Matérias » Brasil

Mistério de 60 anos: Como um cofre antigo enlouqueceu o Twitter

No último sábado, dia 10, o jovem Gabriel Jakutis ganhou milhares de seguidores ao compartilhar um curioso segredo de seu avô

Pamela Malva Publicado em 14/04/2021, às 20h00 - Atualizado às 20h01

Fotografia do cofre e de alguns dos achados
Fotografia do cofre e de alguns dos achados - Divulgação/Twitter

O último sábado, 10 de abril, pode ter sido perfeitamente comum para a grande maioria das pessoas. Entretanto, para o jovem Gabriel Jakutis, de 19 anos, que vive em São Paulo, o mesmo dia foi marcado por um acontecimento bastante inesperado.

Acontece que o garoto viralizou nas redes sociais após fotografar um cofre velho na casa da avó. Em questão de 4 dias, ele acompanhou sua conta no Twitter chegar aos 116 mil seguidores, conforme suas publicações eram compartilhadas milhares de vezes.

De repente, Gabriel viu seu nome sendo citado em diversos veículos e até realizou algumas publicidades. O problema é que ele sempre soube o que o antigo cofre escondia, embora a internet parecesse estar sedenta por respostas.

De cabeça para baixo

Toda a loucura começou naquele sábado, quando Gabriel decidiu compartilhar um cofre antigo que estava na casa de sua avó há décadas. “Era do meu avô, que morreu e não deixou a senha. Ninguém sabe o que tem dentro”, narrou o jovem na publicação.

Em poucas horas, o post alcançou mais pessoas do que o esperado, surpreendendo o garoto, que tem dois livros publicados na Amazon. Hoje, as imagens do cofre já contam com mais de 4,4 mil comentários, 13 mil compartilhamentos e 175,9 mil curtidas.

Aos curiosos, ele explicava que não esperava encontrar nada demais dentro do cofre. “Provavelmente só tem um monte de papel velho mesmo, porque meu avô era advogado”, especulou, Gabriel imaginando que só encontraria documentos antigos.

Repercussão inesperada

No dia seguinte à primeira publicação, contudo, a polêmica do cofre ganhou outras proporções. O número de seguidores nos perfis de Gabriel apenas aumentava e mais pessoas perguntavam sobre o conteúdo da caixa misteriosa.

Foi nesse momento que, com a ajuda da avó, o garoto encontrou uma pequena chave dourada, que prometia revelar os segredos do cofre envelhecido. Só que, quase como no enredo de um filme policial, a chave não fez qualquer diferença.

De acordo com o próprio Gabriel, a caixa de seu avô só abriria com uma senha desconhecida, que apenas seu dono já falecido conhecia. A chave, na verdade, servia apenas como uma segunda medida de proteção para um cofre bem lacrado.

Seguidores inquietos

Naquele mesmo dia 11 de abril, após algumas tentativas frustradas de descobrir a tão esperada senha, Gabriel anunciou que estava em contato com um especialista. A ideia, segundo ele explicou, era contratar um abridor de cofres para acabar com o mistério.

O primeiro dos profissionais lhe cobrou uma quantia de R$ 300 para descobrir a senha e, aos seus novos seguidores, o jovem escritor afirmou que o segredo estava chegando ao fim. Gabriel, no entanto, só fechou o acordo com um segundo profissional.

“O cofre está na nossa família há 60 anos, apenas o meu avô sabia a senha”, escreveu o garoto ao abridor de cofres com quem estava falando. Mais tarde, ele voltou para o seu Twitter e explicou que a abertura do cofre estava marcada para o dia seguinte.

O fim dos mistérios

Após alguns dias de uma loucura sem fim, com centenas de mensagens chegando em suas redes sociais a todos os minutos, Gabriel finalmente conseguiu abrir o cofre. Com ajuda profissional, o garoto revelou os primeiros tesouros de seu avô no dia 12 de abril.

Como era esperado, então, ele constatou que o cofre estava lotado de papéis antigos. Entre os achados, o garoto encontrou um talão de cheques de 1950, uma cédula de 100 cruzeiros, uma aliança e até um panfleto da campanha eleitoral de José de Alencar, membro do MDB, para vereador, no final da década de 1970.

Ainda mais, além dos diversos documentos, Gabriel ainda encontrou fotos de seu bisavô e de um casal que ele não conseguiu identificar, porque o texto escrito no verso da imagem estava em lituano, segundo ele próprio narrou.

História que vai longe

Uma vez revelado o segredo do cofre, Gabriel imaginou que a loucura chegaria ao fim. Seus seguidores, afinal, descobriram o que estava guardado há tantos anos naquela caixa. Ele, inclusive, se dizia bastante exausto com toda a repercussão do caso.

O problema é que, ao contrário do que o jovem imaginava, a história viralizou ainda mais, ganhando atenção de marcas como Netflix, Itaú e Domino’s Pizza. O banco chegou até mesmo a combinar um post de publicidade com o jovem.

No final das contas, Gabriel continuou publicando alguns dos achados do cofre, enquanto sua irmã, Yasmin, explorava o conteúdo da caixa. “Foi uma experiência legal, mas me deixou bem exausto”, narrou o jovem, por fim.

“E eu gastei o dinheiro para abrir o cofre, mas não me arrependo”, desabafou. “É uma coisa que está aqui há anos e minha família toda queria saber o que tinha dentro. Enfim, obrigado de verdade pela experiência.”

Confira mais publicações de Gabriel sobre o caso do cofre misterioso:


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Últimos, de Gabriel Jakutis (eBook) - https://amzn.to/3abiOHz

Invisível, de Gabriel Jakutis (eBook) - https://amzn.to/2Q7Lp9L

Bizarre World (Edição em Inglês), de E. Reid Ross (2019) - https://amzn.to/3l7L9Bt

Os Ladrões Mais Idiotas do Mundo, de Simon Vigar (2008) - https://amzn.to/3cPQ2wj

30 histórias insólitas que fizeram a medicina, de Jean-Noël Fabiani (2019) - https://amzn.to/3cUfh0d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W