Matérias » Personagem

Liz Kendall: A mulher que namorou um dos maiores serial killers da história

Elizabeth se relacionou com Ted Bundy e foi uma das primeiras a desconfiar que havia algo oculto com aquele homem que estava ao seu lado

Penélope Coelho Publicado em 25/08/2020, às 11h32

Ted Bundy e Liz Kendall
Ted Bundy e Liz Kendall - Divulgação / Netflix

Por muitos anos o nome de Elizabeth Kendall foi conhecido pela denúncia que a mulher fez para a polícia sobre o seu namorado da época. Tratava-se de Ted Bundy, um assassino em série norte-americano — que matou, sequestrou e estuprou inúmeras mulheres durante a década de 1970 nos Estados Unidos.

Contudo, apesar de ter sido muito contada, poucas vezes a história de Liz tinha sido relatada pela própria, que recentemente, em janeiro deste ano, veio a público na série documental da Amazon Prime, Ted Bundy: Falling for a Killer. Após o lançamento do seriado, muitos voltaram os olhos para Liz, que partilha junto com sua filha, uma trajetória peculiar.

Quem é Elizabeth

Filha de um médico, Liz —como é chamada— veio de uma família conservadora do estado de Utah. Seu verdadeiro sobrenome não é Kendall e sim, Kloepfer, mas, após sua exposição na mídia devido ao seu envolvimento com Bundy, a mulher preferiu não usar mais seu antigo sobrenome.

Muito antes de conhecer Ted, Elizabeth já tinha se casado. Porém, a união não deu certo e a mulher criou sua filha, Molly, sozinha. Após a separação, quando a criança tinha três anos, elas se mudaram para Seatle, a fim de começarem uma nova vida. Só não sabiam quem iriam encontrar no caminho.

O serial killer Ted Bundy / Crédito: Wikimedia Commons

 

Conhecendo um assassino

Foi em um bar de Seatle no ano de 1969, que a vida de Liz estava prestes a mudar, já que naquela fatídica noite de 26 de setembro ela conheceu Ted Bundy. Kendall disse que na ocasião estava tentando fugir de um homem que a atormentava no bar e se aproximou de Ted.

Os dois rapidamente se conectaram e aquela noite terminou com uma ida do criminoso à casa de Liz. O encontro rendeu para a mulher os próximos seis anos de sua vida ao lado de um serial killer. Posteriormente, a norte-americana afirmou que não percebia o quanto seu relacionamento não era saudável.

Elizabeth — que na época trabalhava como secretária — só percebeu muitos anos depois o quanto era dependente de Ted, entregando sua vida nas mãos daquele homem. Não demorou muito para que o criminoso virasse parte da família. Bundy tinha uma excelente relação com Molly, o que significava muito para Liz. Ela achou que um dia eles fossem se casar e que juntos, teriam uma vida perfeitamente comum.

Reviravolta

Após quase cinco anos de relacionamento, a mulher finalmente começou a desconfiar de algumas atitudes do namorado. Nos jornais surgiam a todo o momento notícias sobre assassinatos e estupros de mulheres em áreas visitadas por ele.

Além do mais, o veículo descrito por pessoas que viram o homem no local era extremamente parecido com aquele que Ted tinha. Liz ainda estranhava os sumiços do amado e alguns itens peculiares que ele mantinha, como por exemplo, uma luva cirúrgica e um cutelo.

Contudo, ela estava relutante a acreditar que aquele homem era um assassino e Bundy sempre dava um jeito de contornar a situação a seu favor. O retrato falado divulgado pela impressa foi o ápice para Elizabeth, que decidiu denunciar seu companheiro. Apesar disso, ela continuou seu relacionamento.

Imagem de divulgação do filme Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Após diversas investigações e várias escapadas de Ted, o homem foi preso. Até mesmo depois dos crimes terem sido revelados eles ainda mantiveram contato, quando o assassino aguardava no corredor da morte. Liz só parou de falar com o ex-namorado em 1980 e, em 1981, lançou o livro The Phantom Prince: My Life with Ted Bundy, onde contou como foram esses anos de sua vida.

Além da série da Amazon, a história de Elizabeth também foi retratada no filme da Netflix Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal, no qual a mulher foi interpretada pela atriz Lily Collins. Contudo, Kendall ainda se mantém longe dos holofotes e evita falar muito sobre os anos que passou ao lado de um dos mais notórios assassinos em série do mundo.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W