Matérias » Brasil

Morto pelo pai abusivo da namorada: O assassinato do ator Rafael Miguel

O artista que participou da novela Chiquititas foi atingido sete vezes durante o episódio

Ingredi Brunato, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 10/03/2021, às 08h00 - Atualizado às 23h22

Montagem com fotos do ator Rafael Miguel como o personagem "Paçoca" na novela Chiquititas, e ao lado já mais velho
Montagem com fotos do ator Rafael Miguel como o personagem "Paçoca" na novela Chiquititas, e ao lado já mais velho - Divulgação

Rafael Miguel era um ator brasileiro conhecido por seus papeis infantis na telenovela Cama de Gato, da Globo, no filme “Xuxa e o Mistério de Feiurinha”, e seu trabalho mais conhecido, a interpretação do personagem “Paçoca” na novela Chiquititas durante os anos de 2013 e 2015.

Ele tinha apenas 22 anos de idade quando foi brutalmente assassinado, em junho de 2019. Rafael estava fazendo uma visita à casa de sua namorada, Isabela Tibcherani, de 18 anos, juntamente com seus pais. 

O objetivo da visita seria conversar com Paulo Cupertino, que era o pai da moça, sobre o namoro dos dois. O encontro rapidamente se tornou um banho de sangue quando o comerciante de 48 anos apareceu armado na residência, segundo divulgado na época pelo site Catraca Livre. 

O homem atirou 13 vezes: sete dos disparos atingiram o rapaz, enquanto os seis restantes tiraram a vida de seus progenitores. A motivação por trás do crime horrendo: ciúme. 

“Ele nunca aprovou meu relacionamento. Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio, não só comigo, mas também com a minha mãe. Ele não gosta de mulher”, afirmou Isabela em entrevista ao programa “Balanço Geral”, da Rede Record, alguns dias após o ocorrido. 

O jovem casal tinha acabado de fazer um ano de relacionamento, como informava a última publicação de Rafael em sua conta do Instagram: “Feliz primeiro ano! Eu te amo demais, mulher maravilhosa”, escreveu o rapaz, postando uma foto dos dois. 

Fotografia do casal / Crédito: Divulgação/ Instagram 

 

Depois da tragédia 

Ainda em entrevista à Record, a mãe de Isabela, Vanessa Tibcherani, comentou que havia sofrido “21 anos de violência” por conta de seu casamento com Paulo Cupertino. A despeito das muitas agressões, todavia, que por vezes já a deixaram com ossos quebrados, não acreditava que seu marido fosse capaz de cometer um assassinato. 

Apesar dessa declaração à imprensa, a mulher, que foi por tanto tempo vitimada pelo homem abusivo, preferiu se afastar das investigações da morte de Rafael: “Minha mãe não está do meu lado, ela disse que não vai dar depoimento, não vai ajudar mais nas investigações”, afirmou a ex-namorada do ator para o Balanço Geral. 

“A partir de hoje, eu sou sozinha, e vou lutar por isso agora. Meu objetivo agora é encontrar um emprego. E depois viajar para onde a gente [ela e o rapaz falecido] planejou, crescer, conquistar minha independência. Eu vou fazer o que meu coração manda, vou honrar nossa história, conquistar nossos sonhos”, concluiu a menina, segundo repercutido pelo Catraca Livre. 

Assassino em liberdade 

Fotografia de Paulo Cupertino / Crédito: Divulgação 

 

Paulo permanece foragido até os dias atuais. Segundo divulgado pelo G1 ainda na época do crime, ele foi ajudado por dois amigos, que lhe cederam recursos como transporte, dinheiro e, até mesmo, comida. 

De acordo com um texto do Catraca Livre de outubro de 2019, naquele mês a polícia havia descoberto que o pai de Isabela estava fazendo uso de uma identidade falsificada que dizia que seu nome era “Manoel Machado da Silva”. Apesar da descoberta, os investigadores não tiveram sucesso em pegar o criminoso.


+Saiba mais sobre crimes brasileiros por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

A Vida Do Ives Ota - O Mensageiro Da Paz, de Ota Iolanda Keiko (1999) - https://amzn.to/3cf2qEQ

Suzane: assassina e manipuladora, de Ullisses Campbell (2020) - https://amzn.to/2WFlLso

O pior dos crimes: A história do assassinato de Isabella Nardoni, de Rogério Pagnan (Ebook) - https://amzn.to/2WD1tQj

Indefensável: O goleiro Bruno e a história da morte de Eliza Samudio, de Paula Sarapu e outros (Ebook) - https://amzn.to/2WCFvg5

Os Crimes Mais Cruéis do Brasil: Conheça os casos que mais chocaram o país, de Editora O Curioso (Ebook) - https://amzn.to/2SNqdnI

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

 Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W