e Labrador, no Canadá.

“Isso demonstra que o holocausto não foi um evento europeu — foi um evento que não teve a oportunidade de se espalhar para além da Europa", disse Micael Kent, curador da Biblioteca e Arquivos do Canadá, ao Guardian .