Matérias » Personagem

Marjorie Wallace, a primeira modelo a perder a coroa de Miss Mundo

Destronada por um motivo curioso, o episódio foi acompanhado por diversos momentos trágicos em sua vida pessoal

Caio Tortamano Publicado em 01/07/2020, às 19h30

A modelo Marjorie Wallace, primeira Miss Mundo americana
A modelo Marjorie Wallace, primeira Miss Mundo americana - Divulgação - Youtube

Depois do divórcio dos pais, o lado rebelde da garota Marjorie Wallace, até então uma anônima vivendo em Indianapolis, começou a aflorar. Com apenas 14 anos, ela embarcou em uma viagem com um amigo da cidade no centro do país até Miami, na Flórida. Todavia, ninguém poderia contar que essa menina um dia seria a primeira Miss Mundo da história dos Estados Unidos.

Por mais radical que essa pequena viagem de carro tenha sido, o resto de sua vida no ensino médio foi típica. Ela fez parte do time de natação da escola e também se tornou líder de torcida. Aos 17 anos, decidiu morar com um namorado, que tocava guitarra em uma banda de rock independente. Todavia, a relação não chegou a durar tanto.

Modelo

Encontrando trabalho como modelo apenas em Chicago, Wallace, então com 18 anos, passou a se dividir entre sua cidade natal e a nova percorrendo os 289 quilômetros entre cada lugar. Ao espalhar seu brilho, um agente sugeriu que ela se inscrevesse para o Miss Indiana, concurso que ganhou facilmente.

Como havia conquistado o prêmio em seu estado natal, tinha o direito de disputar o campeonato nacional, de 1973. Como consequência, seu próximo passo seria representar o país no concurso de Miss Mundo, que seria disputado em Londres do mesmo ano.

Eram 54 participantes de países diferentes competindo para conquistar a coroa no evento de 1973. O episódio ocorreu no luxuoso Royal Albert Hall, em Londres, uma das mais requisitadas casas de espetáculos de toda a Europa. Foi uma edição histórica pelo simples fato de que, pela primeira vez, uma modelo americana ganhou o título.

Marjorie Wallace participando do Miss Mundo em 1973 / Crédito: Divulgação - Youtube

 

Wallace aproveitou a sua conquista e morou no Reino Unido. Lá, viveu uma vida de celebridade, inclusive convivendo — e namorando — com várias estrelas. Seus casos mais notáveis foram com esportistas, como o notório jogador de futebol norte-irlandês George Best e o piloto de fórmula um Peter Revson. Foi com Revson, inclusive, que ela estaria supostamente noiva. E foi exatamente assim que ela encontrou um obstáculo profissional.

Sem coroa

Era publicamente conhecido que Marjorie e Peter tinham uma relação, porém, certa vez, a miss foi vista beijando o famoso cantor Tom Jones na Ilha de Barbados. A atitude era extremamente proibida — estando presente no contrato.

Diante da quebra de contrato, as autoridades da competição decidiram retirar o título da americana, 104 dias depois de ter sido coroada. Ainda por cima afirmaram publicamente que Wallace "não cumpriu os requisitos básicos do trabalho."

Para a segunda colocada, Evangeline Pascual, das Filipinas, foi oferecido que mantivesse as tarefas e deveres da miss, mas sem ganhar o título e nem a coroa. Ela prontamente recusou a oferta. Assim, a terceira colocada, Patsy Yuen, da Jamaica, aceitou as condições.

Morte e overdose

Em pouco tempo a vida de Marjorie começou a desandar. Quinze dias depois de ter perdido a credibilidade como miss, Peter morreu em um acidente enquanto treinava para um percurso em Johannesburgo. Em um caixão lacrado, o piloto foi velado em Manhattan na presença de Wallace.

Meses depois da fatídica decisão do conselho do evento, a modelo foi levada às pressas para um hospital em Indianapolis depois de ter sido encontrada inconsciente em seu apartamento pela própria irmã. Aparentemente, a modelo havia tentado suicídio após tomar inúmeras pílulas. 

Wallace entrou foi alvo de diálise para tirar toda a droga de seus rins, e acabou se recuperando. Anos mais tarde revelou publicamente que estava depressiva na época e acabou tendo uma overdose acidental, ou seja, ela não pretendia tirar a própria vida.

Televisão

Atualmente com 66 anos, Marjorie teve alguns papéis em séries televisivas, principalmente depois que se mudou para Los Angeles, em 1976. Viveu diversos romances ao longo de sua vida. Um deles resultou no nascimento de Adam. Alguns de seus trabalhos foram além da atuação, tendo atuado como repórter para alguns programas de televisão bem pontuais.


+Saiba mais sobre o tema por meio de obras disponíveis na Amazon: 

A história mundial da roupa, de Patricia Rieff Anawalt (2011) - https://amzn.to/2Vb4es0

O espírito das roupas: A moda no século dezenove, de Gilda de Mello e Souza (2019) - https://amzn.to/3dt4Mj9

História social da moda, de Daniela Calanca (2008) - https://amzn.to/381XIcu

História da moda no Brasil: Das influências às autorreferências, de Joao Braga (2019) - https://amzn.to/2CvB28y

Tecidos : História, tramas, tipos e usos, de Dinah Bueno Pezzolo (2017) - https://amzn.to/2Yu5hVT

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W