Matérias » Bizarro

Longevidade e teorias conspiratórias: a misteriosa lâmpada que está acesa desde 1901

O intrigante foco de luz foi inventado por Adolphe Chaillet e entrou para o Livro dos Recordes

Victória Gearini Publicado em 21/06/2020, às 08h00 - Atualizado às 09h19

Lâmpada Centenária de Adolphe Chaillet
Lâmpada Centenária de Adolphe Chaillet - Wikimedia Commons/Creative commons

A Centennial Bulb (Lâmpada Centenária, em tradução livre) ficou famosa entre os internautas e ganhou sua própria página no Facebook, além de ser filmada 24 horas por dia. O motivo insólito está associado ao seu foco de luz elétrica, que está aceso a mais de 100 anos. 

Trajetória da misteriosa lâmpada 

Esta lâmpada foi feita à mão em 1897 pela Shelby Electric Company, sendo seu fundador Adolphe Chaillet — um dos maiores concorrentes de Thomas Edison. Medindo oito centímetros, o objeto centenário possui uma forma mais arredondada em comparação a lâmpadas modernas.

Segundo o Livro Guinness dos Recordes, este artefato está instalado em uma unidade do corpo de bombeiros da cidade de Livermore, na Califórnia (EUA). Sua origem é datada em 1901, quando os bombeiros da região a colocaram na sede do departamento, a fim de, se manterem iluminados dia e noite, possibilitando maior prontidão quando recebessem chamados. 

Retrato da Shelby Electric Company / Crédito: Divulgação/Shelby Ohio Museum 

 

Conforme os anos foram passando, o foco de luz não se apagou, diferentemente de outras lâmpadas que em pouco tempo queimam. O fato atraiu a curiosidade de inúmeras pessoas, até que em 1976 o caso entrou para o Guinness. Neste mesmo ano, a equipe se mudou para uma nova sede, e consequentemente, levaram a intrigante lâmpada junto. 

Preocupados que ela pudesse quebrar, as autoridades da Califórnia planejaram uma operação cuidadosa, a fim de, transportá-la em segurança. De acordo com os registros, ela nunca ficou um dia inteiro apagada, apenas nesta ocasião, por apenas 22 minutos.

Teorias conspiratórias x científicas 

Em 2010, o documentário espanhol A Conspiração da Lâmpada de Luz sugeriu que este objeto comprova a teoria da "obsolescência programada", isto é, de que os produtos são feitos para ter uma vida útil limitada, forçando as pessoas a consumirem cada vez mais. A produção reforça a ideia de que inventores como Chaillet estavam mais preocupados em criar utensílios de longa duração, do que fabricar produtos moldados para o consumismo exacerbado. 

Planta da Shelby Electric Company / Crédito: Divulgação/Shelby Ohio Museum 

 

No entanto, uma das teorias científicas mais aceitas, é de que já lâmpada não sofreu o desgaste de ser apagada e acendida várias vezes, o fato ainda contribui para conservar o objeto, proporcionando longevidade. 

Acredita-se, que inicialmente ela emitia 30 watts, mas conforme o destaque pelo o tempo, hoje em dia emite um foco de luz de aproximadamente 4 watts. No entanto, a sua durabilidade continua um mistério. 


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

Guinness World Records 2020, de Guinness World Records 2020 (2019) - https://amzn.to/2BsnJW3

Guinness World Records 2020 (Edição Inglês), de Guinness World Records 2020 (2019) - https://amzn.to/3eJEtX7

Guinness World Records, de Vário Autores (2016) - https://amzn.to/2BuEVKJ

Guinness World Records 2019, de Vário Autores (2018) - https://amzn.to/2UjI0DZ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W