Matérias » Curiosidade

Maldição quebrada ou o dinheiro de volta: Homem processa vidente

A mulher havia prometido a Mauro Restrepo que seria capaz de resolver os problemas de seu casamento, porém não foi o que aconteceu

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/10/2021, às 10h00

Fotografia meramente ilustrativa
Fotografia meramente ilustrativa - Divulgação/ Pixabay/ DmSha

É comum que clientes insatisfeitos processem profissionais ou empresas que não entregaram o produto ou serviço que promoveram.

Todavia, embora a ação judicial iniciada pelo norte-americano Mauro Restrepo tecnicamente se encaixe nessa categoria, ela acaba surpreendendo pelo ramo da profissional que ele acredita ter lhe passado a perna: trata-se de uma vidente

O curioso caso ocorreu no estado norte-americano da Califórnia, e foi divulgado pela BBC na última terça-feira, 5. 

Sophia Adams, ao atender Mauro, o havia diagnosticado com "má sorte", uma maldição que supostamente teria sido colocada no homem por sua ex-namorada com a ajuda de uma bruxa.

Esse feitiço mal-intencionado seria responsável por estar arruinando o casamento do estadunidense, ainda conforme a mulher, e, caso não fosse quebrado, traria infelicidade e colocaria ele, sua esposa e filhos "em perigo". 

Fotografia meramente ilustrativa / Crédito: Divulgação/ Pixabay/ KELLEPICS

 

Feitiçaria de quinta

Pelo preço certo, todavia, a clarividente garantiu que poderia remover esse azar místico de seu cliente. O orçamento total dos serviços místicos chegaria a 5 mil dólares, que é o equivalente a mais de 27 mil reais na cotação atual. 

Porém, mesmo depois de ter feito um depósito inicial de mil dólares pela cura da magia ruim, Restrepo continuou sofrendo com os supostos sintomas da maldição citada.

Sentindo-se enganado, ele decidiu tomar ações judiciais, acusando a senhora Adams de fraude, negligência, conspiração civil e inflição intencional de sofrimento emocional. Além dela, ele está processando o marido, a filha e o dono do estabelecimento em que a vidente trabalha. 

Caso alcance a vitória em tribunal, ele pede uma compensação financeira de 25 mil dólares de pelos danos sofridos. 

'Especialista em amor psíquico' 

Conforme alegado pelo autor do processo, ele encontrou a vidente através de pesquisas por médiuns. No site dela, consta a informação de que a mulher é "especialista em amor psíquico" e possui um "PhD" em "Life Coach". Segundo Mauro, esses títulos o induziram a acreditar que estaria se consultando com uma expert. 

Na sessão, Sophia havia lido suas cartas de tarô e em seguida anunciado a existência da terrível maldição do homem.  

Fotografia mostrando cartas de tarot / Crédito: Divulgação/ Pixabay/  tarotize

 

Seus serviços, porém, não teriam tido nenhum resultado, de forma que o estadunidense prosseguiu sentindo intensa ansiedade, angústia e passando noites inteiras sem dormir, ainda de acordo com o processo judicial, que foi repercutido pela BBC. 

No Brasil

Embora não tenhamos casos semelhantes que tenham ido a tribunal, é possível encontrar um comentário no site Reclame Aqui do ano de 2019 em que um cliente indignado comenta que foi enganado por uma outra profissional do ramo místico. 

"Ela prometeu fortunas, não aconteceu nada (...) Eu quero meu dinheiro de volta ou vou procurar meus direitos e processar essa mulher que se diz vidente, mas não é nada", afirmou. 

Nessa situação, porém, a questão foi resolvida com a devolução do dinheiro da sessão.