Matérias » Esportes

Luto no Hóquei: O trágico caso Timur Faizutdinov

Defensor de 19 anos do time júnior do Dynamo São Petersburgo sofreu um trágico acidente em uma partida conta a equipe do Loko Yaroslavl. Entenda!

Fabio Previdelli Publicado em 23/03/2021, às 12h01

O jovem Timur Faizutdinov caído na quadra
O jovem Timur Faizutdinov caído na quadra - Divulgação

Criado no Canadá, em 1834, o hóquei no gelo é um esporte muito tradicional em diversos países de clima temperado, como a Suécia, Finlândia, Eslováquia, Letónia, os Estados Unidos (na região Nordeste e Centro-Norte do país), e também na Rússia. Em todo o mundo, existem federações e hóquei no gelo em 76 países, segundo aponta a Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF). 

Considerado um dos esportes mais rápidos do mundo, o hóquei surpreende não só pelo movimento constante e ágil dos jogadores, como também pelas velozes tacadas, que podem alcançar uma velocidade de mais de 160 quilômetros por hora, como aponta o escritor sueco Albert Bonniers Förlag no livro “Vad varje svensk bör veta” (ou, “O que todo sueco deve saber”, em tradução livre).

E foi justamente por causa dessa velocidade impressionante que uma partida de hóquei chamou a atenção na Rússia, no último dia 12, sexta-feira da semana retrasada. Entenda!

Imagem de uma partida de Hóquei / Crédito: Wikimedia Commons

 

 

O acidente fatal 

Na ocasião, o time júnior do Dynamo São Petersburgo disputava uma partida conta a equipe do Loko Yaroslavl. O jogo era válido pelos 16 avós de final da Copa Kharlamov, que era disputada apenas por jogadores sub 20.

Acontece que, em um determinado momento da partida, o defensor Timur Faizutdinov, de apenas 19 anos, acabou sendo atingido na cabeça pelo disco — chamado de puck — na zona neutra do campo. 

Imediatamente após o choque, Faizutdinov colocou a mão na cabeça e acabou desmaiando. Prontamente, o jogador do Dynamo São Petersburgo foi tratado no gelo pelo médico da equipe e por paramédicos antes de ser levado a um hospital na cidade de Yaroslavl.  

Acidente terminou em tragédia 

Após três dias internado, a Federação Russa de Hóquei no Gelo divulgou uma nota oficial informando o falecimento de Timur Faizutdinov. “Durante três dias, os médicos lutaram por sua vida, mas, infelizmente, o atleta não pôde ser salvo. A Federação Russa de Hóquei no Gelo expressa suas mais profundas condolências à família e amigos de Timur."

Após o acidente, a Kontinental Hockey League (KHL), a liga mais alta da Rússia e de grande parte da Europa Oriental, informou que prestará um minuto de silêncio nas próximas partidas em homenagem ao atleta.  

Analisando as imagens do lance, que podem ser vistas no tweet abaixo, pode-se notar que a jogada não se tratava de uma finalização, mas sim de uma tentativa de passe alto para a zona ofensiva do time adversário. Faizutdinov, que estava de capacete, foi atingido perto da linha azul. 

A equipe médica não informou o que causou a morte do jovem e tampouco detalhou sobre o tratamento que Timur foi submetido, conforme aponta o portal The Playoffs. Ele estava em sua quarta temporada defendendo o Dynamo São Petersburgo. Ao todo, Faizutdinov somava 19 assistências em 191 jogos de temporada regular.  

Acidente passado 

Por mais trágica que tenha sido a morte de Timur, ela não foi a única que aconteceu durante uma partida de hóquei envolvendo o choque por um puck. A National Hockey League (NHL), principal liga de hóquei do mundo, já viveu algo parecido. 

Em 2003, a jovem Brittanie Cecil assistia uma partida do Columbus Blue Jackets junto a seu pai. Os ingressos para a partida foram um presente antecipado para a jovem, que completaria 14 anos em alguns dias, segundo a matéria da Sports Illustrated da época.  

Após um chute de Espen Knutsen, dos Blue Jackets, o disco foi desviado por Derek Morris e acabou passando por cima do vidro que ficava atrás de um dos gols, atingindo a jovem na têmpora esquerda. O jogo continuou sem que os jogadores percebessem que haviam acidentalmente causado qualquer lesão grave.

Embora Cecil tenha sofrido uma fratura no crânio, ela caminhou até um posto de primeiros socorros antes de ser levada para o Hospital Infantil de Columbus, em uma ambulância com seu único ferimento visível sendo um corte na testa, conforme cita a matéria. No hospital, ela sofreu uma convulsão inicial e foi internada. 

Uma tomografia computadorizada, no entanto, não conseguiu detectar uma artéria vertebral rompida, resultando em coagulação grave e inchaço do cérebro. Em 18 de março, ela desenvolveu febre alta e perdeu a consciência. Brittanie Cecil morreu quase 48 horas depois de ser atingida, no dia 18 de março de 2002, dois dias antes de seu 14º aniversário, conforme relata a Sports Illustrated.


++ Saiba mais sobre o hóquei no gelo através de grandes obras disponíveis na Amazon:

99: Gretzky: His Game, His Story, de Al Strachan (2014) - https://amzn.to/2NINWWO

Iceman, de Chris Lynch (2013) - https://amzn.to/3cYEK9h

The Boys of Winter: The Untold Story of a Coach, a Dream, and the 1980 U.S. Olympic Hockey Team, de Wayne Coffey (2005) - https://amzn.to/39a2Ywh

Ice Hockey Guide - Basic Rules, de Steve Robertson (2016) - https://amzn.to/3vU3MiI

Ótimo livro de hóquei: Mais de 100 anos de fogo no gelo, de Stan Fischler (1996) - https://amzn.to/3f5JZH5

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W