Matérias » Bizarro

Mensagem além do túmulo: a família que recebeu respostas de um celular enterrado junto com a avó

Em 2014, o caso chocou o mundo: para lidar com o luto, eles escreveram para o número durante três anos, mas o que não esperavam é que teriam resposta

Isabela Barreiros Publicado em 01/10/2020, às 08h00

Imagem ilustrativa de uma sepultura
Imagem ilustrativa de uma sepultura - Pixabay

Existem diversas formas de se lidar com o luto. A morte de uma pessoa muito próxima pode fazer com que familiares ou amigos desenvolvam técnicas que podem ser consideradas peculiares para conviver com a falta de alguém. 

Quando Lesley Emerson morreu em 2011, aos 59 anos, no Reino Unido, sua família ficou em choque. A avó foi enterrada ainda junto com seu telefone celular, porque, segundo seus parentes, ela gostava muito de enviar mensagens às suas pessoas próximas, principalmente familiares. Era o seu "bem mais precioso".

Com essa relação tão próxima com as mensagens enviadas por celular, a família de Lesley teve uma maneira muito específica para conseguir enfrentar o luto por sua perda. Eles continuaram a escrever mensagens para o número da avó, para tentar superar a falta que ela fazia em suas vidas.

Mas a história possui uma reviravolta, no mínimo, bizarra. Os familiares mais próximos da mulher enviaram mensagens para o celular da avó durante três anos, sem, claro, obter nenhuma resposta, afinal o aparelho havia sido enterrado junto com o corpo em 2011. Isso tudo mudou quando, em 9 outubro de 2014, a neta Sheri Emerson recebeu outra mensagem do mesmo número.

"Eu estou vigiando vocês, vocês vão superar isso, tudo ficará bem", Sheri leu na notificação recebida em seu celular.

A explicação para o caso

Sheri e seu tio mostrando as mensagens recebidas / Crédito: Divulgação/Grosby Group

 

Ao enviarem textos regularmente ao número da avó, eles obviamente não esperavam receber nenhuma resposta. Principalmente porque, quando o celular foi enterrado junto com a avó, os parentes pediram para a empresa de telefonia britânica O2 desativar a linha que antigamente pertencia à Lesley.

A ideia era que aquele número nunca mais fosse utilizado por outra pessoa, e que eles, assim, pudessem enviar mensagens até que isso não fosse mais necessário, ao superarem o luto. A companhia havia afirmado à família que tinha tirado o número de serviço, mas a verdade é que isso não aconteceu de fato. 

"Claro que sabíamos que nossa avó não iria responder, mas gostávamos de mandar as mensagens como uma forma de combater a saudade — já que ela amava enviar mensagens. Então, imagine a nossa reação ao ver uma mensagem de volta surgindo — de um número que era dela!", afirmou Sheri em entrevista ao jornal britânico Daily Mail realizada na época do caso.

Eles só descobriram que a empresa deu o número novamente para outra pessoa quando receberam respostas que os assustaram tremendamente. Ele foi reativado em 2014 e um novo cliente agora o possuía, transformando a experiência ainda mais traumatizante para a família.

"Eu não posso visitar a sepultura da minha mãe. Então, enviar mensagens àquele número era uma forma de me manter conectado a ela. Mas agora alguém usa aquele número... Não consigo acreditar que a O2 fez isso", disse Graham.

Além da primeira resposta, Sheri também recebeu uma que dizia: “Eu estou zelando por você e tudo ficará bem. Basta seguir em frente". Quando questionou quem era que estava enviando as mensagens, leu em retorno: "um vegetariano perturbado". O choque foi enorme.

"Fiquei em choque quando li aquilo. Fiquei sem saber o que pensar", disse. Na época, a O2, por meio de um porta-voz, afirmou que pediu desculpas à família pelo "estresse causado" e que também iria resolver o problema do número de celular. 

Por mais que os familiares soubessem que era impossível que a avó estivesse respondendo às mensagens enviadas para lidar com o luto, é possível imaginar o susto tomado pela neta a ler uma resposta. Com certeza, o episódio bizarro tornou toda a situação, no mínimo, traumatizante.


+Saiba mais sobre temas sobrenaturais por meio das obras disponíveis na Amazon:

Fantasmas no Brasil: Casos Reais, Rogério Garcia (e-book) - https://amzn.to/2tHXKpG

Contos de Terror: Fantasmas no Brasil Casos Reais (Terror nacional Livro 2), Rogério Garcia (e-book) - https://amzn.to/2Tb9jQS

Contos de Terror: Fantasmas no Brasil - Casos Reais (Contos de terror Livro 3), Rogério Garcia (e-bok) - https://amzn.to/2TjVUGv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du